Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Novo Benfica

Novo Benfica

25
Jun08

Channel Benfica

MO

Tardou mas chegou.

 

Aí está o canal Benfica a arrasar audiências graças a uma grelha de luxo em que os espectadores podem acompanhar em tempo real todas as manobras do director desportivo de um dos maiores clubes do Mundo.

 

Ao pautar-se por um conceito de transparência radical, o novo canal Benfica quebra tabus e aproxima ainda mais os adeptos do dia a dia do Clube.

 

Melhor do que a redacção da carta de amor de Rui Costa a Pablo Aimar ter sido feita por SMS pelos espectadores só mesmo o sorteio “Queres ser tu meter a carta no correio?” ganho por uma “águia” da Casa de Newark. Pode ter atrasado a negociação mas acelerou o coração da família benfiquista.

 

De prender à cadeira a novela de inspiração sul-americana em que Carlos Martins assina-não-assina, assina-não-assina, assina-não-assina.

 

Desconcertante o quizz que desafiava os mais atentos a descobrirem pelas suas próprias mãos “Qual é o jogador do Valência chamado Albeola que o Benfica quer contratar?”.

 

Extraordinária a reedição de “O Juiz decide está decidido” relativo ao Apito Final, com um final verdadeiramente hollywoodesco.

 

No topo da estação Luis Filipe Vieira, provando que como em tantos outros aspectos da gestão do Glorioso, quem não deve não teme e que isso do segredo ser a alma do negócio aplica-se claro está aos negócios e não a um canal familiar de entretenimento das massas.

 

E enquanto somos desta forma entretidos pelo Canal Benfica, os nossos rivais insistem em modelos codificados, movimentações sigilosas e contratações relâmpago, enfim, formas obsoletas de comunicação tão tipícas que tem tanta coisa a esconder.

 

É por isso que, preparando-me para ir a banhos nas próximas semanas, sei que a rede emissora do nosso Glorioso se encarregará de me manter informado em sistema multi-plataformas das últimas do Benfica (provavelmente mesmo antes de muitos dos nossos ilustres dirigentes)

 

Pode ser até que ao chegar ao meu destino, e graças à diferença horária, o tempo ande ligeiramente para trás e eu possa calmamente voltar a assistir à primeira série “24 Hours Rui”, em que o protagonista acabara de descobrir a cilada que lhe havia sido montada.

 

Boa sorte...que bem precisamos.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D