Terça-feira, 23 de Junho de 2009

José Esteves de Aguiar em 23/06/09 |

 

O nosso Grande Benfica não para de nos surpreender. Desta vez, a propósito das eleições e, certamente, sem nos dar razões para nos sentirmos orgulhosos.

 
Que me lembre, é a primeira vez em que tantas circunstâncias pouco habituais se entrecruzam, a saber:
 
1 - As eleições foram antecipadas – no meio de grande polémica – tendo levado um sócio a apresentar uma providência cautelar com vista a suspender a aplicação da decisão de antecipação. Entretanto, sem qualquer explicação plausível, o mesmo sócio desistiu da providência cautelar que havia interposto – antes mesmo de a mesma ser apreciada pelo Tribunal - apenas alegando o seu Advogado que “Nos últimos dias estava a ser procurado por muita gente, por isso resolveu desistir para preservar a tranquilidade familiar”. Passará pela cabeça de alguém, ao interpor uma providência cautelar relativa às eleições do Benfica, com todo o mediatismo que tal necessariamente implica, que irá passar despercebido? Convenhamos que não é propriamente o mesmo que requerer o arresto de uma viatura de um qualquer cidadão anónimo…
 
2 - Temos duas candidaturas apresentadas com os pré-requisitos cumpridos – a de Luís Filipe Vieira e a de Bruno Carvalho - e uma outra candidatura – a de Carlos Quaresma – que nem sequer apresentava um número suficiente de elementos para preenchimento dos órgãos sociais (apenas apresentou 11, quando deveriam ser 20…), pelo que não foi possível validá-la.
 
3 – A candidatura de Bruno Carvalho foi apresentada a bordo de um avião e confesso que até hoje me escapa a lógica de tal aparato. Parece-me que, desta vez mais do que nunca, precisamos de candidaturas com os pés bem assentes no chão. Não consigo perceber qual a mais-valia (excepto para a TAP) de ser apresentada uma candidatura num avião especialmente fretado, numa altura em que há tantos Benfiquistas que se vêm obrigados a escolher entre pagar as quotas do Clube do seu coração, ou fazer umas comprinhas necessárias no supermercado…
 
3 - As duas candidaturas apresentadas e validadas em princípio, encontram-se sob análise, devido a eventuais incompatibilidades estatutárias.
 
A de Luís Filipe Vieira por Bruno Carvalho alegar não ser estatutariamente possível os membros de órgãos sociais que apresentem a demissão recandidatarem-se antes de decorridos seis anos;
 
A de Bruno Carvalho por, alegadamente, não possuir um número de anos suficiente, como sócio do Benfica, para lhe ser estatutariamente possível candidatar-se a Presidente do nosso grande Clube.
 
Ou seja e no limite, se as objecções levantadas a estas duas candidaturas fossem atendidas por quem de direito, nenhuma delas poderia seguir por diante! De repente, umas eleições antecipadas ficariam desertas, uma vez que já não é possível apresentar qualquer outra candidatura a tempo da data marcada para as eleições.
 
4 – Uma outra putativa candidatura – a do Movimento Benfica, vencer, vencer – não chegou a passar de um projecto, uma vez que o candidato supostamente escolhido há cerca de três meses (José Eduardo Moniz) afinal só terá sido convidado à última da hora e não teria tempo para preparar devidamente a sua candidatura. Será que se tratou de uma segunda escolha, a qual só avançou depois da recusa de outro potencial candidato?
 
5 – Ainda quanto a esta última hipótese de candidatura, surge agora uma teoria de eventual conspiração, a fazer lembrar os tempos de 1580. Os castelhanos estariam a preparar-se para tomar de assalto o Benfica, visando os potenciais lucros que lhes poderiam ser propiciados pela marca e pela televisão privada.
 
No meio de todos estes factos, ditos e desditos, ficam os Benfiquistas com um sabor amargo na boca. Bem sei que o Benfica é um alvo extremamente apetecível, mas será que não poderíamos ter uma campanha um pouco mais normal?
 
E será que, após as eleições – sejam elas quando forem e com quem forem – seremos capazes de fechar as feridas profundas que têm vindo a ser abertas?
 
Os nossos adversários mais directos esfregam as mãos de contentes com o circo que está montado e só esperam que, no final, a barraca venha abaixo.
 
Compete a nós, Benfiquistas habituados a cair e a reerguer-nos, unir esforços para evitar que tal aconteça. Compete também a nós, Benfiquistas indefectíveis, transmitir aos nossos candidatos que não gostamos que ofereçam aos nossos adversários, de mão beijada, motivos para sermos objecto de chacota.
 
PS – Ao meu amigo António de Souza-Cardoso, que fez o favor de se referir (também) a mim no seu último post, gostaria de esclarecê-lo: de facto sou, em princípio, apoiante do actual Presidente do Benfica, pelas razões que apontei no meu post “Certezas e Equívocos – Parte 2”, mas prezo-me de ter o espírito suficientemente aberto para analisar as alternativas. Quanto a estas, confesso que esperava bastante mais.
 



Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




bloggers
António de Souza-Cardoso (perfil)
Bruno Carvalho (perfil)
Eduardo Sá (perfil)
José Esteves de Aguiar (perfil)
Miguel Álvares Ribeiro (perfil)
Paulo Ferreira (perfil)
Pedro Fonseca (perfil)
Raul Lopes (perfil)
visitantes em linha
posts recentes

Temos Benfica!

Venha o Porto!

As grandes noites europei...

Estamos outra vez de Volt...

Não podemos ficar a "boia...

mais comentados
429 comentários
295 comentários
280 comentários
253 comentários
últ. comentários
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
MiguelAgradeço a participação, sempre oportuna e c...
Meu Amigo Está engana. fomos nós, sem apoio ou ace...
arquivos

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds