Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Novo Benfica

Novo Benfica

27
Mai09

Que estratégia?

Miguel Álvares Ribeiro

 

Confesso que foi com muita expectativa e esperança que vi as mudanças introduzidas no futebol do Benfica no final da época passada, que me faziam antever reformas profundas na sua organização e estratégia.

 

Finalmente passámos a ter um Director para o futebol, um benfiquista do coração, simples e honesto, conhecedor dos bastidores desse mundo por ter sido um notável jogador.

 

Contratou-se uma equipa técnica jovem e ambiciosa, à qual se concedia o prazo de dois anos para implementar uma profunda reforma do futebol do Benfica.

 

Reforçou-se a equipa com alguns jogadores jovens e outros mais experientes (estes, na sua maioria, por empréstimo) mas manteve-se a base da equipa da época anterior.

 

Na primeira fase da época, apesar de nem sempre as exibições serem convincentes, os resultados eram animadores e notava-se a construção de uma equipa mais segura.

 

A desastrosa participação na fase de grupos da Taça UEFA e a “desistência” da equipa após os jogos no Dragão e em Alvalade foram, portanto, surpresas muito negativas.

 

A incapacidade de produzir consistentemente boas exibições (apenas me lembro, assim de repente, dos jogos contra Nápoles, Sporting e Guimarães) e a aparente incapacidade de Quique para motivar os jogadores são as principais limitações que aponto ao nosso treinador.

 

Independentemente de todas as dúvidas que partilho sobre a manutenção de Quique como treinador do Benfica, a forma como todo este processo tem sido gerido pela Direcção do Benfica é, no mínimo, lamentável.

 

Não compreendo que não haja lisura e frontalidade na comunicação atempada das intenções relativamente à permanência ou não do treinador à frente da equipa, nem que o treinador do Benfica para 2009/2010 ainda não esteja a preparar a época com a Direcção.

 

Pela sua postura correcta e pela forma como vinha abordando o assunto relativo à sua permanência no Benfica, também não esperava que Quique fosse criar estes embaraços no que diz respeito à sua desvinculação.

 

Por outro lado, continuam a ser anunciadas contratações de jogadores e todos os dias a imprensa fala de jogadores que são dados como prováveis reforços do Benfica. Ramires terá sido o 100.º futebolista adquirido desde que Luís Filipe Vieira entrou no Benfica, em 2001/02, isto é, em média todas as épocas se compra uma equipa inteira!

 

Ao que tudo indica, a Direcção do Benfica desistiu da sua aposta e não tem uma estratégia bem definida; continuamos a navegar à vista, a despedir os treinadores e a contratar uma nova equipa todos os anos e a pretender resultados imediatos. Infelizmente, assim não vejo como podemos ter sucesso.

 

 

26 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D