Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Novo Benfica

Novo Benfica

26
Mar09

O SISTEMA

Bruno Carvalho

 

Muitos me pedem para falar do sistema. Pensam eles que dessa forma me poderão atacar ou afectar a minha candidatura à Presidência do Benfica.
 
Em vários posts tenho-me referido ao sistema, mas tenho muito gosto em voltar ao tema para deixar perfeitamente claro aquilo que penso.
 
Ao contrário do que muitos imaginam, o tema “sistema” é um assunto que me agrada bastante e que acho que pode ser fundamental para o futuro do Benfica, como certamente se perceberá no final deste texto.
 
Vamos lá, então, analisar o sistema e tudo aquilo que gira à sua volta.
 
Neste momento, Luís Filipe Vieira assume-se como a pessoa que publicamente mais fala contra o famoso sistema.
 
Por esse facto, o actual Presidente do Benfica consegue o aplauso de muitos benfiquistas.
 
Mas, afinal, que sistema é esse?
 
Vamos começar por fazer o pequeno exercício de, por momentos, ver o que pensam os adeptos dos vários clubes sobre o sistema e sobre as arbitragens:
 
- Na perspectiva dos adeptos do FC Porto:
 
Será suficiente falar apenas alguns minutos com os adeptos do FC Porto para se perceber que qualquer portista acha que o Benfica domina o sistema.
 
Os adeptos do FC Porto acreditam que o Benfica é sempre “levado ao colo”.
 
Todos os portitas acham, genuinamente, que o FC Porto é sistematicamente roubado pelos árbitros e que só sendo muito melhor que os adversários é que conseguem ganhar títulos em Portugal.
 
Experimentem e falem com eles.
 
Os adeptos do Porto pensam que, se tiverem uma equipa ao nível da do Benfica ou do Sporting, nunca serão capazes de ganhar nada por culpa dos árbitros.
 
Logo a solução que eles preconizam é serem melhores que Benfica e Sporting.
 
- Na perspectiva dos adeptos do Sporting:
 
Para os sportinguistas é totalmente claro que o Sporting é o eterno prejudicado das arbitragens.
 
Os sportinguistas até já chegaram a fazer luto por causa do sistema.
 
 Basta ver as declarações após o jogo da final da Taça da Liga para se perceber que os adeptos e dirigentes sentem-se perseguidos por um sistema dominado pelo Benfica e pelo FC Porto.
 
- Na perspectiva dos adeptos do Benfica:
 
Para muitos benfiquistas o futebol é um lugar simples.
 
Nos últimos 15 anos o Benfica ganhou 1 campeonato, mas a culpa é evidentemente do sistema.
 
Para os adeptos do Benfica, o FC Porto controla tudo e todos. Se não fosse isso o Benfica ganharia tudo.
 
Pouco importa que a equipa nada jogue, que não haja um treinador que se consiga impor na Luz ou que os resultados europeus sejam uma catástrofe.
 
Está bem claro para todos que, se o Benfica não ganha, a culpa é dos árbitros que são todos corruptos, sendo que há sempre um dedo de Pinto da Costa nisso tudo.
 
- Na perspectiva dos clubes mais pequenos:
 
Qualquer clube de menor dimensão quando joga com Benfica, Porto ou Sporting queixa-se sempre da arbitragem.
 
Os clubes mais pequenos dizem que os árbitros têm medo e que protegem sistematicamente os 3 grandes.
 
Não fazem aqui diferenças entre Benfica, Porto ou Sporting. Acham que quando jogam com qualquer um deles são sempre prejudicados.
 
 
Em resumo, e como se pode verificar, o sistema tem muitas faces e serve para muita coisa.
 
Que fique, desde já, uma coisa esclarecida: com isto não quero dizer que não existam situações menos claras no futebol português.
 
Mas o certo é que se fala muito e prova-se muito pouco ou nada.
 
Contudo, na justiça desportiva, FC Porto, Boavista e Leiria foram castigados, bem como Pinto da Costa, João Loureiro e João Bartolomeu, no processo designado por “Apito Final”.
 
Já disse noutros posts e volto a repetir, o FC Porto, para não começar este campeonato com menos 6 pontos, sacrificou a honra e não recorreu do castigo que lhe foi aplicado.
 
Para mim esse foi um erro gravíssimo do FC Porto porque a honra não tem preço.
 
Ao não recorrer o FC Porto arriscou-se seriamente a ficar para sempre conotado como um clube corrupto. Tal só ainda não aconteceu porque o seu Presidente recorreu e, se for ilibado, tal facto aproveitará ao FC Porto porque os factos são os mesmos.
 
Este processo ainda não terminou uma vez que as decisões tomadas contrariam a decisão de um Supremo Tribunal.
 
Na justiça civil ainda não há qualquer condenação.
 
E isto é tudo que verdadeiramente se conhece do sistema.
 
Parece-me muito pouco para que se fale tanto de sistema.
 
Os processos Apito Dourado e Apito Final decorrem já há quase 4 anos, o que tem colocado os árbitros sobre grande pressão e o futebol em permanente vigilância até das autoridades judiciais.
 
E o que tem acontecido?
 
O FC Porto continua a ganhar o campeonato todos os anos.
 
Então a quem serve o sistema?
 
É claro que, para quem perde, o sistema é uma desculpa fantástica.
 
No ano em que o Luís Filipe Vieira dizia que o Benfica tinha o melhor plantel dos últimos 10 anos e que nem queria ser treinador do Benfica pois este deveria ter problemas em dormir para formar a equipa, tal era a qualidade dos jogadores, o que é aconteceu?
 
Esse treinador que devia ter problemas de sono foi despedido no final da 1ª jornada.
 
Depois veio o amigo Camacho, com quem Luís Filipe Vieira tinha passado essas férias de verão, tendo a época acabado com Chalana à frente da equipa, pois Camacho, quando se apercebeu que tinha um jogador no plantel que na prática já era seu chefe, achou que já era palhaçada a mais e foi-se embora.
 
E qual foi o resultado de tudo isso? O Benfica ficou em 4º lugar, a 23 pontos do Porto, e fora da Liga dos Campeões.
 
E o que fez o Benfica?
 
O habitual.
 
Queixou-se muito do sistema. Chegou até a ir para a UEFA apresentar queixa contra o FC Porto e tentar conseguir na secretaria o que não conseguiu em campo.
 
E este ano o Benfica vai pelo mesmo caminho.
 
O Benfica já vai em 3º lugar, o que a suceder nos deixará, de novo, fora da Liga dos Campeões. Para além disso, o Benfica teve uma presença triste na Taça UEFA e foi eliminado muito cedo da Taça de Portugal.
 
No entanto, como colocou Rui Costa como Director Desportivo, Luís Filipe Vieira pensa que pode lavar as mãos de toda a responsabilidade como qualquer Pilatos.
 
Para além disso, Luís Filipe Vieira tem ainda o sistema como desculpa.
 
De facto, o sistema serve principalmente para branquear a gestão desportiva catastrófica e desastrosa que existe há muitos anos no Benfica.
 
Se Luís Filipe Vieira é genuinamente um defensor da verdade desportiva como diz ser, perdeu uma excelente oportunidade para o provar na final da Taça da Liga.
 
Toda a gente viu como é que o Benfica venceu essa Taça e como o árbitro errou.
 
Luís Filipe Vieira poderia dizer que o Benfica não quer ganhar títulos assim e que o jogo deveria ser repetido.
 
Teria o meu aplauso e o de quase todos os benfiquistas.
 
Por um lado, porque nenhum benfiquista gosta de ganhar assim.
 
Por outro lado, até explorando o facto de a Taça da Liga ser um troféu menor sem qualquer relevância desportiva, aproveitava isso para pôr-se num plano moral superior e dizia: “o Benfica quer a verdade desportiva, logo queremos que o jogo se repita”.
 
Isso já aconteceu, por exemplo, com o Arsenal, em 1999, quando Arsène Wenger pediu para que um jogo que tinha ganho ao Sheffield United fosse repetido por respeito ao espírito desportivo. Esse jogo foi mesmo repetido e o Arsenal voltou a ganhá-lo.
 
É importante salientar que a reacção do Sporting é totalmente disparatada e exagerada.
 
Erros dos árbitros com influência nos resultados acontecem todas as semanas, e todos os benfiquistas já sentiram na pele terem sido prejudicados.
 
Mas mesmo até por causa desta reacção despropositada do Sporting, Luís Filipe Vieira poderia ter demonstrado toda a classe do Benfica.
 
O Presidente do Benfica deveria ter dito, em conferência de imprensa, que queria que o jogo fosse repetido e aproveitava para pedir ao Sporting que escolhesse o árbitro e o estádio. Depois disso o Benfica ia lá jogar e ganhava a Taça.
 
Isso, sim, seria uma reacção à Benfica!
 
Luís Filipe Vieira perdeu, deste modo, uma grande oportunidade de ficar para a História e de mostrar a toda a gente que o seu discurso sobre a verdade desportiva não é só conversa.
 
É que as palavras, leva-as o vento…
 
De facto, o que acontece é que a prática está bem longe das acções.
 
É por isso que o sistema é muito útil, sobretudo, para explicar as derrotas.
 
Perguntam-me, então, se eu não acredito no sistema.
 
Deixem-me que vos diga, eu acredito não apenas num sistema, mas em dois.
 
Parece-me claro que no futebol português existem 2 sistemas: há o “Sistema da Cigarra” e o “Sistema da Formiga”.
 
No “Sistema da Cigarra” canta-se demasiado em Agosto e chora-se muito em Maio.
 
No “Sistema da Cigarra” promete-se muito, vendem-se todas as ilusões, mas trabalha-se pouco, não se planeia, está tudo mal organizado e depois, é claro que os resultados não aparecem.
 
No “Sistema da Cigarra” compram-se jogadores pelos nomes, mesmo que estejam numa fase descendente da carreira há já muito tempo.
 
No “Sistema da Cigarra” os jogadores chegam em jactos privados, em ambiente de grande festa, e dão logo muitas entrevistas fazendo elogios pouco credíveis ao clube que os contratou.
 
No “Sistema da Cigarra” apresentam-se dois “números 10” na mesma época como se isso fosse normal.
 
No “Sistema da Cigarra” pagam-se salários incomportáveis aos jogadores e depois nada se lhes exige.
 
No “Sistema da Cigarra” nenhum treinador serve porque ninguém é solidário.
 
No “Sistema da Cigarra” há muita gente vaidosa, que gosta muito de aparecer e falar.
 
No “Sistema da Cigarra”, os Directores de Comunicação tendem a dar muitas entrevistas e a falar muito, quando o seu papel seria fazer com que a mensagem dos verdadeiros protagonistas passasse correctamente na comunicação social.
 
Mas nos clubes que adoptam o “Sistema da Cigarra” falam todos. Vice-Presidentes são comentadores desportivos, Directores de Comunicação são estrelas mediáticas e Assessores Jurídicos são apresentadores de televisão.
 
O “Sistema da Cigarra” é muito alegre e colorido, só tem um problema: é que com ele não se ganha nada.
 
Depois há outro sistema: o “Sistema da Formiga”.
 
No “Sistema da Formiga” fala-se pouco e trabalha-se muito.
 
No “Sistema da Formiga” está tudo milimetricamente organizado, as coisas são pensadas e está tudo bem planificado.
 
No “Sistema da Formiga” compram-se os jogadores que são necessários para as posições em que foram detectadas necessidades.
 
No “Sistema da Formiga” descobrem-se jogadores que tanto podem estar a jogar num clube do nosso País como pode estar a jogar num qualquer clube japonês.
 
No “Sistema da Formiga” não se compram jogadores pelos seus nomes famosos que depois são incapazes de se entregarem de alma e coração aos jogos.
 
No “Sistema da Formiga” são preferidos jogadores jovens cheios de vontade e talento que depois podem ser vendidos com grandes proveitos.
 
No “Sistema da Formiga” os jogadores chegam de forma discreta ao clube que os contratou, não dão entrevistas e são protegidos até se sentiram integrados na nova equipa.
 
No “Sistema da Formiga”, os Directores de Comunicação não são protagonistas nem falam à comunicação social.
 
No “Sistema da Formiga” os Vice-Presidentes não são comentadores desportivos nem os Assessores de Comunicação apresentam programas de televisão.
 
O “Sistema da Formiga” não está pensado para promover pessoas ou vaidades, mas sim para ganhar títulos.
 
No “Sistema da Formiga” os foguetes não são lançados em Agosto, mas sim lá para Maio.
 
Agora, peço apenas que façam um pequeno exercício: atribuam um nome de um clube português que pensem que se identifique com o “Sistema da Cigarra” e façam o mesmo relativamente ao “Sistema da Formiga”.
 
Infelizmente, não deve ter sido um exercício difícil.
 
Confesso que acho triste a facilidade com que seguramente acertaram porque demonstra bem onde as coisas chegaram.
 
No entanto, os benfiquistas em breve poderão optar, nas eleições, qual o Sistema que preferem para o Benfica.
 
Saudações Benfiquistas,
 
Bruno Carvalho
 
 
PS 1: O Benfica foi retirado da lista dos Clubes Históricos da FIFA. A representar o futebol português está lá agora o FC Porto.
É o resultado lógico do sistema, do “Sistema da Cigarra” e do “Sistema da Formiga”.
 
PS 2: Hoje à noite (5ª feira, dia 26 Março), estarei presente no programa de televisão "Lugar Cativo", da TVI 24, onde terei muito gosto em responder a qualquer questão que me queiram colocar.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D