Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Novo Benfica

Novo Benfica

17
Fev11

FUTEBOL ESPECTÁCULO

José Esteves de Aguiar

 

 

Se dúvidas ainda houvesse, o jogo do passado Domingo, contra o Vitória de Guimarães, desfê-las totalmente – o Benfica que protagoniza grandes espectáculos de futebol, que vence e convence, está mesmo de volta.

 

Assim dá gosto ver futebol e é com espectáculos como aquele que se enchem estádios.

 

Na corrente época, apesar de já ter visto o nosso Benfica a fazer belíssimos jogos, ainda não tinha visto nenhum assim!

 

Foi um jogo de sentido único, com os nossos jogadores a pressionarem constantemente os adversários, positivamente “abafando-os” e massacrando-os com jogadas de elevadíssima “nota artística”.

 

Bem sei que há partidas em que, por muito bem que se jogue, a bola teima em não entrar. Esta, no entanto, aliou a grande exibição colectiva a três golos validados, dois invalidados (quando o do Saviola foi limpíssimo…), um penalty falhado, uma bola na barra, outra no poste e várias grandes defesas do guarda-redes adversário.

 

Juntando tudo isto, é legítimo afirmar que o Benfica passou ao lado de uma goleada histórica e logo frente a um Guimarães tradicionalmente muito difícil de bater.

 

Deu prazer ouvir os comentários de portistas e sportinguistas, totalmente rendidos ao enorme jogo que o Benfica fez. Também deu prazer constatar que, mesmo alguns jornalistas que costumam ter sempre algo de mau a dizer do nosso Glorioso – por exemplo de O Jogo, Jornal de Notícias ou Record – não conseguiram evitar comentar em tom elogioso a grande exibição do Benfica.

 

Jorge Jesus tem razão quando afirma que a nossa equipa é que melhor futebol pratica em Portugal e o entendimento entre os vários jogadores é cada dia mais evidente, o que permite que eles próprios se divirtam notoriamente com as belíssimas jogadas que protagonizam.

 

No entanto, é fundamental não perder a noção da realidade e manter elevados níveis de concentração ao longo de todo o tempo que duram os jogos, evitando qualquer sobranceria que, mais cedo ou mais tarde, acaba por dar mau resultado.

 

É preciso abordar todos os jogos e todos os adversários com enorme determinação, mas também com a humildade que apenas está ao alcance dos verdadeiramente bons.

 

Vamos ter, nos próximos tempos, diversos testes de elevado grau de exigência, a começar já pelo Estugarda, mas a continuar nos jogos com o Sporting (não esquecer que nos derbies a equipa que se encontra na “mó de baixo” habitualmente se transfigura…) e com todos os adversários nacionais que hoje olham para o Benfica com algum temor e, por isso mesmo, dispostos a colocar dois autocarros em frente das suas balizas.

 

Apesar disso, acredito firmemente que vamos realizar um resto de época de alto nível, que só não nos levará a revalidar o título de campeão nacional se o Porto não ceder os pontos que lhe foram oferecidos de bandeja no início do campeonato, quer por erros (?) crassos de arbitragens, quer por alguma ineficácia própria, de que podemos queixar-nos.

 

Entretanto, deleitemo-nos com os grandes espectáculos que o Benfica continua a proporcionar-nos!

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D