Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Novo Benfica

Novo Benfica

10
Mai10

CAMPEÕES, NÓS SOMOS CAMPEÕES

Pedro Fonseca

Benfica players ride a bus by Lisbon's Marques ...

foto: AP (Associated Press)

 

Caiu o pano sobre mais um campeonato nacional: o Benfica foi Campeão e conquistou o seu 32º título. Na hora da festa, única nacional e mundial, ficam aqui alguns dos vencedores e vencidos desta maratona que acabou em glória. Glorioso, tu és Campeão!

 

Vencedores

 

ADEPTOS – Os adeptos do Benfica foram os grandes vencedores da noite mágica de ontem. Luís Filipe Vieira dedicou-lhes o título e não podia ser mais correcto e mais legítimo. Milhões em Portugal e em todo o Mundo saíram à rua para festejar a conquista do 32º título de campeão. O Benfica demonstrou ser o único clube nacional e de dimensão mundial. Mas durante todo o campeonato os adeptos não largaram a equipa, batendo recordes de assistência na Luz e em todos os estádios do país onde jogasse o Glorioso. Tudo culminou com um Estádio da Luz a abarrotar e, depois, a festa foi o que se viu e ouviu. Para recordar!

LUÍS FILIPE VIEIRA – O Presidente do Benfica tem uma significativa quota-parte de responsabilidade neste título. Foi ele que teve a coragem de apostar em Jorge Jesus. Uma aposta totalmente ganha. Foi ele que teve a coragem de investir fortemente na equipa de futebol. E hoje a saúde financeira do Benfica está assegurada. Foi ele que mobilizou a nação benfiquista através de um discurso em que apelou sempre à mística – e ela está de regresso. A ovação que teve ontem na Luz quando foi receber a sua medalha de campeão é mais do que merecida. Foi o momento da consagração como “O Presidente do Povo”!

JORGE JESUS –  O treinador do Benfica colocou a equipa a jogar mais do que o dobro. Mas Jesus fez mais – nunca se desviou do seu caminho; foi sempre rigoroso e de um profissionalismo ímpar e exemplar; deu assim o exemplo aos jogadores (e o exemplo deve vir sempre de cima). Dedicou-se de alma e coração ao trabalho na Luz e nunca se distraiu – com entrevistas, por exemplo. Jesus nunca deu uma entrevista de fundo durante o campeonato, como fizeram os seus antecessores, e aí está um detalhe importante. O mestre da táctica merece este título como poucos.

JOGADORES/PLANTEL – A ordem desta lista é arbitrária. Os jogadores podiam ficar em primeiro ou no fim, mas são sempre eles, no fundo, os nossos heróis, os nossos mágicos, aqueles que envergam o manto sagrado. Para nós, sempre imortais. Para eles o nosso obrigado, pela classe, pelo talento, pelo sangue, suor e lágrimas. Eles são o nosso “hino da alegria”.

RUI COSTA -  Uniu o balneário e manteve sempre uma estreita, fiel e solidária relação com Jorge Jesus. Acompanhou a equipa e sofreu como poucos. Depois do passo em falso da época anterior, Rui Costa assume-se como um director desportivo de excelência.

ÓSCAR “TACUARA” CARDOZO – Como sofreu a Luz pelo seu segundo golo. O injustiçado de Quique Flores foi ontem uma estrela cintilante. A equipa foi solidária e jogou para ele (e, por isso, não goleou o Rio Ave), mas Cardozo fez jus a esse companheirismo. Dois golos à ponta-de-lança, e a bola de prata (que um jogador do Benfica não conquistava desde 91) a ser ganha merecidamente pelo avançado paraguaio.

 

Vencidos

 

FC PORTO – Derrotado em toda a linha por um Benfica de alta qualidade e por um super Braga. Fora da Liga dos Campeões, vai, talvez passar por uma travessia do deserto de proporções ainda por apurar e de consequências imprevistas. Um clube que tem alguns adeptos assim não merece muito mais.

FALCAO – Falou de mais e pagou por isso. Mais concentrado no seu papel sem ter de servir de porta-voz de ninguém e será um grande jogador. Nem as “ajudas” do guarda-redes do União de Leiria chegaram para derrotar Cardozo. E os festejos nos camarotes do Municipal de Leiria, quando marcou o 2º de penálti, devem ter deixado amargos de boca.

MESQUITA MACHADO – Disse que ia a pé a Fátima. Ainda vai a tempo de lá chegar e pedir perdão.

PINTO DA COSTA -  Prometeu o título a Pedroto. E agora?

ÁRBITROS – Tudo fizeram para impedir o Benfica de chegar ao título. O sistema, afinal, ainda está vivo. Mas agora já de pouco serve…

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D