Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Novo Benfica

Novo Benfica

20
Jan10

Venham Mais Cinco!

António de Souza-Cardoso

Julgo que vivemos hoje o momento mais importante do campeonato. Aquele onde o futuro pode ser antecipado ou adiado.

A vitória contundente e limpa com que o Benfica despachou o Marítimo e o empate que o Porto consentiu, por culpa própria, com o Paços de Ferreira, colocaram Benfica e Braga a 6 pontos do Porto e acossaram ainda mais uma equipe que, longe do brilhantismo dos anos anteriores, se refugia agora na habitual dramatização e vitimização à espera de, com ameaças e suspeitas, poder compensar a falta de talento que tem demonstrado dentro de campo.

Julgo que o Benfica e os Benfiquistas devem estar preparados para um crescendo de vitimização e dramatização. E devem responder a isso com a serenidade de quem sabe que tem nesta altura um colectivo melhor.

Por isso a importância de nos concentrarmos no nossos trabalho.

Na próxima jornada o Porto desloca-se ao difícil campo do Nacional da Madeira e o Benfica recebe em sua casa o Guimarães. Julgo que este momento de fragilidade do “dragão” deve ser aproveitado. Com concentração e serenidade.

Sem deslumbramentos nem reacções excessivas. Deixemos que o desgaste sobre para quem simula estar agastado. Não nos perturbemos e, pelo contrário, percebamos a importância do momento.

Se for preciso dar nota de alguma preocupação ela deve ser dada em relação à equipe que tem os mesmos pontos que nós e que já demonstrou ser a segunda melhor do campeonato.

Recolhimento e probidade, determinação e concentração no trabalho grande que há ainda a fazer, devem ser hoje as preocupações essenciais do Benfica.

Acompanhadas, claro, do mesmo espírito de liderança e coesão interna. Por isso me repugna uma saída de Nuno Gomes que a tantos clubes interessa mas que ao Benfica importa mais que a qualquer um. Pela história que tem no clube, pela liderança, experiencia e confiança que transmite ao grupo e que tão importante é neste momento decisivo.

Julgo que a palavra de ordem é “deixar os cães a ladrar” e tocar a caravana para a frente. Concentremo-nos no jogo com o Guimarães.

Até lá, com a confiança de quem sabe o que vale, podemo-nos entreter a trautear a música inesquecível de Zeca Afonso – Venham mais cinco….

 

António de Souza-Cardoso

  

6 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D