Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Novo Benfica

Novo Benfica

18
Jan10

BENFICA = PORTUGAL

Pedro Fonseca

O carácter dos homens vê-se nas pequenas coisas. Jorge Jesus, por exemplo, ama o futebol, respira futebol, mas a doença grave do pai diz-lhe que há mais vida para além do futebol e há coisas bem mais importantes. Jorge Jesus aprendeu que assim é. É um homem de carácter.

 

Luís Filipe Vieira, por exemplo, podia ter incendiado o país e o futebol português. Sabe a força da sua palavra e sabe os milhões de adeptos que representa. Com o Benfica por cima podia ter cavalgado esta onda vermelha e partir a louça toda. Preferiu e bem a serenidade e o bom senso. É um homem de carácter.
Rui Costa, por exemplo, sabe da força do seu estatuto de intocável. Sabe bem o que se vem passando nos bastidores para prejudicar o Benfica. Podia lançar anátemas, vinganças, ódios. Podia preparar estratégias de pressão, mil jogadas de bastidores. Preferiu e bem adoptar a postura que melhor lhe cai e é a sua imagem de marca: reservado e imperturbável. É um homem de carácter.
Outros, não. Lançam mão de tudo. Utilizam tudo, família incluída, para melhor atingirem os seus objectivos rasteiros, sem grandeza, sem desígnio, sem causa. Apenas e só a pensar na sua sobrevivência, na manutenção do seu poder espúrio e efémero.
Contra os que gostariam que entrássemos numa guerra civil, o sul contra o norte, as ilhas contra o continente, o litoral contra o interior, nós dizemos que somos a bandeira da união, o máximo denominador comum dos portugueses, a convergência nacional.
Nunca o grito “Benfica é Portugal” foi tão necessário, tão eloquente, tão grandioso. Deixando para os outros as pequenas tricas, ignorando os velhos agitadores, desprezando os que fazem da raiva a sua razão de viver, Vieira disse na Madeira (um lugar simbólico) o que se exigia de um líder: “O Benfica é Portugal”. Nunca como hoje temos que defender esta mensagem.
Post-Scriptum: O meu amigo Raul Lopes assume com brilhantismo o papel de comentar os jogos do Benfica. Foi mais uma vez certeiro, eloquente e talentoso na sua crónica sobre o Marítimo-Benfica, pelo que lhe endereço os meus parabéns. Sem espinhas.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D