Quinta-feira, 12 de Março de 2009

Bruno Carvalho em 12/03/09 | comentar

 

Quando iniciei este blog estava longe de imaginar o caminho que iria percorrer nestes meses.
 
E estava longe porque apesar da péssima época realizada o ano passado, em que ficámos em 4º lugar, a 23 pontos do 1º classificado, acreditei que o Benfica poderia trilhar um caminho diferente com a chegada de novos jogadores e com um novo Director Desportivo.
 
No entanto, para mim, o Benfica continua a ser um clube sem um rumo vencedor, sem uma estratégia que o guie, vivendo sem o planeamento necessário para alcançar as vitórias em alta competição.
 
Parece-me claro que o problema do Benfica não está nos jogadores.
 
Parece-me evidente que o problema do Benfica não está nos vários treinadores que vai tendo.
 
Parece-me que o problema do Benfica não estará, seguramente, no Director Desportivo.
 
Se dúvidas há, basta olhar para as dezenas de jogadores que passaram no Benfica sem terem conseguido afirmar o seu valor.
 
Se há dúvidas, pode ver-se que treinadores como Manuel José, Mourinho, Ronald Koeman, Camacho ou mesmo Jesualdo Ferreira não serviram ao Benfica. Até Trapattoni, que foi campeão no Benfica, acabou por não servir.
 
O problema do Benfica é, então, muito mais profundo.
 
É um problema de gestão, de organização e de saber.
 
E é por achar que é possível alterar este estado de coisas, e por pensar que a actual equipa de gestão já esgotou tudo o que poderia dar ao clube, que creio que é hora de mudança.
 
Todos aqueles que são bem-intencionados sabem que tenho uma enorme paixão pelo Benfica.
 
Chamo-me Bruno Carvalho, tenho 40 anos e sou pai de 3 filhos maravilhosos.
 
Nasci em Bissau, em 1968, tendo vindo para Portugal com 8 meses. Nasci em África porque os meus pais aí viveram dois anos enquanto o meu pai combatia na guerra que aí se travava.
 
Fiz toda a minha vida no Porto excepto no período em que estudei no Reino Unido.
 
Sou licenciado em Economia pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto, sou licenciado em Marketing pelo Chartered Institute of Marketing de Londres e tenho um MBA, com especialização em Marketing Management, tirado na Cardiff Business School da Universidade do País de Gales.
 
Fui e sou Administrador de algumas empresas, tendo sido Administrador e Director do canal de televisão NTV que hoje é a RTP-N.
 
Actualmente, sou Director Geral e Accionista do canal de televisão Porto Canal.
 
Lancei na televisão portuguesa algumas caras conhecidas como Isabel Figueira, Marta Leite Castro, Merche Romero, Cristina Alves, Olga Diegues, Inês Gonçalves, Francisco Meneses, Eduardo Madeira, Andreia Teles, Luísa Sequeira, Ana Guedes Rodrigues ou Maria Cerqueira Gomes.
 
Não sou filiado em nenhum partido político. No entanto, nas últimas eleições autárquicas fui mandatário do candidato do Partido Socialista à Câmara do Porto, Dr. Francisco Assis.
 
Sou membro da Direcção Nacional da ANJE (Associação Nacional de Jovens Empresários) onde ocupo o cargo de Vice-Presidente.
 
Finalmente, e o mais importante de tudo, sou benfiquista.
 
Sempre fui e sempre serei benfiquista.
 
Sou um benfiquista que sofre com o clube, que fica emocionado nas vitórias e frustrado nas derrotas.
 
Sou benfiquista por influência do meu avô que também era benfiquista.
 
O meu avô chegou, inclusivamente, a ser jogador de futebol do Benfica para além de, mais tarde, quando foi viver para o Porto, ter sido Presidente do Boavista num tempo em que as coisas eram muito diferentes de hoje.
 
Com o meu avô, que era coronel do exército, aprendi o que é que o Benfica representava e quais eram os valores do clube. Com ele, percebi a grandeza do Benfica e o respeito que todos lhe devemos.
 
Não gosto nem pretendo dizer muito mais coisas acerca da minha vida pessoal, mas compreendo que as pessoas tenham que conhecer o meu passado e o meu percurso que, em meu entender, me habilita a poder ser Presidente do maior clube português.
 
Tenho a minha vida pessoal organizada no Porto, mas o Benfica é um clube do mundo, um clube maior do que as palavras e pelo amor que lhe tenho estou disposto a mudar de cidade.
 
Neste nosso blog “Novo Benfica” tenho vindo a fazer uma análise exaustiva do estado em que se encontra o Benfica hoje.
 
O Benfica, na minha opinião, assemelha-se a um mau aluno, mas que é um rapaz inteligente e capaz. É claro que a culpa das más notas é da escola, dos professores ou dos colegas, em vez de se olhar para a verdadeira causa do insucesso. É que esse aluno não estuda e não se aplica. Passa a vida a gabar-se que é o mais inteligente da turma em vez de trabalhar. E depois fica surpreendido por ter maus resultados, passando a vida a queixar-se de tudo e de todos.
 
O Benfica não tem sido capaz de parar para pensar e de reconhecer os seus erros.
 
No Benfica prefere-se adoptar uma postura de desculpabilização permanente em vez de se procurar as verdadeiras causas dos problemas.
 
Essa atitude é extremamente perigosa porque nos conduz a soluções fáceis, mas que nada resolvem.
 
Todos sabemos que o Benfica é um clube popular, mas isso não deveria conduzir ao triunfo sistemático do populismo.
 
Os benfiquistas são permanentemente enganados porque eles próprios também parecem pouco interessados em encarar a realidade de frente.
 
Talvez por isso tenham dado a vitória a João Vale e Azevedo que prometia o regresso de Rui Costa. Talvez por isso tenham, depois, dado a vitória a Manuel Vilarinho quando este prometeu o ingresso de Jardel no Benfica. Talvez por isso os benfiquistas ficaram tão felizes com o 4º lugar da época passada, uma vez que essa realidade foi logo esquecida com a contratação de Rui Costa para Director Desportivo ou pelo ataque que o Benfica fez ao Porto na UEFA para tentar conseguir na secretaria o que não conseguiu em campo.
 
Os benfiquistas têm vivido de ilusão em ilusão.
 
É preciso parar com isto!
 
É necessário falar verdade aos benfiquistas.
 
No Benfica actual não é preciso ganhar, basta dar a ilusão que se vai ganhar.
 
No Benfica fala-se permanentemente em ganhar na Europa quando o que conseguimos são presenças vergonhosas na Taça UEFA. Deste modo, todo o prestígio ganho com o suor de grandes jogadores vai-se degradando ano após ano.
 
No Benfica actual fala-se de Fundações quando não se respeitam devidamente as antigas glórias, onde os dirigentes nem se dignam a estarem presentes num funeral de um jogador que foi campeão europeu com a camisola do Benfica.
 
No Benfica falam-nos de uma recuperação financeira e de credibilidade enquanto o que se vê na prática é o passivo aumentar 22 milhões de euros, só nos últimos 6 meses.
 
Recentemente o Benfica contraiu alegremente um endividamento de 40 milhões de euros que é somente metade do passivo de um clube destroçado como o Boavista, sendo que, desse montante, 12 milhões destinavam-se ao pagamento de salários.
 
Como é que isto é possível?
 
Numa coisa concordo com a actual Administração do Benfica: o Benfica não pode cair jamais em mãos de aventureiros, apesar de eu considerar que a actual política do Benfica é de alto risco e longe da prudência que estes tempos difíceis recomendariam.
 
É claro que alguns falarão do “timing” deste meu anúncio e de que é altura de darmos as mãos e sermos campeões.
 
Mas a esses eu direi o seguinte: as eleições são só em Outubro e eu não farei qualquer acção de campanha até o título estar decidido.
 
Deste modo fica demonstrado a todos que não sou nenhum abutre, que não estou à espera de nenhum desastre para dizer o que me proponho fazer no Benfica. Sei bem que outros haverá que, permanecendo na sombra, estarão a congeminar estratégias de actuação no caso de o Benfica não ser campeão.
 
Eu não faço nada disso.
 
Ponho tudo claro em tempo útil, garantindo que não causarei qualquer perturbação no Benfica.
 
Espero, com todas as minhas forças, que o Benfica seja campeão. Mas esse título sabe-me a muito pouco. Parece-me que o Benfica, a ser campeão, o será de uma forma parecida com 2005, isto é, com pouco futebol e com pouca classe e com um custo financeiro completamente incomportável.
 
Eu quero um Benfica bem diferente deste.
 
Quero um Benfica bem organizado, bem estruturado e ganhador.
 
É necessária uma política contra o sistema. Mas contra o verdadeiro sistema, contra a incompetência e falta de visão.
 
Tenho a certeza que é possível fazer, de novo, do maior clube português aquele que mais ganha.
 
Sei que o lugar do Benfica é ser o número 1.
 
Uma palavra final de agradecimento a todos aqueles que neste blog foram demonstrando o seu apoio às coisas que por aqui vou escrevendo.
 
Saudações benfiquistas,
 
Bruno Carvalho
 
 
PS: No momento do lançamento, foi afirmado por nós que este blog não representava nenhuma tendência dentro do Benfica. E continua a não representar, pelo que peço aos meus companheiros do Novo Benfica que clarifiquem a sua posição face à minha candidatura, se assim o entenderem fazer.
 



429 comentários:
De paulo carreiro a 12 de Abril de 2009 às 22:48
Ola Sr Bruno Carvalho. Sou benfiquista desde que nasçi e estou consigo o nosso benfica precisa de sangue novo e pessoas competentes e tragam novamente as glorias ao nosso clube, porque este nao é o nosso benfica .Custa muito ver este benfica actual mas acredito que vamos melhorar e consigo acredito na mudança,Força !!!


De Jorge Ramalho a 8 de Abril de 2009 às 03:32
Meu caro Bruno Carvalho,
Devo confessar que o Sr. era um ilustre desconhecido para mim, tal como para a maioria dos benfiquistas... passei a conhecê-lo por intermédio de 2 grandes amigos/familiares portistas que me foram passando via e-mail alguns dos posts que aqui escreve e, fiquei curioso. Curioso é, também, que muitos dos adeptos dos nossos rivais estão já interessados em saber quem é... e isso parece-me bom. Parece que estão receosos que alguém abra os olhos aos milhares de Benfiquistas adormecidos. Tal como disse atrás, a minha curiosidade fez com que fosse lendo os posts que falam essencialmente da gestão actual do Benfica e aí começam as nossas semelhanças de opinião embora com algumas excepções. Devo confessar que admirei o trabalho do Sr. Luís Filipe Vieira essencialmente comparando com Manuel Damásio, para mim o pior Presidente do Benfica de todos os tempos inclusive que Vale e Azevedo de quem não vale a pena falar. O trabalho de recuperação de imagem e credibilidade foi feito tal como desportivamente em pequenos aspectos. Mas o que é certo é que não passa disto... Só este ano e com alguém que percebe de futebol é que o Benfica começou a construir uma equipa e vamos ver se podemos dizer isto, porque Reyes e Suazo não são nossos, por isso corremos o risco de 2 dos melhores jogadores passarem por cá para melhorar a forma e dar frutos para o ano noutro clube. E o problema será sempre este... Já agora e para terminar esta minha primeira opinião no blog novobenfica queria deixar uma pergunta no ar relativamente à estrutura técnica... Álvaro Magalhães que foi o último adjunto da casa a ser campeão onde está? Carlos Mozer que foi adjunto de Mourinho na sua passagem pelo Benfica e que o mesmo queria levar para todos os clubes a seguir onde está? Simões que foi o homem que se demitiu quando toda a gente não lhe deu ouvidos relativamente a Deco onde está? E já agora Humberto Coelho que foi o último seleccionador consensual e com um excelente trabalho realizado, onde está? Coisa comum em todos eles = Benfiquistas com mística, determinação, coragem e o essencial de tudo muita garra para vencer. Não será este o problema, meu caro Bruno Carvalho? Vou terminar deixando uma palavra de força para continuar com a sua candidatura e passarei sempre por cá para ajudar... saudações Benfiquistas.


De António Lourenço a 25 de Março de 2009 às 13:20
Caro Bruno Carvalho:
Permita, antes de tudo, que o trate com algum informalismo, dado sermos ambos benfiquistas e termos a formação em economia como traço comum.
Devo confessar-lhe que nunca fui um fâ da conversa virtual, como é o caso dos blogs . Prefiro o debate franco e aberto, com respeito e civismo, cada um defendendo convictamente as suas opiniõe. Ao tomar conhecimento da sua candidatura ao SL BENFICA pelos jornais, fui estimulado a conhecer o seu perfil, ideias e pensamento sobre o Benfica.
Confesso-lhe que fiquei agradavelmente surpreendido , pela clareza das ideias, pelo pensamento estratégico para o Clube e pela ambição, determinação e sonho de querer fazer um Benfica à semelhança e imagem do grande passado e história deste nosso clube.
Vejo, por isso, a sua candidatura com simpatia. Agrada-me que LF Vieira venha a ter concorrência e alternativas em confronto para que os sócios decidam com inteira liberdade qual o melhor rumo para o BENFICA. Veremos se existirão condições de absoluta, liberdade e igualdade para todos os candidatos. Esse será um aspecto crucial da campanha.
Em abono da verdade devo confessar-lhe que, eu próprio, ponderei durante algum tempo na possibilidade de avançar com uma candidatura porque estou igualmente incomodado com tanto conformismo de sócios e adeptos, cansado de tantos insucessos, do desprestígio do clube na praça pública, da falta de rumo, de falsas ilusões, de falsos pretextos para explicar insucessos, de ziguezagues e contradições, etc.
Li o seu manifesto de candidatura, bem como outros textos onde expressa o seu pensamento sobre a realidade actual do Clube. No essencial comungo da sua análise, embora nalguns aspectos a minha seja mais severa. A minha descrença com a actual liderança vem desde longa data: em bom rigor nunca acreditei nela, tendo-me abstido nos últimos actos eleitorais, por falta de alternativas credíveis.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Caro Bruno Carvalho: <BR>Permita, antes de tudo, que o trate com algum informalismo, dado sermos ambos benfiquistas e termos a formação em economia como traço comum. <BR>Devo confessar-lhe que nunca fui um fâ da conversa virtual, como é o caso dos blogs . Prefiro o debate franco e aberto, com respeito e civismo, cada um defendendo convictamente as suas opiniõe. Ao tomar conhecimento da sua candidatura ao SL BENFICA pelos jornais, fui estimulado a conhecer o seu perfil, ideias e pensamento sobre o Benfica. <BR>Confesso-lhe que fiquei agradavelmente surpreendido , pela clareza das ideias, pelo pensamento estratégico para o Clube e pela ambição, determinação e sonho de querer fazer um Benfica à semelhança e imagem do grande passado e história deste nosso clube. <BR>Vejo, por isso, a sua candidatura com simpatia. Agrada-me que LF Vieira venha a ter concorrência e alternativas em confronto para que os sócios decidam com inteira liberdade qual o melhor rumo para o BENFICA. Veremos se existirão condições de absoluta, liberdade e igualdade para todos os candidatos. Esse será um aspecto crucial da campanha. <BR>Em abono da verdade devo confessar-lhe que, eu próprio, ponderei durante algum tempo na possibilidade de avançar com uma candidatura porque estou igualmente incomodado com tanto conformismo de sócios e adeptos, cansado de tantos insucessos, do desprestígio do clube na praça pública, da falta de rumo, de falsas ilusões, de falsos pretextos para explicar insucessos, de ziguezagues e contradições, etc. <BR>Li o seu manifesto de candidatura, bem como outros textos onde expressa o seu pensamento sobre a realidade actual do Clube. No essencial comungo da sua análise, embora nalguns aspectos a minha seja mais severa. A minha descrença com a actual liderança vem desde longa data: em bom rigor nunca acreditei nela, tendo-me abstido nos últimos actos eleitorais, por falta de alternativas credíveis. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Dicordamos</A> em relação à capacidade do Rui Costa para desempenhar as exigentes funções que ocupa. Defendo que para se desempenhar bem uma função de grande responsabilidade é preciso aprender e adquirir experiência. Não se pode deixar o futebol hoje e no dia seguinte ser director desportivo e administrador da SAD . A realidade veio dar-me razão. Rui Costa foi o primeiro responsável pela contratação de Quique Flores, que nunca me convenceu desde o início da época e de mais um cabaz de jogadores, na sua maioria com grande falta de qualidade para jogar no BENFICA, com de resto se tem visto e nalguns casos, possuindo qualidade técnica para o efeito faltam-lhe outros requisitos fundamentais, como é o caso de Reys e Aimar , cujo querer, ambição, atitude e garra deixa muito, mas mesmo muito a desejar, em contrate flagrante com Christian Rodrigues que no escasso tempo que esteve no clube o serviu sempre com grande querer, atitude e garra e competência futebolística. LFV e Rui Costa pouco fizeram para que permanecesse na LUZ. Disso se aproveitou Pinto da Costa para reforçar e bem o seu clube. Repare-se na tremenda diferença de rendimento desportivo entre CR e Aimar ou Reys . Veja com atenção. Erro crasso na gestão deste dossier. Meu caro, a realidade é bem crua: o plantel tem fraca qualidade apesar do enorme "investimento" que ocorreu no início da época, a juntar a várias épocas de desgoverno e desperdício. Quanto a Quique Flores, além de nunca ter construído uma equipa na verdadeira acepção da palavra, teve atitudes inqualificáveis com Léo ( grande profissional ), com Quim , com Cardoso e com outros jogadores, para além da incapacidade de motivar a equipa, impôr-lhe um modelo de jogo com futebol atractivo e vitorioso ( condição essencial para trazer de volta ao Estádio os benfiquistas , enchendo o magnífico estádio da Luz, facto raro nos últimos largos anos ). Muito haveria que dizer sobre a incapacidade de Quique para dirigir um grande clube como o BENFICA. <BR>Rui Costa é um nome importante da história do Benfica ? Poucas vitórias conseguiu nos escassos anos que serviu o clube. Grandes nomes ? O Eusébio, o Humberto, o Nené o João Alves, o Chalana , o José Augusto, o Bento, o Shéu , o Adolfo, etc. Estes sim serviram o BENFICA durante muito tempo e estão ligados a grandes feitos. Um abraço do AL


De maria a 19 de Março de 2009 às 09:13
Oh Bruno . Mais um nortenho que não sabe assumir a sua região. Precisavas de passar pelo Benfica (?) para te instalares em Lisboa, ou seja , um lugarzito no parlamento PS? Que pena! Já sei... queres mudar o teu Mercedes para um Ferrari ... então vai. Fica por lá!


De Hugo a 18 de Março de 2009 às 23:00
Fico a espera de ideias. Mas nao concordo ctg em nada excepto numa coisa que o BENFICA tem que ganhar sempre. Escreves mto mas aproveita-se pouco.


De mario a 18 de Março de 2009 às 18:48
senhor bruno carvalho gostava de saber qual e a sua razão pra se candidatar-se?
agora que o benfica esta bem estruturado e que o senhor quere ir para o pulheiro nao e?
acho que o senhor não têm perfil pra ser presidente do maoir clube do mundo como o meu BENFICA.
acho que o senhor vai levar com uma grande derrota nas eleiçoês ai eu vou ficar muito contente viva o BENFICA E O SENHOR LUIS FILIPE VIEIERA


De Salvador Holmes a 25 de Março de 2009 às 15:54
Caro Senhor Mário: pela falta de qualidade e dignidade do seu texto se vê bem que tipo de benfiquistas apoiam ainda o senhor LFV. Os que não querem a recuperação da grandeza do Clube, em todos os planos.
A democracia é o único regime onde a liberdade permite todos os disparates, sem qualquer sanção. Liberdade devia querer dizer responsabilidade, mas para muita gente não é assim. Vale o insulto e o disparate. Por esta via os benfiquistas se colocam no mesmo plano ( indigno, vergonhoso e censurável ) do comportamento do últimos dias de dirigentes, jogadores, treinador e adeptos do Sporting. Enfim uma vergonha para o futebol nacional. Jamais um benfiquista se pode colocar a esse nível. O BENFICA é grandeza de valores, carácter e espírito de conquista e não carpideira de mágoas como faz o SCP e tem feito LF Vieira ao longo dos últimos anos. Ilusão e bodes expiatórios é tudo o que tem oferecido aos benfiquistas. Está na hora de dizer basta e de mudar de rumo, um rumo de vitória e de grandeza.


De Afonsus a 18 de Março de 2009 às 18:19
Bruno,
Perdoe-me o tempo de demora, obviamente que tinha de comentar este seu post. Também se deveu à depressão que apanhei no fim-de-semana, meteu lágrimas e noites mal dormidas, não tenho vergonha de o dizer, aliás, podemos perder muitas vezes mas não me consigo habituar aos efeitos secundários da derrota. Vejo que o Bruno avançou para a sua batalha e, antes de mais, devo-lhe dizer que recebi a notícia com regozijo, até porque sei que se avançou não foi só graças à sua vontade mas também à sua competência e grande amor por este clube. Devo dizer-lhe, no entanto, que vejo na sua candidatura uma lâmina de dois gumes à luz da minha consciência, vou tentar ser explícito: o Bruno incorpora a vontade cabal de ganhar, de voltarmos a ser um clube respeitado e temido pelos nossos adversários, enfim, quer um clube ganhador à sua imagem. Por outro lado, o Bruno não quer ser uma voz activa num momento em que o futebol português luta pela sua dignidade. Penso que todos os dirigentes deveriam assumir as suas posições face às recentes acusações do Ministério Publico a certos protagonistas desportivos. Não tenho duvidas que o Benfica não tem ganho graças à sua responsabilidade mas que fique bem claro que, em termos de arbitragem, em caso de dúvidas prejudica-se o Benfica e isso tem valido muitas perdas de pontos e alguns campeonatos. Neste campeonato, no seu momento crucial o slb foi claramente prejudicado e o fcp teve durante 4 jogos 4 penalties mal assinalados. Mas sei bem o que é notícia, ensinaram-me na Escola Superior de Educação de Coimbra, notícia é o anormal funcionamento dos factos, notícia é quando o slb é beneficiado, é quando o adversário do slb é prejudicado. Os benefícios do porto não são notícias, são consequências de uma enorme organização que nos faz a todos de parvos, e ainda assim nós benfiquistas damos-lhes mérito, têm grandes jogadores, jogam com atitude, com garra. Eu gostaria de ter a certeza que o Bruno quer construir um Benfica melhor mas não quero pensar que o quer fazer à imagem do exemplo do clube da sua cidade. Gostava de conhecer bem as suas posições em relação aos apitos dourados e finais e que saiba que, em Coimbra, está hoje um triste adepto mas amanhã um sócio de um grande campeão. Cá estarei para ver quem avança e ouvir o que têm a dizer, na certeza de que o Bruno, neste momento, está em vantagem na minha humilde visão. Aceite o meu abraço e desejo-lhe grande sorte e felicidade, se possível, que o nosso clube caminhe também com esses pergaminhos. Afonsus, cd


De Ricardo Wald a 18 de Março de 2009 às 13:52
Caro amigo Bruno Carvalho

Se ainda se recorda de mim em algum dos meus comentarios passados, eu não sou adepto do Benfica, moro no Porto também e torço pelo clube da minha terra.

Mas tal como lhe disse, sou apologista do desportivismo, e anseio por uma liga portuguesa forte e poderosa, e na minha opinião Todos os clubes são importantes, não odeio clube algum, e reconheço valor nas pessoas que o têm, independentemente da cor dos seus clubes predilectos.

Tenho lido os seus posts neste blog ha ja varios meses e embora seja um benfiquista, tenho uma grande admiração pelo sr Bruno, que considero uma pessoa extremamente inteligente, integra e honesta, acima de tudo reconheço-lhe enorme capacidade, determinação e força para de uma vez por todas limpar o seu clube, organizar a casa e incutir de novo a perdida cultura de vitoria e menatlidade ganhadora, a mistica perdida.

E obvio que como portista, não me pode agradar ver uma pessoa como o sr. Bruno Carvalho como presidente do Benfica, é obvio que como pessoa inteligente que sou que analisa bem as coisas, tal como o sr Bruno ja o demonstrou aqui por varias vezes que tambem o é, eu sei que enquanto sujeitos que vieram para se servirem do benfica, ocuparem a presidencia (sim, estou a falar de LFV) o meu FC Porto terá a hegemonia em Portugal durante muitos mais anos.

Mas sabe sr. Bruno, as vitorias são mais saborosas quando são alcançadas contra grandes adversarios, contra adversarios que venderam cara a derrota, ou que nos superaram dentro do campo pois ultrapassaram-nos e são agora a equipa de top e que melhor joga e que melhor organização tem, e é verdade que o meu Porto tem a hegemonia no futebol portugues nos ultimos anos, mas também não é menos verdade que o Benfica, ha ja muito tempo que esta num estado enfraquecido pelos mamões e por toda a corja que se serve do clube ao invés de servirem o clube.

Eu, com desportivismo, quero ver um Benfica forte, pois não apenas dará maior interesse á nossa liga, como igualmente será uma enorme ajuda para o meu FC Porto no objectivo de lutar taco-a-taco contra os maiores da Europa nas competições fora das fronteiras.

Sei que o sr. é competentissimo, é verdadeiramente Benfiquista, isso nota-se nos seus textos, a sua magoa pelo estado de coisas é não apenas causada, mas também proporcional ao amor que o sr. tem pelo seu clube.
Acredito que o ofenda bastante as palavras de alguns comentadores deste blog que aqui e ali se lembram de comparar anos de filiação com maior ou menor amor pelo clube, acho realmente triste, pois eu não sou socio do FC Porto no entanto amo-o mais como adepto concerteza do que muitos socios pagantes de cótas.
Prepare-se pois ha muita gente cega neste mundo e de pouca inteligencia e esses que vivem ás custas do clube usarão esse e muitos mais argumentos para o deitar abaixo ou faze-lo desmotivar.

Apesar de não ser benfiquista, é-me impossivel não sentir simpatia por si, ao ve-lo lutar contra ventos e marés pelo Benfica que sonha e aplaudo-o a si, mesmo sendo meu adversario, tal como aplaudo os grandes jogadores das equipas contrarias, pois apesar de terem outra camisola, são grandes jogadores e merecem aplauso.

Desejo-lhe a maior das sortes e que tenha muita força e paciencia, se ganhar pelo menos em mais de uma decada finalmente veremos o Benfica com um presidente verdadeiramente Benfiquista, e não um vira-casacas que se coloca mais á tona da agua onde sentir mais proveito e ganho pessoal.

Que consiga fazer tudo aquilo a que se propoe é o que lhe desejo, e se depois o meu clube ja não conseguir alcançar vitorias, ai pelo menos teremos perdido campeonatos, mas perdemos justamente, e que ganhe o melhor.

Os meus maiores cumprimentos, bem sei que não sendo socio ou adepto, pouco ou nada poderei fazer para o ajudar, pois nao voto, mas julgo que é impossivel a qualquer pessoa de bem, seja de qual clube for, e que leia a algum tempo o que o sr Bruno escreve, não sentir simpatia pelo sr, e pela enroem batalha por amor que tem ao seu clube e de o levantar novamente e devolver á gloria e triunfo que ele um dia e durante decadas simbolizou nao só em Portugal, mas por esse mundo fora.

Bem haja


De Francisco Sáragga Leal a 18 de Março de 2009 às 12:46
Bruno Carvalho,

li alguns dos seus posts , é com alegria que vejo alternativas no meu clube. No entanto, ao ler o post em que anunciava a sua candidatura e contava um pouco da sua vida pessoal e do seu trajecto como benfiquista, não vi nenhuma referência quanto ao facto de ser sócio. Pode-me só dizer o seu nº de sócio sff?

Uma outra pergunta: como pensa lidar com as claques de apoio ao Benfica? goste-se deles ou não, a verdade é que são provavelmente os mais fervorosos adeptos do SLB , acompanham e apoiam o nosso clube a qualquer lugar, em qualquer altura. Eu diria que se trata de um amor incondicional, para o qual é necessário uma solução, ao invés do aparente desprezo por parte da actual direcção.

Saudações Benfiquistas, Francisco Sáragga Leal


De filipe a 17 de Março de 2009 às 23:51
Filipe Ribeiro, 30 anos, Sócio SLB

Foi com muita satisfação que recebi a notícia que Luís Filipe Vieira terá concorrência nas próximas eleições e teremos assim uma nova alternativa. Sinceramente ainda antes de pesquisar sobre Bruno Carvalho e as suas ideias, sou da opinião de que qualquer candidatura é melhor do que a de L. F. Vieira.

Depois de anos de mentiras, insultos, arrogância e uma clara e evidente falta de sabedoria por parte de L. F. Vieira, espero que os sócios benfiquistas assumam o erro cometido em 2003 com esta aquisição proveniente do FC Alverca e consigam desta vez, ter um pingo de discernimento e colocar um ponto final numa era que nunca deveria ter existido.

Devo dizer que fiquei esperançado por ver aparecer uma candidatura que foge do tradicional (Idade avançada, pseudo-ricos e que venham da linha de Cascais, como se o Benfica fosse o Cdul) pelo qual o saúdo desde já.

Tal como o Bruno sou dos sócios que não se conforma nem aceita que o Benfica se continue a arrastar quase moribundo, quando o seu potencial enquanto clube exige que o clube viva na estrita elite do futebol mundial, ao lado de clubes similares como, Real, Barcelona, Man Utd, Arsenal, Milan, Inter, Juve e Bayern, que continue a ser eclético e ganhador (e não desprezar as modalidades como faz LFV) e que tenha como líder alguém em quem os sócios do Benfica tenham verdadeiro orgulho e não vergonha como hoje acontece.

Luís F Vieira especializou-se a hipnotizar os benfiquistas. Com o seu típico modo de actuar, episódio a episódio vai secando tudo em redor de modo a continuar com as rédeas do poder e do tão querido protagonismo que o Benfica lhe proporciona. Veja-se os exemplos dos sucessivos treinadores que queimou (Koeman, Camacho, F. Santos, Chalana e Quique o próximo), do caso José Veiga, do caso José António Carraça, de modo a poder sempre apresentar novas soluções milagrosas para o clube, quando o mal continua lá. Chama-se Luís F. Vieira.

A última aposta é Rui Costa, para 99,9% dos benfiquistas o homem certo para o cargo. Puro engano! Que o tempo ajudará a confirmar. Rui Costa foi elevado a símbolo do Benfica, mais, o novo príncipe que vai suceder ao Rei LFVieira, quando este se cansar. E eu pergunto porquê? Com que mérito por parte do Rui Costa? Por ter ganho 1 único campeonato pelo Benfica 93/94, quando até era suplente? Incrível a facilidade com que se criam os novos “símbolos” do Benfica.


Infelizmente o Benfica é hoje a todos os níveis uma sombra daquilo que poderia ser, se nos últimos 20 anos, não tivéssemos tido sucessivos incompetentes (para ser meigo) à frente dos destinos do clube. Jorge de Brito, Manuel Damásio, Vale e Azevedo, Manuel Vilarinho e Luís Filipe Vieira. O declínio do clube é claramente o somatório da incompetência destes senhores, que mais não fizeram do que autopromoverem-se à custa do nosso clube. Parece-me também imprescindível que os sócios assumam as suas responsabilidades pelo rumo, ou melhor, pela falta de rumo actual. Aqueles que hoje ainda estão hipnotizados com LFV, são os mesmos que não acreditavam que o Vale e Azevedo roubou o clube.

Vamos dizer BASTA! Benfica sempre.


Comentar post

bloggers
António de Souza-Cardoso (perfil)
Bruno Carvalho (perfil)
Eduardo Sá (perfil)
José Esteves de Aguiar (perfil)
Miguel Álvares Ribeiro (perfil)
Paulo Ferreira (perfil)
Pedro Fonseca (perfil)
Raul Lopes (perfil)
visitantes em linha
posts recentes

Temos Benfica!

Venha o Porto!

As grandes noites europei...

Estamos outra vez de Volt...

Não podemos ficar a "boia...

mais comentados
429 comentários
295 comentários
280 comentários
253 comentários
últ. comentários
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
MiguelAgradeço a participação, sempre oportuna e c...
Meu Amigo Está engana. fomos nós, sem apoio ou ace...
arquivos

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds