Domingo, 4 de Janeiro de 2009

Júlio Machado Vaz em 04/01/09 | comentar

Creiam que o digo sem ponta de ironia - um Bom Ano para todos, não julgo que o futebol venha a ser uma das maiores preocupações do País!

Mas é uma parte importante do nosso mundo afectivo, afinal as paixões vêm e vão - com sorte algumas ficam:) -, tendo como pano de fundo uma que permanece imutável: a benfiquista.

E essa não pode virar as costas à realidade, cinco meses depois o Benfica é "isto". Para além de - e antes de! - erros de arbitragem, azares, lesões... O desnorte nervoso, a displicência, a ausência de fio de jogo, o descalabro posicional, a arrepiante falta de qualidade e timing do passe, a teimosia de um treinador que aprecio, o desencanto de um Rui Costa que lamento. Este Benfica não ficará nos dois primeiros lugares da tabela na Primavera.

Existirá outro? Para falar com franqueza, duvido. E eu, que não exigi títulos, repito duas palavras - cinco meses. Acho que tinha direito a mais, muito mais. Como escrevi várias vezes, ninguém me ouvirá pedir cabeças. Mas não abdico do direito de exprimir a minha profunda desilusão - "isto", nem a caricatura de uma equipa consolidada é.    




35 comentários:
De Odee Coelho a 6 de Janeiro de 2009 às 00:38
Acabo sempre por ter que lhe dar razão...:(


De espanol a 5 de Janeiro de 2009 às 12:10
La revolución de Trofa

Contra todo pronóstico, la gran historia del género David le gana a Goliat del fin de semana europeo no se escribió en la FA Cup. Portugal vive en estado de shock desde hace un par de horas, cuando se confirmó el resultado más sorprendente de los últimos años en su campeonato nacional. El Trofense, equipo debutante en la máxima categoría, último hasta esta jornada, le ha ganado al Benfica, el club al que apoya más de medio país, el líder invicto cuando empezó el fin de semana. Nadie podía sospecharlo. Era un 2 clarísimo, uno de esos partidos que se dan por resueltos antes de que empiecen. La pequeña localidad de Trofa, 20.000 habitantes, ha logrado situarse en el mapa: está en el distrito de Oporto. O sea, antes ya estaba allí, claro, pero pocos lo sabían. Recuerdo que hace tres meses, cuando llevaba cero puntos en cinco jornadas, algunos le colocaron al Trofense la etiqueta de candidato a peor equipo de Europa. Se la disputaba con el Volendam holandés. A día de hoy no está claro que baje ninguno de los dos.

Son entrañables estos clubes. Con su campo pequeño, estilo Segunda B o Tercera, con publicidad del café del pueblo. La Eredivisie o la Liga Sagres nos ofrecen una posibilidad que en los países futbolísticamente más poderosos sólo se puede dar en Copa -y si el sorteo acompaña-. Como hay tanta diferencia entre grandes y pequeños, el calendario garantiza que un gigante continental, un antiguo campeón de Europa, tendrá que ir a jugar tarde o temprano en casa de un equipo exageradamente humilde. ¡Y cómo sufrirá! Lo hizo el Ajax en Volendam para acabar ganando 1-2. Y peor aún lo del Benfica en Trofa. Ha sido un partido memorable. Por un momento he tenido la sensación de que, por primera vez en la historia, la Europa futbolística estaba pendiente de lo que estaba sucediendo en ese pequeño estadio -abarrotado, por cierto-. Ya sé que no era estrictamente así, ya sé que mucha gente no sabía ni que se estaba jugando el partido, pero a esa hora no había nada más apasionante en el continente -se estaba disputando la prórroga del Besançon-Marsella, pero estamos tan acostumbrados a este tipo de sorpresas en la Copa de Francia que probablemente ya no adquieran una dimensión tan trascendente-.

Detalles del partido. ¿Os acordáis de Moreira? Ese portero joven que era titular en la primera etapa de Camacho en Da Luz, que iba para figura, que muchos creíamos que iba a ser el número uno de Portugal durante mucho tiempo. Se lesionó, ficharon a Quim y se ha pasado casi tres años sin jugar un partido. Ahora Quique ha vuelto a apostar por él tras varios fallos del ex del Braga y hoy se ha comido el 1-0 del Trofense. Ha estado muy inseguro durante todo el partido, se le nota la inactividad prolongada. Pero ese no ha sido el problema principal: el doble pivote Binya-Carlos Martins ha sido incapaz de organizar decentemente el fútbol de ataque, con el camerunés acabando expulsado justo cuando el técnico español lo iba a sustituir para evitar la segunda amarilla. Desaparecido Di María, llama mucho la atención que Cardozo no sea fijo. Y por mucho que se arriesgue para evitar una derrota humillante, un equipo del nivel del gigante lisboeta debería ser capaz de evitar que cada balón perdido se convierta en una ocasión de gol clara del contrario. Hasta ahora los toques de atención sólo habían llegado en la UEFA, pero el 2-0 de Trofa debe servir de advertencia: aunque tenga a los futbolistas más famosos, el Benfica no ganará la liga si no es capaz de sacar el máximo rendimiento de sus posibilidades.

Suele cometerse una injusticia cuando se dan estos resultados: se critica enormemente al grande y no se da importancia a lo que ha hecho el pequeño. No cometamos ese error. El nombre propio del partido es Hélder Barbosa, un atacante zurdo muy hábil que está cedido por el Oporto. Asistencia de gol en el 1-0 y definición perfecta en el 2-0. Un nombre a apuntar. Como el del lateral izquierdo Tiago Pinto, hijo del legendario Joao Pinto, prestado por el Sporting y para muchos el futuro titular en la selección portuguesa. Ambos le hicieron un favor a los clubes que poseen sus derechos, apretando muchísimo la zona alta de la clasificación después del triunfo de los dragoes en Madeira -con un gran Hulk- y de la victoria de los leoes en Se


De jota a 5 de Janeiro de 2009 às 12:04
Caro Júlo

Não digamos mal dos jogadores (enfim, pelo menos de alguns deles) e do técnico, o problema é de mentalidade, basta ver como no final do jogo de ontem os jogadores saíram do relvado para podermos concluir que em boa verdade se devem estar maribando para os resultados.

E depois, a atitude durante o jogo, sem alma, sem chama, dando a iniciativa ao adversário, que por sinal era o último classificado mas que mais parecia ser o primeiro e nós os últimos.

Os técnicos que aqui não vingam, mudam de ares e é o que se sabe, de igual sorte se diga quanto aos nossos jogadores quando fazem o mesmo e procuram outras paragens, parecem outros.

Também temos bons jogadores, é bem verdade, mas com umas semanas ou meses de tratamento à Benfica, ficam como se sabe, isto é, MalFicam.

Daí que me pareça que o caso não vá lá com dicas futebolísticas , puxemos do divã por conseguinte.

Tudo isto é triste, tudo isto será o nosso fado?

abraço
Jota


De Dylan a 5 de Janeiro de 2009 às 11:23
É mau demais para ser verdade. A maior parte das pessoas nem sabe onde fica a Trofa!

Depois são os casos no plantel causados pelo próprio treinador - Cardoso não joga, Quim é o bode expiatório e Leo já não fazia parte das escolhas antes de viajar para o Brasil.

Em campo, cada um para o seu lado, sem patrão, sem fio de jogo, sem garra, sem determinação. Deplorável.

Espero que alguém tome medidas. Em Outubro, os sócios têm de ser bastante exigentes em relação às possíveis escolhas presidenciais.
Quanto a Rui Costa, ninguém deve sofrer tanto como ele. Passa incólume nesta mini-crise. Já o elenco directivo tem que ser bastante responsabilizado. E Quique, talvez o maior culpado.


De OBSERVADOR ATENTO a 5 de Janeiro de 2009 às 11:01
Caro JMV ,

Certeiro o seu post . Sem álibis , isto é, a vitória do Trofense não merece a menor contestação, face à ausência de futebol por parte do Benfica. Também não peço o rolar de cabeças, mas exige-se ao treinador e ao director desportivo um parar para pensar. Vejamos: cinco meses e sem um fio de jogo consistente; insistência em Bynia, com o risco elevado de expulsão; Aimar, como avançado, quando o seu rendimento é quase nulo; Yebda deixou de render, a partir do momento em que foi considerado o jogador do mês para o Sindicato de jogadores; Suazo com o estatuto de super-vedeta não tem rendido o que se esperava; Ruben Amorim sua a camisola mas está no lugar errado.

Interrogo-me, com frequência, sobre este mistério, que consiste na incapacidade em identificar e decifrar os erros, parecendo-me, à distância, que falta rigor e exigência na estrutura do futebol, bastando ter presente que os jogadores do Benfica foram os que regressaram mais tarde neste período de Natal. Por outro lado, parece-me que não é possível construir uma equipa ganhadora com base em estrelas (de 2ªcategoria) pagas a peso de ouro, sendo preferível jogadores portugueses que suem a camisola, caso de Ruben Amorim. As dispensas de Petit, Nelson, e até Adu, foram precipitadas, especialmente o primeiro.
Não me verão pedir o rolar de cabeças, para esse peditório não dou, afinal o campeonato ainda nem ao meio chegou, mas, nós os adeptos, temos que exigir mais muito mais, face aos meios financeiros envolvidos. Se, no final, a situação se mantiver temos que questionar o presidente, sem margem para dúvidas, porque somos apenas treinadores de bancada, à distância, e muito fazemos nós apoiando a equipa, indo ao estádio e pagando as quotas.

Quique Flores tem que dar um murro na mesa e reconhecer alguns erros. Vamos acreditar.

Um abraço e saudações benfiquistas



De Vitória do Benfica a 5 de Janeiro de 2009 às 10:24
Tudo o que se passou ontem foi triste muito triste, eu direi mesmo vergonhoso. Isto por dois motivos um porque o Trofense e alguns dos jogadores jogavam como se fosse o jogo da sua vida. A nossa equipa jogava como se fosse o jogo de férias porque já tinham o tiulo na mão. Não me lembro de este ano e para o campeonato a equipa jogar tão mal, mas é sempre assim quando se vem de férias. Seria de esperar exactamente isto quando uma equipa faz dois treinos depois das férias e tem uma festa de fim de ano pelo meio.
Mas temos de levantar cabeça, porque o mal do Benfica e dos adeptos é sempre passar da euforia à desilusão.
O importante é gerir as expectativas e o que me parece é que o clube tem de aprender
Ontem perdemos por culpa nossa de outras vezes perdemos por erros das arbitragens, anteontem ao ouvir Sheu Han e a maneira como falava sobre a atitude da sua equipa e a atitude da equipa de hoje, Há uma grande diferença, mas continuo a dizer que não podemos ser bipolares.
Nós vamos conseguir e o Quique com o Rui Costa vão parar para pensar e detectar os erros e corrigi-los

Benfica Sempre e não só quando ganha


De GOSTO MUITO DE FRUTA a 5 de Janeiro de 2009 às 10:17
Gostaria apenas de registar que o cebola, aquele que vieira MANDOU EMBORA, marcou um golaço.
O vieira nunca gostou de jogadores inconformados. Sempre que aparece algum ele trata logo de lhe fazer a cama.
Rui Costa, abre a pestana, não estragues o que tanto te custou a construir. O vieira nao quer saber do Benfica pra nada. Ele quer é trabalhar por baixo do pano.
A CULPA DESTA SITUAÇÃO TEM NOME: VIEIRA



De Gosto muito de rissóis de vitela a 5 de Janeiro de 2009 às 11:06
Olá amigo Fruta. Cá estou nesta hora que, imagino, deva ser dolorosa para todos os benfiquistas. Lembra-se da minha previsão? Pois é, está a aproximar-se o dia em que o Quique Flores vai deixar o Benfica. Falta agora saber de quem partirá a iniciativa. Com que então o meu amigo recorda, com saudade presumo, o jogador inútil que veio para o Porto? Então, até há pouco tempo atrás todos os benfiquistas (porque seria?) diziam que o Cebola não valia nada, que era um flop e agora já viram o bico ao prego? Ai, ai, esta coerência. Então e a equipa maravilha dos "Reyes, Aimares, Suazos, Sidneis e afins?" Agora que o FCP começou a ganhar "sem a ajuda dos árbitros" imagino que o discurso dos benfiquistas vá ser que o negócio "virou" para a corrupção directamente na chuteira, i.e., compramos o jogador do Nacional para meter mão à bola no último minuto de jogo e compramos o Binya para, também ele, meter mão à bola e assim ser expulso e beneficiar o FCP. É o costume. Continuem na ilusão da grandeza. As melhoras.


De Boca do Inferno a 5 de Janeiro de 2009 às 18:52
Querem ver que o conhecedor de Rissois virou sucessor do bruxo de Fafe! Vai para Vilar de Perdizes que lá deves ter mais êxito, e que o Diabo te acompanhe!


De SR Milhafre a 5 de Janeiro de 2009 às 23:44
Qual diabo? o diabão de Gaia?


De GOSTO MUITO DE FRUTA a 5 de Janeiro de 2009 às 20:51
Carissimo amigo Rissol, são estas coisas que me deixam triste. Doi-me o coração ao ler as suas frias palavras. Quanta injustiça encontro no meio delas. Já nao basta a dor ao ver o meu Benfica nesta situaçao e ainda ter de ler essas rudes frases que me dilaceram a alma. Diga-me amigo Rissol, mostre-me onde e quando me referi ao cebola como mau jogador? sempre fui um acerrimo defensor do cebolinha e muito crítico na forma em como foi posto fora da nossa familia por um portista mal resolvido.
Quanto o resto que afirma de mãos e mãozinhas, é igualmente injusto, pois nao me baseio nesse tipo de situaçoes para justificar os maus resultados da minha equipa. Mas por mais boa pessoa que o meu amigo seja, o que poderia eu esperar de um portista que nao fosse a injustiça? é triste mas é assim. Quanto ao Quique continuo á espera de Fevereiro, mas infelizmente nao me parece que vá.
saudaçoes desportivas


De Gosto Muito de Vieiras a 5 de Janeiro de 2009 às 11:10
Que são um molusco muito gostoso que me servem num restaurante que eu conheço na Trofa.


é o Petisqueira Mão de Binia . alguém conhece?

tambem tem outras conspirações.. perdão combinações, como Xistremas , Quinhentinhos e outros petiscos!


De Boca do Inferno a 6 de Janeiro de 2009 às 00:43
E alheiras, também gostas!?


De Gosto muito de Grunhos a 9 de Janeiro de 2009 às 12:02
alheiras meu amigo não! eu é mesmo marisco... tipo leixões e trofa!...

não se meta em alheiras que a vida éstá dificil!


De Dylan a 5 de Janeiro de 2009 às 15:50
"Gostaria apenas de registar que o cebola, aquele que vieira MANDOU EMBORA"
Alguém mandou o Cebola embora? Acha que o Cebola comportou-se como um homem digno e de carácter ou foi mais ao estilo de Palermo? Acha que o Benfica tinha situação financeira para arcar com as exigências mercenárias do seu empresário?

Porra, o senhor só destila ódio contra LF Vieira. Já enjoa!


De GOSTO MUITO DE FRUTA a 6 de Janeiro de 2009 às 06:13
Ó amigo voçe está bem? é que parece-me que nao diz coisa com coisa. Se necessitar de ajuda diga. Entao eu destilo odio contra vieira so por discordar das politicas? alias, politicas com resultados á vista.
O amigo escreveu mais acima o seguinte:
"Espero que alguém tome medidas. Em Outubro, os sócios têm de ser bastante exigentes em relação às possíveis escolhas presidenciais..... o elenco directivo tem que ser bastante responsabilizado"
Pensei que voçe ja tinha candidato em Outubro!
Não seja ridiculo e aceite a diferença de opiniao. A falta de humildade de alguns comentadores é muitas vezes o espelho da equipa e das suas exibiçoes. Tenha vergonha e aprenda a respeitar a opiniao dos outros.


De Valdir Cardoso a 5 de Janeiro de 2009 às 09:56
Saí de casa cheio de vergonha na cara hoje.


De RIVUS a 5 de Janeiro de 2009 às 04:28
Caro Sr. Professor Júlio Machado Vaz e meus amigos: O Benfica perder com o Trofense? Custa-me a acreditar mas isto já entrou nos domínios do surrealismo. Vergonha e humilhação. Corroboro todos os comentários antes deste meu e, de certeza, os que lhe seguirão.
Quais Damásioa, quais Azevedos, quais Vilarinhos, quais Vieiras, quais Rui Costas, quais Tonis e tantos outros treinadores? Que fez toda essa gente há já trinta e tal anos? Levantei-me agora da cama onde desde que me deitei e até esta hora, 4 da manhã, não consegui pregar olho, por tanta frustração e raiva. Notem que, apesar de já ser accionista, ia comprar um dia destes o kit de sócio mas, depois disto, nem pensar! Tenho perdido muita coisa mas, parece-me, ainda não perdi o juízo. Sustentar malandros? Livra! Há trinta anos e como é possível que tantos tivessem mostrado tanta incompetência, não conseguindo construir uma equipa de futebol, como até em poucos dias a construiu um qualquer Trofense? Trinta anos! Qual será a maldição? Mas o Povo benfiquista será tão amorfo que ainda vá nestas cantigas ou querem fazer de nós mentecaptos? Alguém disse ou escreveu que o Benfica só ganhava com o demérito dos outros; qual cebolório, os outros é que ganham porque o Benfica não é nada e não apresenta qualquer mérito. Estou convencido que se o Benfica jogasse o seu normal futebol, mesmo sem grandes espaventos, a história seria bem diferente. Em tempos atrás, alguém se atirou a mim por eu dizer que o Aymar era um barrete; mas é que é mesmo, são todos barretes, no Benfica nenhum dito craque joga nem ninguém o consegue pôr a jogar. Amigos, sabem que mais? Para mim o Benfica e toda esta miséria acabou: a partir de hoje, deixarei de me preocupar com tudo isto; jornais já não lia, apenas blogues da minha "Fé"; a partir de hoje nem esses, nem comentários, que também não farei.
Há um limite para tudo ... e chega! Sem querer ser grosseiro nem ofender o Sr. Professor J.M.Vaz, nem todos os que ainda se iludem com o Benfica e por quem todos tenho a maior consideração deste mundo, não posso calar, contudo, este grito de enorme decepção dirigido a essa malandragem paga a peso de ouro e que nada fazem: "... vão todos para o diabo que os carregue". Mais uma vez, queiram desculpar e até sempre, se me for permitido pelo universal Reitor da Vida e da Morte!



















De Dylan a 5 de Janeiro de 2009 às 14:45
Caro amigo (perdoe o abuso do trato),

Estou desalentado como o SENHOR mas acho que não é motivo para não dormir. Claro que cada um vive o Benfica à sua maneira e o sofrimento é sempre muito subjectivo. Sei que já presenciou dias gloriosos recheados de vitórias.

No entanto, existem coisas mais importantes na vida do que o êxito desportivo do nosso amado clube. Por exemplo, há dias faleceu uma pessoa muito minha amiga que deixou um filho muito novo. No funeral, o miúdo agarrou-se a mim chorando compulsivamente. Isso sim, foi razão para não dormir.

Preocupa-me a guerra israelo-palestiniana que pode colocar o mundo em polvorosa, preocupa-me o aumento do desemprego e a pobreza que vão dominar o ano de 2009 no nosso País.

O Benfica também é importante na minha vida mas tudo nas devidas proporções.

Um abraço.


De RIVUS a 5 de Janeiro de 2009 às 20:42
Meu bom amigo e Sr- Dylan, deixe-me que também o chame desta forma, agradeço todo o pensamento sobre o assunto que nos aflige e, creia, sei bem que tem toda a razão no que afirma e que eu, agora mais a frio, reconheço perfeitamente. É certo tudo o que diz! Os meus filhos, felizmente, estão inseridos na vida, mas tenho muita preocupação pelos meus netos por todos os motivos que aventou. Parece-me que, porventura, já não iremos beber o alvarinho combinado, pelos motivos sabidos, mas esperemos que esse dia surja inevitavelmente. Li o seu comentário no meu blogue o que muito me sensibilizou. Também tenho nos meus favoritos os seus e que leio com muito agrado. Tenho um sobrinho médico em Monção, o dr. Hanrique Ribeiro que também é dono da farmácia Codesso que fica em frente ao Mira Espanha, do outro lado. Tenho lá toda a minha família, entre irmãos, sobrinhos e primos, bastante numerosa e, tem graça, todos são benfiquistas,muitos deles doentes. Moro em Arcos de Valdevez e se qualquer dia passar por esta localidade, não hesite em me visitar, pois terei nisso um enorme prazer. Até lá, permita-me também que lhe envie um forte abraço. Martins Ribeiro.












De Manoel Barbosa a 5 de Janeiro de 2009 às 03:06
Caro Júlio Machado Vaz,

Depois de vis, mentirosos e miseráveis "ataques" dum qualquer apparatchik/amanuense do regime, sobre a minha presença ao serviço do Clube como dirigente, seguidos de duas ameaçadoras mensagens sms (o que não incrimina quem aqui me "atacou"), comuniquei a velhos e recentes amigos Benfiquistas a cessação da minha "vinda" ao Novo Benfica. Há momentos para a luta; e há momentos em que não devo lutar contra a sabujice.

Porém, lido este seu post, bem como os posts de Bruno Carvalho sobre José Torres, e de António de Souza-Cardoso, não devo guardar só para mim e para Benfiquistas próximos, não tanto a indignação ou desilusão perante resultados desportivos e administrativos, mas sobretudo a preocupação pelo rumo, rumo global do S.L.Benfica.
O que está ciclicamente a acontecer no Clube, é grave. Exemplos recentes: mais um inexplicado empréstimo obrigacionista acrescido de juros; tomada formal, pelo BES, de 12% da SAD; encargos salariais incomportáveis e sem retorno desportivo; agravamento das dívidas; "casos" na área dos recursos humanos inadmissíveis tornados públicos; etc; etc.

Repito: quase todos os Benfiquistas persistem no rápido endeusamento de pessoas que chegam ao Clube como dirigentes, treinadores, gestores, directores ou jogadores. Pelo desespero por resultados desportivos positivos (os administrativos e económico-financeiros pouco lhes importam), entregam o destino do Clube a quem lhes surge como "grande Benfiquista-entre-os-grandes", "gestor competente", "jogador-craque", "treinador charmoso" ou..."presidente do povo".
Depois, e naturalmente pela inexistente incapacidade e vontade de questionarem as causas e causadores da vitória do Trofense, das eliminações da UEFA e da Taça de Portugal, da recente tomada de 12% da SAD pelo BES, pela ainda normal exploração da marca "Benfica" num potencial mercado, por um "grupo chinês" e por Berardo terem usufruido por "aquela OPA", por, por, por tantos destrambelhamentos, incapacidades e abusos, essa maioria de sócios regala o olho e pensa "positivo" com novas manchetes-tipo d'A Bola: "o Benfica merece ser campeão", dito por Suazo ou Aimar, há 5 meses no Clube e no futebol português; "deixem-nos ganhar no relvado", dito por Vieira, e, para reanimar o "campeão de Inverno", ressurge o "presidente do povo" em pose ocupante de todo o espaço da primeira página desejando "Boas Festas".
Não chega, é curto, para os reais e naturais objectivos do S.L.Benfica. Não basta entreter "o pagode". E a comunicação social subserviente não vence jogos.

Por tal, insisto que o Clube tem de ser REPENSADO, REDIMENSIONADO E REPROJECTADO (por que não com algumas pessoas que hoje estão na Luz !?), mas sob a liderança doutro e inatacável tipo de dirigentes, de Benfiquistas sem "vícios"-de-poder e imbuídos duma dinâmica alicerçada num profundo, ponderado e certeiro pensamento reorganizador de todas as estruturas do Clube.
Uma espécie de "momento Zero".

Os causadores do que foi bem e mal feito, têm nome.
Ninguém pede "cabeças a rolar". Mas deve-se exigir que respondam pelos seus actos e que não transformem de modo estratégico e lentamente para não atiçarem ânimos, o Clube numa oligarquia, numa "normal" sucessão de presidentes do Clube e da SAD...tacitamente já anunciadas e...admitidas.
Se há, uns mais Benfiquistas do que outros, e porque assim aceites fora do Estádio e catapultados dentro dos gabinetes dos dirigentes, então terá mesmo de haver alguém que, olhos-nos-olhos, questione os "novos donos" do Clube. Nome por nome. Cargo por cargo. "Notável" por "notável".

Cuidado (!) com o futuro próximo do Sport Lisboa e Benfica !...

Abraço, neste meu fugaz reaparecimento.



Comentar post

bloggers
António de Souza-Cardoso (perfil)
Bruno Carvalho (perfil)
Eduardo Sá (perfil)
José Esteves de Aguiar (perfil)
Miguel Álvares Ribeiro (perfil)
Paulo Ferreira (perfil)
Pedro Fonseca (perfil)
Raul Lopes (perfil)
visitantes em linha
posts recentes

Temos Benfica!

Venha o Porto!

As grandes noites europei...

Estamos outra vez de Volt...

Não podemos ficar a "boia...

mais comentados
429 comentários
295 comentários
280 comentários
253 comentários
últ. comentários
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
MiguelAgradeço a participação, sempre oportuna e c...
Meu Amigo Está engana. fomos nós, sem apoio ou ace...
arquivos

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds