Sábado, 29 de Novembro de 2008

António de Souza-Cardoso em 29/11/08 | comentar

Já há alguns meses que eu não sentia vergonha do meu Clube;

Já alguns meses que eu não sentia aquela eminente vulnerabilidade de ser humilhado, até por um transeunte;

Já alguns meses que eu não recebia tantas graçolas idiotas na minha caixa de mail ou no meu telemóvel;

E, no entanto, fui cauteloso a levantar a garimpa, neste novo ciclo.

Falei em tempo de construção: para assimilar rotinas e afectos – atitude, cultura comportamental; para se ganhar estrutura e sentido estratégico – desígnio, cultura organizacional.

Mas depois, claro, quem resiste á paixão quase pueril do “menino” Rui Costa? Quem não se deixa cativar pela seriedade, juventude e ambição de Quique Flores?

E lá me deixei levar na onda do “Novo Benfica” com que tanto sonho. E, de peito feito, sai para a Rua (que saudade de sair para a Rua), e voltei à arredondar um “até os comemos!” ou alambazar um “não vejo ninguém à minha frente!”. Maldita a Hora!

Por isso é que na quinta-feira, contra uma equipe de segunda a nível europeu, num jogo decisivo para a “reconstrução” do Novo Benfica, em cai. Cai lá bem do cimo da minha vaidade e da minha esperança, levada em asas da águia para o cocuruto desse Olimpo mais Alto.

 O Benfica continua adiado e isso é que nos tem que preocupar.

É verdade que é difícil sofrer 3 golos em pouco mais de 20 minutos (mas do Olympiacos??)

É admissível dizer que tivemos um golo mal anulado a Reyes e que o quinto do Olympiacos foi em vergonhoso fora de jogo (mas foi por isso??).

A verdade disse-a Quique Flores com aquela honestidade de que não sabe fugir – “Tivemos um Benfica de Papel” .

E este Benfica frágil, leve e inconsequente, lembra muito o “Velho Benfica” que nunca quisemos assumir mas que há muito que perdeu o seu instinto e a sua grandeza.

É verdade que o Benfica bateu mais fundo do que todos julgamos com Administrações desastrosas de Manuel Damásio, Vale Azevedo ou outros. Mas também aí fomos nós que nos quisemos enganar e que fizemos de “Calimero” arranjando todas as desculpas e subterfúgios para explicar o nosso insucesso.

É verdade que “Roma e Pavia não se fizeram num dia” e que fazer leva sempre mais tempo e energia do que desfazer.

É verdade que esta Direcção e este Presidente ajudaram a credibilizar e a construir a esperança Benfiquista.

Mas não está tudo bem, como nos querem fazer querer.

Falta-nos tempo e sobra-nos caminho para refazer a tal cultura comportamental e organizacional.

E é por isso que temos que ser exigentes com este Benfica. Exigir que todos: Dirigentes, Treinadores, Jogadores, Claques e Massa Associativa estejam à altura da Força e da Mística do Clube. Estejam em linha com a Esperança e a Altivez que é urgente devolver ao Benfica.

Para que nunca mais, mas nunca mais voltemos a esta sensação de impotência, de humilhação e de vergonha.

A mesma que eu vi nos olhos do meu Filho - que transbordam sempre de paixão e esperança Benfiquista.

 

António de Souza-Cardoso

 


sinto-me: Humilhado
música: Shame On You
tags:


79 comentários:
De TUNA a 4 de Dezembro de 2008 às 19:46
.1- espero bem que isto não seja o principio de alguma coisa nova(má claro!)
.2- Só porque pôe a minha pessoa no seu post não quer dizer que o post não deixe de ser humilhante para a carreira do benfica.
.3- Eu sei que basta falar na minha pessoa anima muito mais mas neste caso a humilhação e desprezo é tanta que nem vale a pena.



Abraço, tuna




De GC a 30 de Novembro de 2008 às 21:03
O FC Porto perdeu com o Arsenal 0-4.
A Selecção perdeu com o Brasil 6-2
O Sporting perdeu com o Barcelona 2-5 e (ja para nao falar nos 5-3 do Real Madrid)
E agora o nosso Benfica perde por 1-5.

Será isto o principio de algo novo?
Será que estamos todos na liga dos piores.

Ontem ouvi um discussão entre dois miudos cujo tema de discordia era saber o que era pior: a derrota do Benfica ou a do Sporting.
Será este o futuro das equipas portuguesas? Saber qual é a menos má? Qual é a que nos faz passar a vergonha menor?


De António de Souza-Cardoso a 30 de Novembro de 2008 às 21:30
Concordo consigo. asc


De Manoel Barbosa a 30 de Novembro de 2008 às 23:44
GC,

Esse, foi o antetítulo do jornal "A Bola" para "almofadar" a derrota do S.L.Benfica...

Quando um jornal com essa "responsabilidade" procede assim, é natural que a discussão estéril se propague.


De GC a 1 de Dezembro de 2008 às 21:32
Caro Manoel,
Se alguém ja escreveu sobre este assunto é porque os factos o permitem.
Eu por acaso não costumo comprar nem ler jornais desportivos, como tal não tinha conhecimento de tal artigo.
Portanto a responsabilidade é minha e não de nenhum jornal.
Quanto a discussões estéreis, convenhamos que estamos num site sobre futebol, portanto qualquer discusão que se possa ter aqui nunca será de grande erudição.
Com os melhores cumprimentos,
GC.


De Manoel Barbosa a 3 de Dezembro de 2008 às 22:57
Caro/a GC,

Também não compro jornais desportivos, desde Junho de 2002. Aliás, comprei os três desportivos quando vencemos o último campeonato, e um outro em Outubro de 2007.
Sei porque e como surgem manchetes e algumas notícias.
Não preciso deles como "veículos de informação".
Detesto ser enganado, que me tomem por tolo e... subserviente comprador.

Leio os títulos na banca de jornais e basta-me. E Esse antetítulo por nós referido, enfim...

Abraço


De FPR a 30 de Novembro de 2008 às 18:58
Caro Amadeu, garantem-me que as comitivas do Benfica ao estrangeiro têm quase tantos pseudo-dirigentes e directores como jogadores. Para quando o fim desta feira de vaidades? Pensei que a chegada do nosso Rui ao poder acabasse com tudo isto. Pelos vistos, enganei-me.


De António de Souza-Cardoso a 30 de Novembro de 2008 às 21:32
Percebo o que diz, embora não seja esse , parece-me. o problema principal do Benfica. Abraço.asc


De Manoel Barbosa a 1 de Dezembro de 2008 às 15:34
FPR,

Quando eu fui dirigente, infelizmente para o Clube e para os Sócios e adeptos, estivemos fora das competições europeias, coincidindo mesmo com a pior e vergonhosa classificação de sempre, o 6º lugar.
Portanto, porque não houve viagens ao estrangeiro, os auto-convidados, os penetras, os benfiquistas de ocasião "ficaram em terra", privados das benesses inerentes ao estatuto de "convidados especiais".
Creio ainda hoje, que se a equipa tivesse ao tempo essas deslocações, Manuel Vilarinho cortaria muitos candidatos a VIP's..."notáveis" incluidos.

Antes e depois de M.Vilarinho, essa "feira de vaidades" (como FPR muito bem identifica) aconteceu e prossegue.
Muita dessa gente nada deu ao Clube !
Muitos desses vaidosos(!) convidados nunca socorreram o Clube em momentos de aflição !
Contam-se pelos dedos duma mão, os que lutaram contra a gestão ruinosa e despudorada de V.Azevedo !
Quase todos exibem patetica e posteriormente o comprovativo "estatuto" de "especiais" viajantes com A ou Z !
O "presidente do povo" precisa e gosta estar rodeado por agradecidos e servis amanuenses, por já usados e novos apologistas, apoiantes da sua presença e gestão do Clube: nos aeroportos, durante e após as viagens. E no camarote presidencial.
Neste, lugar apetecido por muitos (no meu tempo eu dizia que era um local que decerteza tinha "mel"...), é vê-los, muitos, não se sabe porque méritos como Benfiquistas, vaidosecos por privarem antes, no intervalo e depois dos jogos com "esse", "aqueloutro" "famoso"...

Mas quando o Sport Lisboa e Benfica precisou deles, nada lhe deram, sequer defenderam ou enviaram uma mensagem de apoio !...

Abraço


De Andesman a 30 de Novembro de 2008 às 18:51
Não me falem de Damásio, que considero o pior presidente do BENFICA. Responsável pela descida do GLORIOSO aos infernos. Damásio que considero responsável pela ascensão de Vale e Azevedo à frente do Benfica e do triste destino que se seguiu.
Triste fico, em cada desaire do GLORIOSO: seja em Vigo por 7, seja no Piréu por 5. Eu que sou responsável por alguns jovens de grande qualidade, sofrerem hoje com os insucessos do nosso clube. Sofro, mas aguento, e compreendo que esta equipa do Benfica tem mais qualidade e mais soluções, mas ainda é composta pelas sobras de outros clubes. Ora, um clube da dimensão do BENFICA tem de ter atletas de primeira linha. Tem que ser uma equipa de presente e de futuro, e não uma equipa de reabilitação da carreira de alguns jogadores. Mas o caminho por mais algum tempo, terá inevitávelmente de ser este.
Talvez nós os benfiquistas, naturalmente orgulhosos, merecemos esta provação, para moderarmos a nossa arrogância de vencedores. Porque os vencedores são geralmente arrogantes e precisam de vez em quando de descer aos infernos para depois voltarem a subir aos céus.

Viva o GLORIOSO SLB!!!


De António de Souza-Cardoso a 30 de Novembro de 2008 às 21:33
Caro Andesman

O poblema é que andamos tempo de mais no purgatório.asc


De courato a 30 de Novembro de 2008 às 15:27
Porra, minha gente,
com escribas destes, mais vale andar à chuva.

Fazem coro com os nossos adversários. É por serem mais exigentes? O caraças...

Eu pelo menos quero que o meu Benfica ganha sempre. O meu clube nunca me envergonhou, eu é que sinto vergonha, por nem sempre fazer o que devia para lhe proporcionar que ele merece, pelo que nos tem dado.

Esta porra de blog, os seus escribas, querem por força, que sejamos iguais aos adeptos de PC.

Não. Quero e sou orgulhoso do meu clube e sei das más horas, que passámos, sob todos os aspectos. Mas recuso-me, qualquer que seja a circunstância, a alinhar com o coro dos nossos adversários.

Enoja-me o aproveitamento de benfiquistas que no seguimento de uma derrota, ponham em causa tudo e todos do Benfica que temos.


De courato a 30 de Novembro de 2008 às 15:12
Competir em igualdade


(...)
Independentemente, deste aspecto, na óptica meramente competitiva, há um outro, no minimo gerador de suspeições. É o facto, sobejamente conhecido, da falta de dinheiro para pagar salários aos jogadores, com que se debate o Estrela. Ora um pedido de adiamento em tais condições e para um jogo, com um clube vezeiro no uso de uma série de truques para levar a água ao seu moinho, deveria merecer às autoridades desportivas uma explicação convincente sobre as razões do adiamento em causa. E depois dizem que querem acabar com o clima de suspeições que existe no futebol...

Tudo isto a propósito, da leal concorrência que deveria existir na disputa da Liga de futebol e não existe.
E porquê?

O FC Porto foi jogar à Turquia, depois de ver adiado o seu jogo da Liga. Foi folgado. Jogou na terça-feira e volta a jogar na segunda.
Por sua vez, o Benfica, cumpriu o calendário, teve lesões prejudiciais à equipa nesse jogo, jogou na quinta-feira e volta a jogar na segunda.
Não é necessário grande esforço, para se chegar a duas conclusões.
1 - O Porto foi, é, o clube beneficiado.
2 - O Benfica, nesta comparação, foi o clube prejudicado.

(...)

No meu blog

( www.bolas-etc-e-tal.blogspot.com )

recentemente inaugurado, sem almoços ou outros eventos, abri, com a questão dos 5 a 1 e com a concorrência, que deveria ser leal, na disputa da liga.
Acima dou apenas uma passagem superficial, mas suficientemente clara para abrir olhos e mentes a quem quer continuar na mesma.

Não seria este um caso a merecer importante debate no quadro do futebol que se quer (dizem) seja disputado em igualdade de circunstâncias?

Srs. profissionais da comunicação estão à espera de quê? Desenvolvam... mostrem.


De António de Souza-Cardoso a 30 de Novembro de 2008 às 21:37
Bem vindo á Blogosfera. Não concordo com a perspectiva, sempre desculpabilizante do nosso Clube. O Clube é o que quisermos que seja. Co mais ambição ou conformismo.asc


De courato a 30 de Novembro de 2008 às 23:47
Não concorda nem eu.

É alinhando com o coro que desaparecem os 5 a 1.?

Ou será incentivando a equipa, o clube, a ganhar já amanhã para ascender ao primeiro lugar?

Mostre todo esse não querer arranjando melhores alternativas no próximo acto eleitoral, aos actuais dirigentes.

Só vejo é conversa fiada, quanto a obras, só depois das realizadas por LFV, é que começam a surgir interessados sem dar a cara.

Se é para melhor que apareçam e dêem a cara e garantias.


De António de Souza-Cardoso a 1 de Dezembro de 2008 às 13:22
Eu não sou candidato a coisa nenhuma. Mas pelo que vejo um adepto e sócio como eu perante a eventualidade de sermos todos os domingos humilhados tem 2 alternativas - ou aplaude para incentivar os jogadores para o domingo seguinte, ou se candidata a Presidente. Sabe que este e espero que o Seu Blog servem para pensarmos o clube, com diferentes sensibilidades, temperamentos (eu envergonho-me, veja lá) e perspectivas.asc


De courato a 1 de Dezembro de 2008 às 14:50
Obviamente que cada um sente o que sente.

Mas há um minimo: não alinhar no coro dos adversários. Mas sim, combatê-los nas suas "trafulhices" mais ou menos albardadas.

Essa da desculpabilização é "gira"... mas aonde e quem foi que a usou, aqui no fórum ou pela voz oficial do clube?



De Vitoria do Benfica a 30 de Novembro de 2008 às 12:45
Bom Dia Caro ACS e restantes visitantes do blog

Julgava eu quando li o seu Post e os seus comentários aos comentários que escreveram sobre o seu Post que o ACS iria falar:

1. Da Vitória do Benfica sobre o Sporting em Futsal

2. Da Vitória do Benfica em Hoquei em Patins

3. Dos 400 jogos do Nuno Gomes e da suas qualidades como organizador de jogo

4. Do desmentido da SAD do SLB sobre a manchete do Jornal “O Jogo” sobre Katso que o próprio jornal se contradiz no seu interior na mesma edição. E que mereceu irritação por parte do jogador

5. Da entrevista de Luís Filipe Vieira à SIC, onde se afirma que o Estádio da Luz estará pago dentro de 2 a três anos. E que a maioria das noticias sobre jogadores são falsas


6. Do maravilhoso artigo de António Cartaxo no Jornal “ O Benfica” onde compara o capitão de um clube com o concertino e o maestro de uma orquestra sinfónica.

7. Dos 66 anos do Jornal “O Benfica” o primeiro jornal desportivo

8. Do artigo de Arons de Carvalho no jornal o Benfica onde se explica como as contas do Benfica são as mais transparentes dos clubes da Liga.

9. Da entrevista de Fernando Santos o treinador despido que continua sem sombra de rancor a amar o seu clube de coração mesmo depois de os resultados da ultima época terem demonstrado que foi um erro o seu despedimento.

10. Do empate do Leixões com a Naval, que dá oportunidade ao SLB de ser lider isolado do campeonato.


Mas não! o ACS falou de uma velha tragédia grega, que o ACS não consegue ultrapassar e que precisa da nossa ajuda para responder às provocações de terceiros.

E nós cá estamos para o apoiar e lhe dar conforto, porque aos jogadores, o treinador o director desportivo os reais intervenientes do processo de Vitórias, Empates e Derrotas, já o ultrapassaram e já só pensam como vão montar a táctica para ganhar ao Setúbal

Não se esqueça ACS ! o BENFICA, fez-se, faz-se e continuará a sua História com os Benfiquistas e não com os seus adversários. Por isso como grande Benfiquista que é, siga um bom conselho - Valorize o bom e descubra como um adepto pode contribuir para ultrapassar os erros e as debilidades do clube do seu coração.

Nós vamos ajudá-lo, meu caro ACS .

Benfica sempreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee


De António de Souza-Cardoso a 30 de Novembro de 2008 às 14:56
Pois Cara Vitória.
Vamos dizer que eu sou mais insatisfeito ou exigente que a minha Amiga e que quando o Benfica é humilhado como foi por uma equipe pequena, fico assim. Zangado com a Vida. Triste com o Clube. De qualquer forma obrigado pela ajuda.asc


De Vitoria do Benfica a 30 de Novembro de 2008 às 17:05
Meu caro amigo ACS
Junto apresento a cópia do Post que o Pedro Ferreira postou na Tertúlia Benfiquista:Penso eu de que não é plágio e acredito quue o Pedro não se importa de eu copiar para aqui o seu/dele comentário



"Este Benfica de Enrique Flores e Rui Costa é um fogo que tem o condão de acender outros fogos.



Mesmo depois de uma copiosa derrota, sinto (sentimos!) que a chama imensa é novamente alimentada por um fogo.



Nestes momentos é imperativo estarmos alerta, é imperativo que não nos esqueçamos do que somos. É imperativo que não nos esqueçamos do que é a matriz de “ser benfiquista”. Entre a nossa identidade benfiquista e a missão a que essa identidade nos obriga, entre o que somos como benfiquistas e o que fazemos enquanto benfiquistas, está a consistência de cada um de nós no que é “ser Benfica”.



A nossa história colectiva é o fundamento da nossa unidade. É uma unidade feita de várias vozes, de vários sentires e de diferentes contextos. Mas são diferenças que se esbatem perante o que é verdadeiramente grande e importante. Por isso é que cada benfiquista deve procurar a sua identidade em companhia, deve procurá-la juntamente com as outras vozes benfiquistas. Por isso é que cada benfiquista deve procurar-se no nós, no colectivo.



Esta experiência de ser benfiquista, de “ser Benfica”, não é um alicerce lançado e petrificado no tempo, no passado. Tem de ser vivenciado e experimentado no presente. Tem de ser testemunhado no presente. Tem de ser continuado e alimentado no presente.



Sendo o Benfica o tal fogo, a tal chama inspiradora, saibamos, cada um de nós, ser uma chama que ateie um novo fogo e transformemos a nossa Catedral num Inferno da Luz. É nestes momentos de maior dor (não há paixão sem dor) que temos de saber “ser Benfica”. Nunca deixando de ter um espírito crítico, mas sabendo que esse espírito nos obriga, também, a acreditar no caminho que estamos a percorrer. Eu acredito nesta equipa e esta equipa merece esse testemunho de benfiquismo. Eu acredito no presente do Benfica e acredito no futuro do Benfica.



Escrevo agora para todos os que sentem esta crença. Acreditar no Benfica obriga-nos a ser e a agir. Obriga-nos a “ser Benfica”, a procurar a nossa identidade, mas também a agir de acordo com a identidade encontrada. É a busca da acção depois da contemplação.



A acção é, actualmente, clara: marcar presença e dar testemunho. Marcar presença na Catedral para dar testemunho do nosso benfiquismo. Marcar presença junto dos nossos para dar testemunho do nosso benfiquismo. Gritar bem alto, a plenos pulmões, o grito que nos alenta a alma: Benfica!



Mostremos, na segunda-feira, perante o Setúbal, que a chama acesa neste renascido fogo não se apaga com qualquer sopro de adversidade.



Vamos dizer presente!

Vamos gritar Benfica!

Vamos “ser Benfica”!

_____



fotografia de Nuno Ferreira Santos (link)




escrito por Pedro F. Ferreira às 14:00 no Tertulia Benfiquista em 29/11/2008. Copiado para o Novo Benfica por Vitória do Benfica em 30/11/2008


De António de Souza-Cardoso a 30 de Novembro de 2008 às 21:39
Muito bonito o post do Pedro. Obrigado pela partilha.asc


De Vitoria do Benfica a 30 de Novembro de 2008 às 17:11
Meu amigo ACS aqui vai outro comentário o do Quique que eu gostei muito, nesta tarde chuvosa em que a nossa equipa prepara o jogo com o Setúbal

Gesto de adjunto do F.C. Porto «não merece comentários»

O gesto de um adjunto do F.C. Porto com as mãos a indicar um 5 e um 1, foto publicada na imprensa, não mereceu grandes considerações do treinador do Benfica, Quique Flores, que perdeu por aqueles números frente ao Olympiakos, na Grécia, para a Taça UEFA.

«Não me merece nenhum comentário, sou feliz por quem sou e por aqueles que me rodeiam, trabalho com gente sã», disse o treinador, acrescentando que «é mais difícil viver com rancor e inveja» e garante: «Nós vivemos de outra forma.»

E eu acrescento, eu adoroooooooooooooooooooooooo o Quique, caro António junte-se ao Quique e deixe as provocações para o Dark side of the moon



De António de Souza-Cardoso a 30 de Novembro de 2008 às 21:41
Vitoria

Eu nunca disse que não gosto do Quique. Gosto é mais dele quando a Vitória estápor perto.asc


De FranciscoB a 30 de Novembro de 2008 às 17:45
Não sei porque insiste em considerar o Olympiakos um equipe pequena?

É o clube com mais títulos da Grécia, como o Benfica, investiu imenso (e bem, pelos vistos...) este ano no seu plantel e conta com milhares de adeptos fervorosos (até demasiado...) a apoiá-lo.

Lembro que a Grécia foi, há pouco tempo, Campeã da Europa em Portugal e que qd o Benfica tinha uma das melhores equipas da Europa, nos anos de Eriksson, tb perdemos na Grécia 1-0, tendo, na altura, o Olympiakos uma equipa muito inferior à actual.

Saudações Benfiquistas.


De António de Souza-Cardoso a 30 de Novembro de 2008 às 21:43
Caro Francisco

Não julgo que seja comparável aos grandes como o Benfica, o Real, o Milan, o Manchester ou o Liverpool. Diga-me o que ganhou na Europa o Olympiakos?asc


De Eduardo Terra Limpa a 1 de Dezembro de 2008 às 00:14
Olá Vitória

Gostei do post.
De facto se numa altura destas que começamos a ganhar e podemos manter o nível de resultados que temos não vamos ajudar com o nosso pessimismo.
Acabei de ver os resultados desta semana:
Hóquei em patins ---Vitória
Andebol----derrota com o FCP
Futsal-----Vitória
Basquetebol----Vitória
Voleibol-----Vitória

Parece que tanto a equipa de futebol como as várias equipas das modalidades não estão tão mal assim.
Há que levantar a cabeça, sacudir o pó e olhar em frente, mas onde eu já li isto.
nas equipas jovens continuamos a fazer figura.
Nos juniores fomos empatar a Alcochete e mantemos o 1º. lugar.

De facto há que varrer com o pessimismo e partir para outra.
O futebol e o amor ao clube renovam-se e fortalece-se.
Costuma-se dizer que é no infortúnio que conhecemos os verdadeiros amigos.

Cumprimentos e Viva o Benfica

EEBot.


De Arquivo Vivo a 30 de Novembro de 2008 às 11:25
Cada um tem o direito de sentir o que lhe aprouver
quando o seu clube sofre derrotas, humilhantes ou não.

Eu, não sinto vergonha, sinto raiva.

Não há nada no meu clube que me envergonhe, há é
performances menos conseguidas que, por vezes, nos
conduzem a situações como a da passada 5ª feira.

O que é necessário é fazer-se de imediato as correcções necessárias.

Não é um analfabeto boçal, iinebriado por fumos corruptos, que ignora, nem um esfaimado apanhador
de migalhas, com os seus dichotes alarves, que me desviam desta convicção.

É a minha condição de adepto de um clube impar que
não me permite dar a menor importancia a quem na realidade não a tem.

A História ensina-nos que só os grandes vencedores
sofrem, por vezes, grandes derrotas.

Dos outros, não reza.

Bella Gutman, dizia que o Benfica não "tinha cu" para
2 cadeiras.

Talvez seja o caso desta equipa, em construção, e Quique o tenha percebido

Não me parece que o presidente tenha de ser crucificado por esta derrota, da mesma forma que não
terá de ser endeusado se, na 2ª feira, chegarmos ao
topo da classificação.

Embora perceba que vivemos numa era global, em que o nivelamento é feito por baixo, custa-me a ver
benfiquistas, ao menor contratempo, terem o mesmo
comportamento de adeptos de agremiações menores.

Para finalizar, a educação de um Benfiquista não é feita só de vitórias, embora estas sejam importantes,
é também pelo inculcar dos Principios e Valores que
sempre nortearam o clube da génese aos nossos dias.

Se isto for feito, não há derrota, por mais humilhante,
que abale as nossas convicções.

Se somos Benfiquistas, temos de o ser em todas as
condições e não temos de ter vergonha.



De António de Souza-Cardoso a 30 de Novembro de 2008 às 14:59
Pois é . talvez tenha razão. Eu não tenho vergonha de ter vergonha. Quando falho ou fico aquém do que poderia sinto vergonha e isso só me pode levar a corrigir.asc


De Arquivo Vivo a 30 de Novembro de 2008 às 23:18
Eu teria vergonha era se falhasse intencional e não circunstancialmente.

Eu teria vergonha se pertencesse ou admirasse um clube que aproveitando-se da permissividade da tutela,
dos interesses mesquinhos e venais de dirigentes e juizes de pacotilha e de uma massa, na sua generalidade, acéfala "conquistou" um rol de títulos, que estarão sempre inquinados pela suspeição.

Eu teria vergonha se pertencesse a um clube que se demitiu da sua condição de grande para receber, pontualmente, pela sua cobertura tácita das golpadas e pela bajulice, um ou outro mísero troféu.

Para concluir:

Eu teria vergonha de dizer que tinha vergonha do meu
clube.


De António de Souza-Cardoso a 1 de Dezembro de 2008 às 13:29
Somos diferentes meu Amigo
Eu nem me passa pela cabeça que seja sequer possivel falhar intencionalmente. Mas é possivel porque estavamos pior preparados, porque fomos mais preguiçosos, porque subestimamos o problema. E se o resultado for uma humilhação para nós e/ou para as pessoas/coisas de que gostamos não devemos ter vergonha de ter vergonha.
Mas acho que ja estamos no dominio pouco estimulante da semantica. Viva o Benfica.asc


De Manoel Barbosa a 30 de Novembro de 2008 às 03:23
"Pensei que o Benfica já tinha passado a fase das desculpas" -- João Vieira Pinto, in "O Jogo"
Excelente síntese do João !!

Quique pediu desculpa em Atenas -- porquê ? Ora essa ! Não tínhamos o melhor treinador, o melhor plantel, o melhor director desportivo, o melhor "presidente do povo" ?
Não tivemos (para quem lê...) o jornal "A Bola", desde sempre com Vieira, e há dias a pedir o Olimpo para o S.L.Benfica ?

Não tivemos há 1 semana um jornal gratuito cuja primeira página foi uma grande fotografia de Rui Costa e de Quique, com o título "A melhor dupla do Século !" ? -- que se saiba, um século tem 100 anos e esta dupla, ou duo, tem só cinco meses... Enfim...

Um dia, talvez eu escreva algo sobre a importância dos meios de comunicação social para a anestesia de muitos leitores e ouvintes.


Senhor António de Souza-Cardoso,

Numa sua resposta a um comentador, crê que "se Deus quiser", vencerenos o próximo jogo com o Vitória Setúbal.
Deus é só Benfiquista ? Só atende às preces dos Benfiquistas ?
Não é vitoriano ? Despreza as crenças dos adeptos do V.Setúbal ?
Respeito a sua religiosidade, mas "a coisa" não vai "lá" com preces nem crenças, mas sim com muito boa gestão de activos, competentes dirigentes, fria análise dos Sócios do Clube e da Sad, e não com o estouro de milhões de Contos por parte de Vieira (desde 2001 aportado no Clube...) na aquisição de jogadores, de técnicos, de administradores, de assessores absolutamente inúteis !
Nomes ? Quim Berto ou George Jardel, adquiridos ao Alverca(nunca jogaram...), Peixe, igualmente ao Alverca (jogou 45'...), Mantorras (nem comento...a contratação e o estado físico de então, e o recentemente renovado contrato até 2011), passando por Marco Ferreira, Moretto, Kariaka, Zoro ou Derlei, entre muitos (dezenas) doutros. Ah! E assessores do "presidente do povo" (sócio do S.L.B., do F.C.P., do S.C.P., do F.C.A., é obra !), como Jorge Gomes (!...) -- o tal das Antas em 1994...Lembram-se ?

Abraço


De António de Souza-Cardoso a 30 de Novembro de 2008 às 15:04
Julgo que está a valorizar um expressão usadas genericamente por Católicos como Eu. Claro que eu gostava muito que Deus fosse Benfiquista, mas tenho a certeza que não toma partido nestas coisas terrenas.
asc


De Manoel Barbosa a 30 de Novembro de 2008 às 15:23
Ironia minha, sobre Deus Benfiquista e Deus doutros clubes.... Tão-só, com todo o meu respeito por quem é católico ou doutra religião.

É que a capela no antigo Estádio de nada valeu...

Abraço


De António de Souza-Cardoso a 30 de Novembro de 2008 às 21:45
O importante é termos Fé Meu amigo.asc











De Manoel Barbosa a 30 de Novembro de 2008 às 22:25
Caro Amigo A.Souza-Cardoso,

No caso, tenho que depositar fé não só nas capacidades e conhecimentos dos administradores da Benfica Futebol,SAD ao contratarem jogadores, técnicos e corpo médico, mas também no talento e experiência de alguns jogadores.

Só que infelizmente para o Clube, essa minha fé fica ocasionalmente desfeita muito rapidamente perante evidentes incapacidades e flops...bastante dispendiosos !

Abraço


De FranciscoB a 30 de Novembro de 2008 às 17:49
Volto a não concordar consigo.

Deus toma sempre parte das "coisas terrenas".

Cumpre-nos a nós, Benfiquistas, fazer com que Ele nos ajude mais...

Saudações Benfiquistas.


De António de Souza-Cardoso a 30 de Novembro de 2008 às 21:49
O que quero dizer, concordando com o Manoel Barbosa é que os Setubalenses não são "Filhos de um Deus Menor". É só nesse aspecto que acho que Deus não entra nessas disputas.asc


De Manoel Barbosa a 30 de Novembro de 2008 às 22:14
Francisco B,

Como eu referi na "resposta" a A.Souza-Cardoso, respeito --mas respeito mesmo !-- quem tem fé em Deus.
E foi ironia minha, sobre as "graças de Deus" para o S.L.Benfica e no caso, para o V.Setúbal.

Só não compreendo quais e quantas as "forças"/preces terrenas necessárias que O levam a ser parcial, se perante dois campos/pedidos opostos para o mesmo objectivo.

Abraço


De FranciscoB a 1 de Dezembro de 2008 às 15:34
A nossa formação Católica impede-nos de considerar os fins como justificação para os meios...

Não é o mesmo caso de outras perspectivas do Cristianismo.

Não nos podemos esquecer que toda a organização fraudulenta do Futebol Português permitiu êxitos assinaláveis, quer a nível de clubes quer a nível de Selecções...

Nesta perspectiva, e sabendo que alguns dos seus orientadores têm formação e convicções Católicas, podemos presumir que serão consumidos pelas chamas do Inferno...

Resta-lhes o arrependimento, que, para ser verdadeiro, obrigaria, neste caso, a uma luta activa contra o monstro que construíram...

Saudações Benfiquistas.


De Manoel Barbosa a 1 de Dezembro de 2008 às 18:46
Francisco B,

Boa resposta/comentário, o seu !

Vale, por evidência, também para todos os clubes e dirigentes pecadores ou se quisermos, "pecadores".

Abraço com Saudações Benfiquistas


De AXN a 30 de Novembro de 2008 às 20:23
Manoel Barbosa

Isso é mesmo dor de cotovelo!
Se acha que ajuda o SLB, não deixe as coisas pelas entrelinhas, conte o que lhe vai na alma.
DESABAFE!
Apresente as razões por que se demitiu ou o foi demitido.



De Manoel Barbosa a 30 de Novembro de 2008 às 22:03
AXN,

Nenhuma, mas mesmo nenhuma "dor de cotovelo" tenho ou terei sobre a vida Benfiquista, quer a que eu vivi como dirigente, ou, e muito menos, sobre a protagonizada por outros, desde o adepto ao jogador.
Tenho, tal como AXN ou outra pessoa, direito a pensar, concluir e expressar sem ajuda ou constrangimento, opinião sobre o que diariamente "movimenta" o S.L.Benfica.
No tempo de V.Azevedo, eu e outros também éramos atacados. Habituámo-nos. Afinal tínhamos razão.

Não fui demitido -- demiti-me !
As causas foram públicas então. Dentre elas, a recusa em estar "ao lado", ser "par", conivente de Vieira.
Tal como fizeram mais 10(!) outros dirigentes no mandato de M.Vilarinho e nos mandatos de Vieira-presidente, o seu primeiro vice Fonseca Santos, o vice Rui Mascarenhas Santos e mais recentemente o outro vice Fernando Tavares.
Também todos eles sem o que AXN entende "com dor de cotovelo".

Há dois tipos de dirigentes: os que servem o S.L.Benfica; e, infelizmente e ciclicamente, os que se servem desse estatuto para benesses e usufruto pessoal ou profissional.
Os que o servem não têm "dor de cotovelo" quando renunciam aos cargos.

Abraço


De Manoel Barbosa a 1 de Dezembro de 2008 às 00:27
AXN

Já lhe respondi há cerca de 2 horas.
Por certo será colocado o meu comentário.


De Eduardo Terra Limpa a 29 de Novembro de 2008 às 23:10
Caro Souza-Cardoso
Depois de ter escrito o meu post, li no site do Benfica que afinal a notícia sobre a negativa de o Katsuranis em jogar na defesa na Grécia, que erradamente eu disse ter sido no jornal Record, afinal foi uma notícia no Jogo. Foi quando passei por uma banca de jornais que de relance vi a notícia.
De qualquer forma se foi no Jogo, não seria de esperar outra coisa, já que se trata de um jornal que tem de especular para vender jornais.
De qualquer forma as minhas desculpas ao Katsuranis.
Também posso afirmar que a existirem casos como este no seio da equipa, a minha opinião não muda uma vírgula, daquela que expressei no meu post.
Do erro do jornal e do comentário da notícia as minhas desculpas.
Acabei de ver a eliminatória do Futsal, onde o Benfica, com um jogo muito bom conseguiu bater o Sporting por 6 a 4.
Parabéns ao André Lima e a todo o grupo de jogadores e corpo técnico.
Parabéns também ao Sporting pela forma galharda como se bateu e ao seu treinador que soube digerir a derrota.
É com este tipo de atitudes, durante o jogo, jogado com correcção de ambas as partes, sem influência da equipa de arbitragem e com desportivismo no final que se deve encarar o desporto.
Tudo é efémero. Os resultados renovam-se e apenas ficam para a história.
Vamos continuar a bater-nos pelo Desporto

Viva o Benfica
Cumprimentos

EEBot.



De António de Souza-Cardoso a 30 de Novembro de 2008 às 15:06
Já tinha visto esse desmentido no comentário da Vitória. Ainda bem que assim é.asc


Comentar post

bloggers
António de Souza-Cardoso (perfil)
Bruno Carvalho (perfil)
Eduardo Sá (perfil)
José Esteves de Aguiar (perfil)
Miguel Álvares Ribeiro (perfil)
Paulo Ferreira (perfil)
Pedro Fonseca (perfil)
Raul Lopes (perfil)
visitantes em linha
posts recentes

Temos Benfica!

Venha o Porto!

As grandes noites europei...

Estamos outra vez de Volt...

Não podemos ficar a "boia...

mais comentados
429 comentários
295 comentários
280 comentários
253 comentários
últ. comentários
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
MiguelAgradeço a participação, sempre oportuna e c...
Meu Amigo Está engana. fomos nós, sem apoio ou ace...
arquivos

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds