Domingo, 23 de Novembro de 2008

António de Souza-Cardoso em 23/11/08 | comentar

Hoje, com sinceridade, não estava para escrever.

Regressei ainda esta madrugada de uma viagem, tão bonita como desgastante, a Shangai e Macau e já tinha arrumado a minha ausência de escrita nessa airosa desculpa de andarilho ausente do seu País.

Mas, depois, sobreveio esse monstro chamado “jet lag” que nos injecta uma inusitada espertina de que comecei a padecer poucas horas depois de me ter deitado.

O segundo culpado de eu ter rasgado a justificação da falta à escrita do “Novo Benfica”, é o Paulo Ferreira que no seu último post dá o mote do “Regresso”.

Para além do meu regresso que obviamente só eu sinto e a mim interessa, estamos também de regresso ao futebol. E julgo que neste Blog que pretende reunir reflexão e paixão benfiquista começamos, à portuguesa, a disputar terrenos e aprofundar pequenas diferenças, em vez de nos sentirmos na mesma Casa, irmanados pelo mesmo ideal e pela mesma ambição.

 Por isso, insistindo que a cordialidade e a educação (para além da legitimidade de qualquer opinião diferente e de qualquer critica construtiva) devem ser apanágio de quem participa no Blog (em qualquer blog..), julgo que é tempo de voltarmos á reflexão e discussão positiva sobre o futebol e o Benfica.

O próprio futebol do Benfica está de regresso com um jogo muito difícil frente á Académica. Estou seguro da consciência que todos temos sobre a importância de manter a distância para os nossos mais directos adversários e não deixar fugir essa extraordinária surpresa que é o Leixões. Como estou seguro que o Benfica tem equipa (tem equipas…) capaz de ultrapassar a Académica, num campo sempre muito difícil, de um adversário sempre muito combativo e valoroso. Estou, finalmente, seguro que se não houver outras surpresas (infelizmente esta época têm aparecido com inusitada assiduidade) o Benfica vai ganhar e o Luisão vai também ele, regressar aos golos, como tem sido habitual contra a Académica.

Porque estive ausente não acompanhei com profundidade a questão dos “No Names”. Toda a gente de bom senso defende a existência das claques no sentimento de festa e de “aficcion” que transmitem em cada jogo. Nenhuma pessoa de bom senso defende que estas organizações sirvam para a prática de actos criminosos.

 O Clube tem defendido bem essa destrinça (entre a árvore e a floresta) e deve continuar a fazê-lo com rigor e sem complacência, até porque é a imagem e bom nome do clube que estão em jogo. Mas a primeira vigia, o primeiro filtro e sinal de diferenciação, deve vir das próprias claques que não devem permitir que a sua organização sirva para albergar criminosos ou encapotar ilícitos que vão contra a sua natureza e desprestigiam a sua acção.

Ainda a propósito de regresso e das paragens (magnificas) de onde regresso, deixem-me partilhar convosco o desespero que é fazermo-nos entender na China. Estou convencido que os rapazes só não dominam hoje o mundo porque a morfologia da língua deles não lhes permite falar ou entender a nossa (ou qualquer outra) língua.

De forma que sempre que queríamos alguma coisa ficávamos nós num frenético e inútil esbracejar e eles com cara de assustada incompreensão. Para desanuviar a coisa (e tentar de novo) usei sempre uma táctica infalível: Mandava parar a conversa e dizia alto com o punho a bater no coração: Benfica! Benfica”!!  O “fácies” dos chineses mudava logo e a boca e os olhos rasgavam-se num sorriso único de reconciliação e simpatia. Depois de (eles e nós) dizermos muitas vezes: Benfica!, Benfica!, estavam criadas as condições para regressarmos ao entendimento.

Foi com a mesma intenção que escrevi este post: para uma modesta convocação dos benfiquistas para o regresso ao entendimento, ao futebol, ao sentido da Festa e ao inebriante sabor das vitórias.

O Regresso do Benfica. Do Mesmo que foi e do Novo que será, sempre Campeão!

 

António de Souza-Cardoso

 


sinto-me: contente
música: Saudade
tags:


10 comentários:
De Manoel Barbosa a 23 de Novembro de 2008 às 20:30
Senhor António de Souza-Cardoso,

Porque me interesso imenso pelo Mundo Benfiquista e também pelo (re)conhecimento do Clube por parte de povos e de comunidades com mínimas ou nenhumas ligações à História e Cultura de Portugal e do S.L.Benfica (no caso de Shangai, e sobretudo na Shangai de hoje...), peço-lhe o especial favor de me informar:
1 -- Esses chineses cuja "morfologia" (e cultura) "da língua" não lhes permite falar nem entender a nossa ("ou qualquer outra língua", sic), como é que imediatamente perceberam a palavra e a fonética, a sonoridade "Benfica" ?
2 -- Dado que, infelizmente, o S.L.Benfica não tem ido em final de época, com regularidade e exemplificando nos últinos 15 anos, a países asiáticos e à China (ao contrário do que têm feito o Manchester ou o Real Madrid), e também porque o Clube não tem participado com regularidade na Champions, como é que Vc. interpreta e concluíu a expansão, (re)conhecimento e imediata identificação com o S.L.B. por parte dos chineses ?
3 -- Associaram o Clube com que feitos ? Como antigo bi-campeão europeu ? Com Eusébio ? Com Portugal/Macau ? Com a Casa do Benfica em Macau ?
4 -- Quais os estratos sociais desses chineses que mudavam logo o "facies" "e os olhos rasgavam-se logo num sorriso único de reconciliação e simpatia" ao ouvirem a palavra "Benfica" ?
5 -- Que idades tinham ?
6 -- O Senhor A.Souza-Cardoso "meteu" conversa com esses chineses sobre o S.L.Benfica ? Até onde e porquê o (re)conhecimento do Clube ? -- que proporcionaram "as condições para regressarmos ao entendimento" ?
7 -- Não conheciam por exemplo o F.C.Porto ?

Grato, com abraço


De António de Souza-Cardoso a 23 de Novembro de 2008 às 22:17
Meu Caro Amigo

São muitas perguntas e algumas tenho dificuldade em responder. Estive em Shangai e Macau. Ma os chineses seguem o fenónemo desportivo e percebem que o desporto é uma ponte para a dificuldade linguistica que têm. Talvez por causa de Macau conhecem o Benfica e Eusébio. Conhecem também Cristiano Ronaldo e Figo e alguns mostraram conhecer o Porto. Não tive oportunidade de aprofundar porque a barreira linguistica é mesmo muito forte.

Abraço.

António


De Manoel Barbosa a 23 de Novembro de 2008 às 22:49
Caro Sr. António de Souza-Cardoso,

Conheço relativamente bem a receptividade, afectos e (re)conhecimento do S.L.Benfica em Macau e em Hong Kong, Shangai ou em Beijing. E noutros países asiáticos.
Também, qual a situação do S.L.B. no "ranking" asiático sobre os clubes europeus e brasileiros.

Mas queria saber mais, a partir das reacções dos chineses em relação ao Clube, e por si vividas.

Grato, com abraço.


De FranciscoB a 24 de Novembro de 2008 às 23:54
Sr. Barbosa:

O maior sinal da grandeza do Benfica é que os adeptos dos outros clubes têm de fazer comentários nos Blogs do Glorioso para se fazerem entender.

Cumprimentos.


De Manoel Barbosa a 27 de Novembro de 2008 às 15:01
Sr. Francisco B,

Só hoje me foi dado a conhecer o seu comentário.

Também há intervenções de Benfiquistas em blogs de adeptos doutros clubes.

Mas...o mais (extra)ordinário da "chegada" de adeptos doutros clubes ao universo do S.L.Benfica, é o do actual presidente: festejou derrotas e empates do S.L.B.; foi íntimo de Pinto da Costa e as famílias visitavam-se; viajou a convite do F.C.P. a jogos no estrangeiro; passeou triunfantemente P.Costa numa limousine na pista do F.C.Alverca (clube que entretanto acabou...), e, HOJE, continua sócio do F.C.Porto !! -- sem pudor... Etc, etc. Muitos etecéteras...

Abraço


De Valdir Cardoso a 23 de Novembro de 2008 às 15:22
Espero que tenha ido a Coloane comer um prato típico de Macau, os Peixinhos, que eu tenho tantas saudades.

E que tenha ido ao Sr Santos na Ilha de Taipa comer uma refeição portuguesa regada com os vinhos alentejanos enquanto nas paredes vai-se contando as fotos com o Sr Mário Wilson, galhardetes e bandeiras do nosso Glorioso.


De António de Souza-Cardoso a 23 de Novembro de 2008 às 16:37
Caro Valdir

Estive de facto da Taipa no restaurante do grande Sr Santos. Os peixinhos ficam para a próxima. Um abraço amigo. António SC


De Vitoria do Benfica a 23 de Novembro de 2008 às 13:03
Bom Dia Caro ACS outros amigos e restantes visitantes do blog.


È Bom tê-lo de volta e depois de uma longa viagem e de um jet –leg estar aqui a escrever para o nosso Blog e para o nosso clube.

Concordo em absoluto consigo todos somos do Benfica mas deveria ser reservado o direito de admissão de aqueles que pelo seu comportamento podem prejudicar o clube.

Quanto ao nosso futebol vamos ver se vamos jogar num 4x4x2 clássico ou no losango com Reyes e Ruben Amorim. Se coloca Cardozo e Suazo em detrimento de Nuno Gomes. O Ano passado os jogadores da Académica magoaram Cardozo e vamos ver o que faz Lito ou que instruções dá Paciência aos seus jogadores. Uma coisa é certa por muitos e muitos motivos e mais um o da derrota da semana passada frente ao Belenenses Paciência vai fazer tudo para sair do jogo com os três pontos.


PS.
1)O blog Forum Benfica publicou um dado interessante. Quando Manuel Vilarinho chegou à Presidência o SLB ocupava a 91 posição no ranking dos clubes hoje ocupa o 18º.

2) Em as cartas de A Bola um leitor Benfiquista o Joaquim Roque afirma a propósito dos rumores da saída de Quique para o Real Madrid o que passo a citar “aqueles que consideram que o importante, no Benfica, são obter vitórias menosprezando o trabalho de sustentabilidade económica e financeira que se é preciso fazer,. esquecem-se que a entrada no jogo da Guerra e Paz das Estrelas carece de Ás dos Cifrões”.



Saudações Benfiquistas


De António de Souza-Cardoso a 23 de Novembro de 2008 às 16:40
Cara Vitória

Julgo que Quique vai optar por um losango com Ruben Amorim e Reys e na frente com Aimar e David Suazo. Veremos. Interessantes os dados que manda: de facto sem sustentabilidade financeira não pode haver sucesso desportivo. O problema é que essa é uma condição necessária mas que pode não ser suficiente. Lembra-se da recente galáctica equipe do Real Madrid? asc


De Vitoria do Benfica a 23 de Novembro de 2008 às 19:56
Claro que me lembro, mas para tudo é preciso senso e o Real Madrid continua a ser o clube que mais titulos europeus e nacionais conquistou. Mas tb é preciso ver que a "estória" dos galácticos rendeu muito dinheiro ao Real Madrid. Recordo a incursão do clube em territótio asiático através do David Beckman.


Comentar post

bloggers
António de Souza-Cardoso (perfil)
Bruno Carvalho (perfil)
Eduardo Sá (perfil)
José Esteves de Aguiar (perfil)
Miguel Álvares Ribeiro (perfil)
Paulo Ferreira (perfil)
Pedro Fonseca (perfil)
Raul Lopes (perfil)
visitantes em linha
posts recentes

Temos Benfica!

Venha o Porto!

As grandes noites europei...

Estamos outra vez de Volt...

Não podemos ficar a "boia...

mais comentados
429 comentários
295 comentários
280 comentários
253 comentários
últ. comentários
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
MiguelAgradeço a participação, sempre oportuna e c...
Meu Amigo Está engana. fomos nós, sem apoio ou ace...
arquivos

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds