Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

Pedro Fonseca em 10/11/08 | comentar

Foto Jantar

O António Souza-Cardozo escreveu um texto admirável sobre o memorável jantar de sexta-feira à noite, no Estádio da Luz, organizado por este blogue. Sem Benfica no fim-de-semana, vejo-me compelido a abordar, de novo, esta iniciativa, que contou com a presença do Presidente, Luís Filipe Vieira, e do Director Desportivo, Rui Costa.

Receio, porém, não estar suficientemente à altura de tal tarefa, depois do que escreveu o Souza-Cardoso. Assumo, no entanto, o desafio.
Antes de mais, uma palavra de agradecimento para os benfiquistas que marcaram presença no encontro. Depois, o agradecimento que se exige ao Presidente Luís Filipe Vieira e ao Director Desportivo, Rui Costa. Não só pela participação mas pelas intervenções realizadas.
Luís Filipe Vieira falou da obra erguida em 5 anos, a sua “menina dos olhos”, da recuperação financeira, da devolução da credibilidade ao clube, da revolução encetada ao nível administrativo, com a modernização interna do clube – cuja “cereja em cima do bolo” é a ligação “online” a todas as Casas do Benfica -, o novo estádio e centro de estágio, a recuperação das modalidades, hoje com performances ganhadoras, do reforço da equipa de futebol, etc.
José Nuno Martins, director do Jornal do Benfica, escreveu em recente editorial que a obra de Vieira é fruto de uma extraordinária perspectiva “visionária” do que deve ser o Benfica do futuro.
O Presidente do Benfica realçou, ainda, os novos projectos que o animam para o futuro: o Museu, a Fundação, e, principalmente, a revolução que pretende fazer ao nível audiovisual, através da Benfica TV, sabendo que o Benfica é o líder em termos de audiências televisivas. A recente polémica com a ZON TV Cabo é a prova de que Vieira não recua, nem verga, na defesa dos interesses do Benfica.
“Se tenho alguma responsabilidade neste processo de recuperação e regeneração do Benfica é ter tido sempre a preocupação de não olhar para a árvore, mas sim para a floresta”, disse, durante uma intervenção clarividente e esclarecedora.
O Benfica do futuro exige que não se abalem os alicerces construídos nestes últimos anos. E, por isso, é imperioso que se recusem quaisquer aventureirismos, que levariam o Benfica, outra vez, até perto do abismo.
Rui Costa é o garante que aos 3 títulos conquistados nos últimos anos (Campeonato, Taça e Supertaça), muitos mais se vão somar. De uma forma consistente e permanente. Ao comando do futebol, Rui Costa sabe como ninguém do seu ofício. Respira futebol e benfiquismo por todos os poros e sente-se como peixe na água a falar do jogo que o elegeu como um dos seus maiores intérpretes de sempre.
Guardo ainda na memória uma frase do Rui, que me há-de acompanhar até Maio/Junho, quando o campeonato estiver no fim. “Vamos ser campeões”, disse o Maestro. Foram como acordes de música celestial estas palavras. Despedimo-nos com a “chama imensa” bem acesa dentro da nossa alma. O Benfica do futuro está lançado a grande velocidade.
 
Post-Scriptum 1: Uma das maiores conquistas de Luís Filipe Vieira foi a mobilização dos benfiquistas em torno do clube. Agora que tanto se fala em “militância” clubística, Vieira bem pode dizer: “uns têm-na, outros não”. E para provar esta realidade, basta ver que o Sporting, em dois jogos importantíssimos (Shaktar e FC Porto) não reuniu mais de 45 mil pessoas em Alvalade. O Benfica, na Luz, num só jogo (Galatasaray), ultrapassou essa fasquia;
 
Post-Scriptum 2: Perdoem-me esta “boleia”, mas, sobre o jantar de sexat-feira, podem ainda consultar o que escrevi n´”O Inferno da Luz”.

sinto-me: Campeão
música: Ser benfiquista


21 comentários:
De SLBsempre a 12 de Novembro de 2008 às 16:06
“Guardo ainda na memória uma frase do Rui, que me há-de acompanhar até Maio/Junho, quando o campeonato estiver no fim. Vamos ser campeões, disse o Maestro”

E, como sou mulher e porque sou mulher, tenho ângulo de visão mais perspicaz e capacidade de perscrutar, mas, e por muito que goste deste clube, também gosto de olhar para ele, sem ser com os olhos da paixão.
A identidade cultural está colada á pele de cada povo para o bom e para o menos aproveitável. A alma portuguesa é feita de sonhos, exprimindo o passado que foi e o futuro que nunca será. Não vamos iludir-nos, e achar que o Rui Costa é o novo Dom Sebastião, que com ele encontramos por fim, o caminho para o nirvana.
Não tenho dúvidas do amor do Rui Costa ao Benfica e do seu carisma, nem ouso pensar nisso. Mas, por vezes penso, que ainda o ano passado era jogador…
Penso sim, que o caminho para sucesso terá que ser feito com muito trabalho, perseverança e mérito de todos os colaboradores do SLB .
Vamos deixar de lado, este nosso legado messiânico, e dar tempo, a quem em prol do “Novo Benfica”, trabalha!


De Eduarda de Orey e Santiago (Duquesa) a 12 de Novembro de 2008 às 09:40
Estimados Benfiquistas,


Estou desolada com o baixo nível cultural que por aqui prolifera. Como podem V. Exas. querer colocar o futebol ao mesmo nível de outros programas tão mais interessantes que deixam de ser emitidos apenas porque o negócio futebol cria a alienação de um povo maioritariamente constituído por benfiquistas? É paradigmático o que aconteceu na passada 2ª feira. SL Benfica vs Desportivo das Aves? Ó meus amigos, poupem-me! Isto é arruinar um país. E vcs são culpados por cumplicidade. Que filhos estarão V. Exas a criar questiono-me...


De pge a 12 de Novembro de 2008 às 22:57
era só o que faltava agora virem-me dizer o que eu devo ou não devo gostar.

Se ha programas mais interessante tambem ha blogs concerteza mais interessantes por isso deixe-se desses moralismos baratos e vá dar banho ao cão.

Cumprimentos


De Eduardo Terra Limpa a 11 de Novembro de 2008 às 11:19
Cara Duquesa

De facto face aos exemplos mais gritantes da vida política, social e cultural portuguesa, o melhor será assistir a um bom desafio de futebol, já que quanto à solução dos problemas estamos todos a ver o que tem acontecido.
Na educação fecham-se escolas.
Na saúde fecham-se centros de saúde e hospitais
Na vida cultural, cobram-se bilhetes a preços proibitivos.
Na vida social, só falta recuperar as três classes que existiam no tempo dos seus antanhos:
Clero
Nobreza
Povo.
Cada qual em seu lugar.
Não percebe a Duquesa que o povo precisa de escapes e não tem dinheiro para comprar as revistas cor de rosa onde uma "elite" quantas vezes falida se mostra.
Não pode o povo vangloriar-se de ganhar milhões na bolsa, das viagens de turismo para repousar dos espaços da vida sedentária que continuam a gozar muitos dos previlegiados que existem no país.Tem o povo de ter um escape às frustrações de uma vida cada vez mais sem rumo e futuro e as duas horas que passam sentados ao sol ou à chuva torcendo pelo seu clube e assobiando o árbitro e os intervenientes transmitem-lhe uma paz de espírito, muito parecido com aquilo que os instruídos e educados neste país sentem quando vão assistir a corridas de cavalos e a sua égua ou cavalo favorito ganham.
Aí além de se divertirem passeiam toda a sua opulência e muitas vezes tentam mostrar aquilo que não tem.
O POVÃO, no qual eu me incluo, sinto-me ofendido, porque sabe uma coisa Duquesa: o meu avô materno fazia andar este país: era maquinista da CP, do tempo das máquinas a carvão e o meu avô paterno era alfaiate, profissão digna e a quem alguns previlegiados pregavam o calote.
Eu habituei-me a trabalhar desde os 11 anos de idade e tive de estudar durante a noite, partilhando com o trabalho para conseguir tirar o meu curso. Nunca tive oportunidade de ser menino.
Levo 40 anos ininterruptos de trabalho e não sei quando me posso reformar.
Veja o POVÃO por este prisma e não pela educação esmerada em colégios particulares e transporte com motoristas de libré.
Veja o POVÃO a andar de autocarro e a pé.
Veja a educação do POVÃO, que até consegue respeitar quem nas entrelinha o trata tão mal como é o caso e sabe porquê Duquesa?
Porque aqui só escreve quem tem sentido de entreajuda e respeito pelo próximo.
Para pedir melhores programas deveria dirigir-se ao Dr. Balsemão, Dr. José Eduardo Moniz e ao presidente da RTP que eu nem sei quem é.
Como disse a Vitória ser do Benfica é um estado de alma.
É gostar de algo e respeitar os demais.
É defender o seu ideal, que é vermelho e não azul.
Todos sabem que o FCP foi um clube criado pelo rei D. Carlos, daí a cor.
Nós apoiamos o hino da Maria da Fonte e erguemos a fronte, enquanto outros dobram a espinha em vassalagem.
Uns julgam-se vanguardas e portadoras da verdade última.
E já agora Duquesa, não julgue que somos como o coronel Machadinho, que dizia no tempo de estado novo " lembrai-vos que quem não está conosco, está contra nosco".
Duquesa para terminar: Viva a sua vida em paz escreva para outros blogues queixando-se da falta de qualidade dos programas, mas respeite o POVÃO pelas suas escolhas.
O Benfica, com blogues como este pretende ajudar a colmatar uma lacuna educacional e de respeito pela diferença.
Venha assistir ao nosso próximo jantar e ficará certamente com uma ideia completamente diferente daquela que a levou a escrever o seu post.

Tenha um bom dia Duquesa, mas deixe-me expressar um desejo meu
Viva Portugal, Republicano, Democrático, Laico e O BENFICA

EEBot.




De Luis T Melo a 11 de Novembro de 2008 às 10:48
Caro Pedro,
Que enorme prazer a noite de sexta-feira. A magia da tertúlia sendo o tema o Benfica do passado, presente e futuro. E que chama imensa se sentia naquela sala. Ânimo, fé, militância e, acima de tudo, disponibilidade para o Benfica. O sentimento que se viveu naquela noite, que dissipou qualquer tipo de cansaço apesar da atribulada viagem ( a da ida... porque a da volta foi bem mais calma), foi único. Tudo isto pensado e levado a cabo por ti. Bem hajas Pedro, e que nunca percas o entusiasmo e energia que fazem de ti um benfiquista que, junta ao amor pelo Clube uma dedicação entusiástica. Um abraço, Luis T Melo


De O INFERNO DA LUZ a 11 de Novembro de 2008 às 12:26
Caro amigo Luís, o prazer foi a tua companhia e a de todos os benfiquistas que estiveram no jantar. Todos contribuímos para essa memorável noite, que se há-de repetir. um abraço amigo e gostei de te reencontrar. Pedro Fonseca


De Vitoria do Benfica a 11 de Novembro de 2008 às 01:12
Boa Noite Caro Pedro e restantes amigos e visitantes do Blog

Escrevo depois de ter assistido na Luz a mais um bom jogo de futebol e sobretudo a mais uma lição de humanismo e de abordagem cientifica do ser humano. Quique Flores colocou hoje em campo não só uma equipa mas também implementou a forma como está descrito que se retira o maior aproveitamento de um jogador. Quique ao ter convocado, para o jogo de hoje jogadores como Yebda que sentiu profundamente a derrota de quinta-feira passada cujo resultado foi o seu golo. Permitiu concluir que aplica o método mais correcto de ganhar um atleta psiquicamente. No jogo gostei do regresso de Leo e tenho pena de só poderem jogar onze, estou a pensar no Sidnei e no David Luis mas as arrancadas deste pelo campo são fenomenais.

Estou a escrever depois de ter assistido a parte do programa A Bola é Redonda. Quero mais uma vez dar os parabéns ao Pedro e ao Raul pela forma cordata como representam o Benfica. Nós os Benfiquistas ficamos a saber que os representantes do FCP nunca ganhariam o prémio Fair-Play atribuido pela FIFA aos adeptos que promovem a tolerância, nos estádios.

Ficamos a saber que MS, reprova a atitude dos adeptos do Benfica depois da derrota com o Galatassary considera que quando os jogadores jogam mal se deve pelo menos assobiar e acenar com lenços brancos. MS não disse mas espero que não apoie “o refugado de cebola” .Foi infeliz no que disse MS.

Nós Benfiquistas, como o Pedro e o Raul referiram no Programa estamos a cultivar outra maneira de estar e de ser implementamos as resoluções da Comissão Europeia e da FIFA e da UEFA contra a violência e os excessos dos espectadores durante os jogos de futebol. Por isso não apoiamos a violência e promovemos a amizade e a fraternidade entre a equipa e os adeptos.

Na realidade os Benfiquistas poderão dizer a MS citando o final do Cântico Negro de José Régio:

.........SEI QUE NÃO VOU POR AÍ!

Saudações Benfiquistas

Obrigado Pedro, António e Bruno pelo maravilhoso jantar que organizaram


De O INFERNO DA LUZ a 11 de Novembro de 2008 às 12:29
Obrigado Vitória pelas tuas palavras, pelo teu benfiquismo. és um exemplo - uma Vitória do Benfica, que é aquilo que queremos sempre. bem-hajas. Pedro Fonseca


De Pedro F. Ferreira a 10 de Novembro de 2008 às 19:46
Pedro, um grande e sentido abraço pleno de benfiquismo. Efectivamente, há que repetir estes jantares. Não te esqueças (se esqueçam) de aparecer no próximo jantar de bloguiquistas.

Quanto ao jantar de sexta-feira, resta-me repetir aqui o agradecimento que te fiz pessoalmente pela excelente noite e pelo fantástico tratamento que deste (deram) à Tertúlia.


De O INFERNO DA LUZ a 11 de Novembro de 2008 às 12:44
Caro amigo Pedro, a Tertúlia é um espaço único de benfiquismo e tu um exemplo paradimático desse amor a um ideal único que nos une: O Sport Lisboa e Benfica. Saber que há benfiquistas como tu faz-nos acreditar que o Benfica é eterno, o que não é coisa pouca: há países que acabam e outros que nascem; há gente que morre e nasce todos os dias; há governos que caem e outros são eleitos; há clubes que fecham e outros que se criam. Mas o Benfica é Eterno. Um abraço amigo e saudações benfiquistas. Pedro Fonseca


De Bruno Carvalho a 10 de Novembro de 2008 às 19:29
Caro Pedro,
Escrevo para te dizer que estou totalmente de acordo com ao António Souza-Cardoso: o enorme sucesso que foi este jantar a ti se deve na íntegra. Foi um excelente momento para todos os presentes e que seguramente se repetirá mais vezes. Os meus mais sinceros parabéns pelo êxito que tu mereces por seres a pessoa fantástica que és, pelo amigo que és e pelo empenho que tens tido neste nosso Novo Benfica.
Viva o Benfica!
Um forte abraço deste teu amigo,
Bruno Carvalho


De O INFERNO DA LUZ a 10 de Novembro de 2008 às 19:45
Meu caro amigo Bruno: vamos lá ver se nos entendemos de uma vez por todas. Eu é que tenho honra e prazer em ser teu amigo. Mais, eu é que tenho honra em me teres como amigo. Aos meus amigos leitores deste blogue (milhares) e a todos os outros (dezenas de milhar) e a todos aqueles que hão-de vir ler este blogue (centenas de milhar), as minhas desculpas por este obrigatório elogio público ao Bruno Carvalho. Eu sei que o que interessa é escrever sobre o Benfica, claro que sim, mas peço desculpa por este "intermezzo" porque a amizade também tem muito valor. Que fique registado para memória futura, o Bruno Carvalho é a "alma" deste Novo Benfica. Segundo, o Bruno Carvalho tem aquilo que hoje em dia cada vez mais rareia - Coragem. Terceiro, o Bruno Carvalho e o António Souza-Cardozo são dois benfiquistas dos antigos, da velha cepa, dos que não vergam, dos antes quebrar que torcer. E pronto, está dito e escrito. E que seja a última vez que eu tenha de voltar a este assunto. Um abraço do tamanho do Benfica, o maior do Mundo. Pedro Fonseca


De Bruno Carvalho a 10 de Novembro de 2008 às 21:04
Obrigado Pedro pelas tuas palavras que muito me sensibilizam.
Um grande abraço
Bruno Carvalho


De O INFERNO DA LUZ a 11 de Novembro de 2008 às 12:45
Um abraço forte. Pedro Fonseca


De Eduarda de Orey e Santiago (Duquesa) a 10 de Novembro de 2008 às 14:56
Estimado Paedro Fonseca,

Começo por esta frase bastante elucidativa: «(...) sabendo que o Benfica é o líder em termos de audiências televisivas.» É um facto! Isso só vem provar que, infelizmente, o povo português não melhorou absolutamente nada. Os programadores das TV's em Portugal insistem em dizer que os telespectadores não estão preparados para programas melhores porque, simplesmente, são iletrados e não valia a pena estar a investir em documentários ou programas de cariz cultural semelhante. Assim, continua-se a investir naquilo que o "povão" gosta de ver: novelas portuguesas made in tvi, novelas brasileiras made in sic, malucos do riso e, finalmente, os jogos do benfica. Tenho pena que assim seja porque existem programas com muita qualidade que nos passam ao lado, simplesmente, porque este país em que vivemos continua a ser aquilo que sempre foi - atrasado. Aliás, o Benfica é o grande culpado do atraso e do alienamento do país. Estou em crer que o Portugal melhoraria substancialmente se o governo decidisse intervir e mandasse encerrar esta agremiação.


De Vitoria do Benfica a 10 de Novembro de 2008 às 18:43
Minha cara duquesa
Permita que lhe diga que aprecio imenso a sua capacidade de ler o melhor blog do maior clube do mundo. Na realidade uma análise mais profunda ao seu comentário recorda-me o facto de em Inglaterra a Liga dos Clubes ser presidida por sua Alteza o Principe William filho de Charles e possivelmente o próximo Rei de Inglaterra como pode ser verificado através do site daquela Associação ou por um site mais plebeu como o da Wikipédia.

É neste contexto que o informo que para além de não fechar o Sport Lisboa e Benfica que já conta com mais sócios do que o FCP e o SCP juntos deverá hoje ter um novo sócio.

Com os meus melhores cumprimentos


De the_passenger a 10 de Novembro de 2008 às 19:53
Eu gostava que me explicasse como é que países como Inglaterra e Espanha, onde o futebol também tem grandes audiências televisivas, conseguiram alguma chegar a um patamar intelectual superior ao de Portugal. Gostava de saber se os governos de tais países tiveram de tomar medidas semelhantes e encerraram clubes como Manchester United, Liverpool, Arsenal, Barcelona ou Real de Madrid para que a mentalidade dos seus cidadãos pudesse evoluir. Propor o encerramento de um clube de futebol como medida para combater o atraso de mentalidades e a iliteracia em Portugal é apenas a opinião mais estapafúrdia que ouvi nos últimos 10 anos. Haja paciência!!!
Proponho-lhe que manifeste a sua opinião junto dos directores de programação dos canais portugueses, pedindo-lhes os tais programas de carácter cultural que tanto a satisfazem em vez de vir apregoar barbaridades como aquela que acabou de escrever. Ou então satisfaça-se com os canais culturais, como o História, Odisseia ou o National Geographic, que hoje em dia estão disponíveis a muitos dos cidadãos portugueses, e sugira-os aos que ainda tenham algum motivo para ouvir as suas opiniões, poupando-nos das suas patacoadas de pseudo-intelectual de trazer no bolso.


De Hugo a 10 de Novembro de 2008 às 22:46
Cara "Duquesa",

Eu até concordo consigo sabe?

De facto, Portugal é um país onde as pessoas passam ao lado da cultura e do saber. É indesmentível. Não se vai a um museu, não se vai a um teatro, não se vêm programas televisivos relacionados com temas culturais, etc.

O público quer “Fado, Futebol e Fátima”…

Mas também é um facto que o futebol é, na minha humilde e modesta opinião, um dos poucos focos de interesse e de união do rico e do pobre, do intelectual e do analfabeto, etc, etc...

Quanto ao Benfica, bom...então isso é exageradamente verdade!

Opinar que o atraso deste país se deve a um clube de futebol que mais não faz que movimentar multidões e televisões só porque faz 1-2 jogos de futebol por semana é obra!!!

E os governantes? E a classe politica e dirigente que, julgo eu, é letrada, consciente e honesta ao ponto de fazer tudo pelo país e pelos portugueses, independentemente da cor clubistica?!?Esses não tem culpa…É o Benfica que governa!!!

Não me diga que ainda vai dizer que foi o Benfica que governou o país durante o tempo de Salazar, através da repressão e da ausência de investimento?!?E durante aqueles brilhantes anos da 1ª República de radicalismo laico?!?E, já agora, quando ainda nem sequer se dava um pontapé numa bola (digo eu, que nada sei), foi o Benfica que provocou a instabilidade que se viveu em Portugal durante praticamente todo o século XIX, fruto de políticas liberais e caciquistas que foram a base da democracia parlamentar que hoje temos vigente?!?

E poderiamos encontrar mais razões...ésó andar para trás...

De qualquer forma, se quiser fazer uma análise histórica mais concreta e objectiva sobre o atraso de Portugal terei todo o gosto em demontrar-lhe que o Sport Lisboa e Benfica, é, pelo contrário, um dos pilares de sucesso que podemos encontar cá “no burgo”….

Em suma, esse seu comentário, para além de despropositado e desprovido de inteligência, apresenta, digo eu, a sua personalidade: alguém que se julga detentora do saber e da verdade mas que mais não tem do que um vazio cultural que limita a objectividade do seu raciocionio...

E, mais lhe digo: Nós, o Benfica, prezamos muito os nossos adversários...sem eles não eramos o que hoje somos: um simbolo de vitória, conquista, união mas, acima de tudo, respeito pelo próximo e adversário que é, no fundo, quem faz de nós o maior e melhor clube do mundo...


PS- espero que a sua pessoa não seja uma das chamadas “elites” do nosso país. É que se for, eu tenho a certeza que o futuro de Portugal será tudo menos risonho...


De a 11 de Novembro de 2008 às 16:08
Lendo as suas palavras, cara duquesa, reforço a extrema e vital importância do dia 5 de Outubro de 1910 para o nosso país. Calculo que esteja falida, frustrada pela inutilidade do seu alegado título. Já agora, em vez de apelar à intervenção de um governo da República Portuguesa para mandar encerrar "esta agremiação", aconselho-a a pedir a intervenção do seu Rei D. Duarte, Duque de Bragança, para que, com a sua extrema influência e poder de decisão, aceda ao seu apelo. Aviso-a, no entanto e desde já, que ele é Benfiquista, portanto... Acredito, para terminar, que algo em si é azul, mas o sangue não será de certeza. Cumprimentos


De Dylan a 11 de Novembro de 2008 às 18:54
Já viu o que aconteceria se o Benfica fechasse portas? A economia entrava em recessão, o desemprego aumentava, nomeadamente entre o jornalismo desportivo e a comunicação social. Era a hecatombe total, o afundamento de um país, o caos económico-social, a anarquia total.

Não condene os portugueses a mais este flagelo...


De lbs a 11 de Novembro de 2008 às 19:51
Cara Duquesa de... Falida. Pela aragem se vê quem vai na carruagem. A senhora Dona Duquesa de... Falida, não gosta do BENFICA, mas minha cara nós os BENFIQUISTAS também não gostamos de si, portanto nesse ponto estamos de acordo. C(o)ltura? Mas olha quem fala. Sabe que de Duques e Duquesas ficou o povo cheio em 1910 e deu-vos um pontapé no trazeiro real, para nunca mais. Não fora isso e estariamos aí sim a falar de falta de cultura.
BENFICA SEMPRE


Comentar post

bloggers
António de Souza-Cardoso (perfil)
Bruno Carvalho (perfil)
Eduardo Sá (perfil)
José Esteves de Aguiar (perfil)
Miguel Álvares Ribeiro (perfil)
Paulo Ferreira (perfil)
Pedro Fonseca (perfil)
Raul Lopes (perfil)
visitantes em linha
posts recentes

Temos Benfica!

Venha o Porto!

As grandes noites europei...

Estamos outra vez de Volt...

Não podemos ficar a "boia...

mais comentados
429 comentários
295 comentários
280 comentários
253 comentários
últ. comentários
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
MiguelAgradeço a participação, sempre oportuna e c...
Meu Amigo Está engana. fomos nós, sem apoio ou ace...
arquivos

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds