Terça-feira, 4 de Novembro de 2008

António de Souza-Cardoso em 04/11/08 | comentar | 1 comentários

 Para além do Presidente do Benfica, Luis Filipe Vieira, também Rui Costa confirmou já a presença no nosso primeiro jantar o que nos enche, sinceramente, de enorme alegria.

Julgamos que será um momento muito importante de reunião e de debate sobre o Benfica a que nenhum dos assíduos participantes do nosso Blog deve faltar.

Como os lugares são muito limitados agradecemos a V. rápida inscrição que pode ser feita através do email: novobenficajantar@gmail.com

Por lapso dissemos que o preço da inscrição era de 12,5 Euros.

Infelizmente é um pouco mais caro – 18 Euros, mas estamos certos de que valerá a pena e todos nos sentiremos melhor e mais unidos em torno da ideia de ajudar a construir um Novo Benfica, um Benfica Maior.

 

Saudações Benfiquistas

 

Asc

Bc

Pf

 


sinto-me: bem
música: SLB. SLB, SLB



Miguel Álvares Ribeiro em 04/11/08 | comentar | 31 comentários

 

Fiquei tão desgostado com a Xistrada de Domingo, que fui ver ao dicionário o significado da palavra árbitro, e acho que percebi o que se passa com os nossos “árbitros”.
 
Antes da entrada que diz “Aquele que nos jogos desportivos fiscaliza a observância das regras, intervindo sempre que são violadas”, aparece “Senhor absoluto” e “Que tem grande influência”.
 
É preciso fazer uma profunda reciclagem dos nossos árbitros e explicar-lhes que as duas primeiras definições não se lhes aplicam.
 
É que, infelizmente, a primeira, usada de forma figurada, por exemplo em “Deus é o árbitro dos nossos destinos”, tem sido muito usada para lhes manter um estatuto de intocáveis e a segunda, que o dicionário sugere poder ser usada numa frase do tipo “o árbitro da moda”, parece ter sido interpretada como obrigando o árbitro a ter que se habituar à moda de ter grande influência nos resultados.
 
Enquanto se continuarem a verificar situações degradantes de prejuízo de uma equipa e, por consequência, do espectáculo que deve ser um jogo de futebol, este, em vez de ser o veículo de promoção dos elevados valores do espírito desportivo, será cada vez mais associado entre nós ao próprio desvirtuar do espírito desportivo, com frequentes manifestações de profundo desrespeito pelos adversários por parte de jogadores e adeptos.
 
A postura de Quique neste domínio tem sido para lá de exemplar. Mesmo quando fomos ostensivamente prejudicados, não cedeu a falar da arbitragem, optando por um discurso pedagógico e auto-exigente. Bem sei que o facto de o Benfica estar a ganhar e a construir uma equipa que ainda nos dará muitas alegrias, ajuda a ultrapassar este sentimento de profunda injustiça, que algumas exibições das equipas de arbitragem têm transmitido, mas este é, sem dúvida, o caminho a percorrer.
 
É evidente que o ideal seria que as arbitragens fossem sempre correctas e isentas. Mas esse combate não compete à equipa técnica nem aos jogadores; compete-nos a todos enquanto espectadores, comentadores, dirigentes, etc.
 
Enquanto não se conseguir isso, mais do que denunciar e queixar-se desse estado de coisas, a equipa tem que se unir e ser ainda mais forte do que as outras para ultrapassar os prejuízos que a falta de isenção provoca a si mesma e ao futebol em geral.
 
 
PS - Por mera casualidade, calha-me a mim a honra de escrever o post no dia em que o Novo Benfica comemora 5 meses de vida e prepara o primeiro convívio com os seus mais fiéis leitores. A meta, já ultrapassada, das 140 mil visitas em 5 meses é sinal claro do sucesso deste Novo Benfica.
 
Quando aceitei o convite do meu amigo António Souza-Cardoso para participar nesta aventura, nunca imaginei que o sucesso fosse tão grande. Quero, por isso agradecer-lhe a oportunidade de participar neste fórum, bem como a todos que se empenharam na construção deste espaço de discussão do Benfica.
 
 A prenda para o Novo Benfica vai ser a equipa a dá-la, depois de amanhã, com uma grande vitória sobre o Galatasaray!
 



Segunda-feira, 3 de Novembro de 2008

Pedro Fonseca em 03/11/08 | comentar | 36 comentários

Perto daquela jogada fabulosa, perto daquele golo fabuloso, tudo fica insignificante, tudo não passa de um pormenor de somenos, rídiculo e desprezível. Sorte de Xistra, sorte de tantos xistras que teimam em tentar “assassinar” o futebol.

O que nos vale é que há Aimar e há Suazo. E há, ainda, lances porque vale bem a pena ir ao futebol, mesmo que tenhamos de aguentar ver 3 senhores, denonimados “equipa de arbitragem” passear a sua incompetência nos relvados.
O golo 5000 do Benfica tem a marca do Rei. Sim, o golo 5000 do Benfica tem a marca da Pantera Negra. É verdade, o golo 5000 do Benfica fez o tempo recuar 30 anos. Certo que Coluna evitaria fazer aquele “passe de letra”. O pragmatismo e o rigor do africano não casava com a fantasia do mago das pampas. Mas, a cavalgada de Suazo, meu Deus!, pareceu tirada a papel químico das cavalgadas míticas do senhor Eusébio da Silva Ferreira.
Na noite fria por fora, quente por dentro, de Guimarães, a simbologia não ficou por aqui. O momento solene da deposição da coroa de flores no local onde caiu Miki Féher, estremece o mais emperdenido. E se os vimaranenses sentem como poucos o seu clube, também souberam comungar connosco a dor e a saudade do 29.
Solidariedade. Talvez seja esta a palavra do momento na Luz. Uma palavra que une Direcção, Jogadores e Equipa Técnica, formando uma autêntica parede de betão, imune a qualquer “atentado”. Intransponível.
A serenidade de Quique, entremeada com picos de energéticos e vibrantes momentos – de revolta ou de euforia -, é também um momento de grande simbolismo. Este “frio e quente” do treinador espanhol, qual interruptor eléctrico, dá a voltagem adequada à equipa, comandando-a de fora para dentro.
E depois há Rui Costa. O director desportivo, agora administrador, está em todas. Incansável. Foi entusiasmante vê-lo viver e sofrer na bancada do D. Afonso Henriques, como cada um de nós. Mas, principalmente, foi significativo vê-lo descer da bancada para, no fim do jogo, dizer a Xistra aquilo que todos nós, benfiquistas, gostávamos de lhe dizer. Cara a cara, olhos nos olhos. Sendo que Xistra apenas pode baixar os olhos de vergonha.
Por último, Luís Filipe Vieira (embora os últimos são os primeiros). O Presidente do Benfica recebeu mais um banho de multidão em Cerveira, no “coração” do Alto Minho, onde moram milhares de benfiquistas, num autêntico “never ending tour” (um roteiro sem fim), que o tem levado a dezenas de Casas do Benfica. Sempre próximo do adepto comum.
Neste périplo, Vieira lançou mais projectos: a Fundação Benfica, o Museu, a nova sede. Relevo, no entanto, duas coisas: o desejo de voltar a ver o Benfica a jogar à tarde na Luz, e a certeza de que este ano, “ninguém vai parar o Benfica”. Palavra de Presidente!

 

 

Post-Scriptum: Faltam apenas 5 dias para o jantar/convívio do "Novo Benfica". Sexta-feira, 7 de Novembro, no Estádio da Luz, pelas 20.30 horas, a "malta" deste blogue, uma referência na blogosfera, com mais de 1.200 acessos diários, vai reunir-se para fazer um balanço desta iniciativa que visa debater o Sport Lisboa e Benfica. Para aguçar o apetite para um repasto que tem inscrições limitadas a 30 pessoas, podemos revelar que este evento terá a presença do Presidente do Sport Lisboa e Benfica, Luís Filipe Vieira. Pode inscrever-se através do email novobenficajantar@gmail.com


sinto-me: Enérgico
música: Don´t cry for me Argentina


Domingo, 2 de Novembro de 2008

Em verdade vos digo, e não estou a falar da expulsão do Reyes: ganhámos a catorze... Que vergonha:(.





António de Souza-Cardoso em 02/11/08 | comentar

É já no próximo dia 7 de Novembro que o Blog Novo Benfica organiza, a partir das 20h00, no Estádio da Luz, o seu primeiro Jantar.

Mais do que um momento de convívio entre Benfiquistas, pretendemos com este jantar estimular a reflexão sobre o “novo Benfica” que todos queremos maior e melhor, que todos desejamos vitorioso e vencedor.

Quando iniciamos este Blog, apresentamo-nos como a grande casa do Benfica – o ponto de encontro de todos os Benfiquistas que, independentemente da sua origem ou condição, estão dispostos a pensar e a viver o clube, com entusiasmo e com paixão.

 Por isso decidimos fazer este jantar na nossa casa - o Estádio da Luz, num momento festivo das comemorações do seu 5º aniversário, assinalado há poucos dias.

Honra-nos, uma vez mais, com a Sua presença o Presidente Luis Filipe Vieira. É porventura o Benfiquista com quem, no momento presente, merece mais a pena reflectir o futuro. Ouvindo quais são os seus propósitos e orientações. E não nos dispensando em dar os nossos contributos de verdadeiros “construtores” de um Benfica Novo.

Também por esse intuito de conseguirmos um momento de qualidade para pensar o Benfica, quisemos fazer deste primeiro evento, um jantar mais restrito, com um nº limitado de presenças que, para além de nós próprios, não exceda os 30 convidados.

Estes 30 convidados serão no fundo os que terão o privilégio de receber esta convocatória da primeira selecção de benfiquistas destinada a contribuir, com o seu pensamento e a sua acção, para um Benfica maior.

Porque tal como o Benfica, não somos elitistas mas populares, não podemos ter outro critério se não o da ordem de inscrição que, como sabem é feita para o mail – novobenficajantar@gmail.com

Gostávamos muito que os que nos têm distinguido com visitas e comentários, fossem os primeiros a estar connosco neste jantar. Outros se seguirão, com muitas outras convocações dirigidas á numerosa Família Benfiquista.

Temos algumas surpresas para este jantar que iremos revelar diariamente ao final do dia.

 O custo do jantar é de 12,5 Euros.

Estamos certos que todos quererão responder a esta chamada.

Pedimos desde já antecipadas desculpas a quem, por atraso na inscrição não puder participar neste primeiro jantar. Outros virão…

Um abraço amigo e as saudações Benfiquistas

António de Souza-Cardoso

Bruno Carvalho

Pedro Fonseca

 


sinto-me: muito bem
música: SLB. SLB, SLB


Sábado, 1 de Novembro de 2008

António de Souza-Cardoso em 01/11/08 | comentar | 20 comentários

Quem me conhece sabe quanto gosto de ganhar e como me não contento com vitórias de Pirro, apoucadas pela sorte ou pela circunstância.

Talvez porque sou do melhor clube do Mundo, só me conformo com a liderança, só me contento em ser o primeiro, só me aquieto quando não há mais nada para ganhar.

Infelizmente não é isso que tem acontecido com a Família Benfiquista, vergastada nas últimas duas décadas por sucessivos derrotes que têm encurtado a estirpe e o trapio de quem só conhecia a aroma altivo da vitória.

Hoje vejo, com pena, correligionários meus, seguramente tão apaixonados pelo clube quanto eu, condescenderem com muito menos do que …. ser o melhor.

Desculparem, justificarem, recuarem e, pior do que tudo, rejubilarem com coisas menores, como não perder ou ser o segundo.

Bem sei, antecipando alguns comentários, que me vão falar do sistema e da forma sistemática como (o sistema) tem prejudicado o Benfica.

Admito que também aí não temos tido (seguramente com orgulho) o domínio do jogo. E acredito e defendo que deve ser dada luta sem tréguas a tudo o que preverta a verdade desportiva.

Mas a falta de hegemonia e de sentido vitória do Benfica das últimas décadas não tem só a ver com isso. E, provavelmente, tem mais a ver com esta complacente falta de ambição dos Benfiquistas que permitiu que o clube fosse durante muito tempo condescendente com a má qualidade dos seus dirigentes, treinadores e jogadores.

Tudo isto para dizer que alguns anos (três?) depois vamos outra vez á frente do Porto e do Sporting. Dirão alguns Benfiquistas que somos o melhor dos melhores.

Digo eu, que estamos em terceiro, atrás do Leixões e do Nacional (!!!). E que esta circunstância pueril de ser “o melhor dos melhores” que pode durar só até amanhã não nos deve envaidecer, mas antes obrigar a melhorar.

Digo isto com a tranquilidade (este termo deixou de ser futebolisticamente correcto) de quem acredita que estamos finalmente num caminho aspiracional de vitória.

Do regresso ou do reencontro com aquele clube cujos adeptos não exigiam menos do que vencer.

Dos construtores do “Novo Benfica” com que todos ambicionamos. Que não é mais do Benfica de sempre – o daqueles benfiquistas que exigem do clube ser o melhor… dos melhores e dos piores, sempre!

 

António de Souza-Cardoso

 

PS: Peço desculpa pelo atraso involuntário. A minha filha a quem pedi para colocar o post, decidiu editá-lo ….noutro blog. Entretanto a Naval ganhou ao Porto e nós ficamos, claro, melhor.

 


sinto-me: ambicioso
música: We are the Champoins
tags:


bloggers
António de Souza-Cardoso (perfil)
Bruno Carvalho (perfil)
Eduardo Sá (perfil)
José Esteves de Aguiar (perfil)
Miguel Álvares Ribeiro (perfil)
Paulo Ferreira (perfil)
Pedro Fonseca (perfil)
Raul Lopes (perfil)
visitantes em linha
posts recentes

Temos Benfica!

Venha o Porto!

As grandes noites europei...

Estamos outra vez de Volt...

Não podemos ficar a "boia...

mais comentados
429 comentários
295 comentários
280 comentários
253 comentários
últ. comentários
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
MiguelAgradeço a participação, sempre oportuna e c...
Meu Amigo Está engana. fomos nós, sem apoio ou ace...
arquivos

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds