Sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2011

José Esteves de Aguiar em 25/02/11 | comentar

 

Como todos se lembram e eu próprio cheguei a escrever nestas páginas, a participação do nosso Benfica na fase de grupos da Champions foi absolutamente desastrosa, deixando mesmo antever que, uma vez milagrosamente repescado para a Liga Europa, o futuro não seria muito auspicioso.

 

No entanto, a transfiguração verificada no Benfica nos últimos meses e, muito particularmente, desde o início de 2011, chegou hoje à Alemanha, com uma força extraordinária.

 

Para além de ter tornado aparentemente fácil a passagem à eliminatória seguinte da Liga Europa e de ter ultrapassado uma “mala pata” que, até hoje, nos tinha impedido de vencer na Alemanha, é inegável que o Benfica deu no jogo desta noite mais uma prova da sua grande força física e anímica.

 

Ao contrário do que tinha feito - sempre que actuava fora de casa - nos anteriores jogos europeus desta época, desta vez o Benfica entrou de forma totalmente desinibida, impondo a sua classe desde o apito inicial, lançando autênticos diabos (vermelhos, pois claro!) à solta por aquele relvado, sempre com os olhos postos na baliza do Estugarda.

 

Foi, aliás, tanto na exibição como no resultado, um jogo muito semelhante ao brilhantemente ganho em Alvalade, na última jornada da Liga portuguesa.

 

É espectacular ver a vontade com que aqueles jogadores se lançam ao ataque, em vagas sucessivas que vão moendo as defesas contrárias, até que os golos surgem com a maior das naturalidades. O entendimento entre os argentinos do nosso plantel é visivelmente crescente, gizando jogadas de extraordinário recorte técnico, mas sempre com o espírito prático de lutar pela vitória de forma esclarecida.

 

De salientar, também, que jogue quem jogar a equipa não parece ressentir-se de tal facto, sendo extraordinariamente solidária e privilegiando uma notável entreajuda.

 

Neste particular, é notório como estamos bem servidos de guarda-redes. Qualquer um que jogue transmite confiança à equipa e quem vê o Roberto hoje em dia dificilmente consegue acreditar que seja o mesmo do início da época que, realmente, chegou a comprometer alguns resultados do Benfica.

 

A jogar com esta vontade e esta qualidade, o Benfica pode legitimamente aspirar a vencer a Liga Europa, deslumbrando sem se deslumbrar, jogando cada jogo como se de uma final se tratasse.

 

As grandes noites europeias sempre foram uma imagem de marca do Benfica e eu acredito que esta equipa ainda está a crescer, pelo que é perfeitamente legítimo sonhar com uma conquista europeia, que há muitos anos nos foge.




4 comentários:
De OBSERVADOR ATENTO a 25 de Fevereiro de 2011 às 20:42
Caro José,

É indiscutível a actual supremacia da equipa de JJ na presente LIGA. Atrevo-me, até, a fazer análise esclarecedora sobre as qualidades de JJ versus treinador do clube do Douro. De forma objectiva o que vemos: Jorge Jesus precisou de tempo e muito trabalho para reconstruir a equipa e integrar novos jogadores; o outro aproveitou o trabalho de Jesualdo e não se vê que Walters e outros que tais, um tal Sousa e mesmo James tenham crescido como jogadores à semelhança de Gaitan, Sálvio e Jara, isto para não referir Airton, Sidney e outros.
Podemos concluir muito objectivamente que o GLORIOSO cresce na proporção do tempo de trabalho do seu treinador, já o treinador do clube ligado ao APITO DOURADO está em quebra na mesma proporção do trabalho do seu treinador.
Agora, infelizmente, se não for bem resolvida a questão da FPF e a neutralização efectiva do poder das Associações revoltosas, cuja novela tem sempre desenvolvimentos inesperados não saimos deste túnel com pouca luz. Vamos ver no final o verdadeiro papel de Gilberto Madaíl, que, agora, de forma caricata, decidiu interceder junto da UEFA e FIFA para os revoltosos serem recebidos cara a cara com aquelas estruturas deixando uma imagem ridícula de Portugal. Relacionando isto tudo: de nada serve jogar muito melhor quando o "sistema" actua na sombra em várias frentes, que não apenas nas arbitragens. Só que eu penso que a paciência dos adeptos benfiquistas está no limite, e talvez comece a haver um pouco mais de vergonha, sob pena de utilizarmos outras armas de cariz semelhante ao sistema.
Saudações benfiquistas


De José Esteves de Aguiar a 26 de Fevereiro de 2011 às 15:51
Caro Observador Atento:
Obrigado pelo seu comentário, como sempre muito bem estruturado e chamando a atenção para "pequenos/grandes" pormenores que fazem toda a diferença!
Um abraço.


De Restaurantes em Lisboa a 25 de Fevereiro de 2011 às 14:35
O Espírito tem que ser mesmo esse... Sonhar bem alto, com os pés bem assentes na terra...

Aquele golo do Cardozo, foi algo de espetacular...


De José Esteves de Aguiar a 26 de Fevereiro de 2011 às 15:50
Tal e qual!!! Obrigado pela participação!


Comentar post

bloggers
António de Souza-Cardoso (perfil)
Bruno Carvalho (perfil)
Eduardo Sá (perfil)
José Esteves de Aguiar (perfil)
Miguel Álvares Ribeiro (perfil)
Paulo Ferreira (perfil)
Pedro Fonseca (perfil)
Raul Lopes (perfil)
visitantes em linha
posts recentes

Temos Benfica!

Venha o Porto!

As grandes noites europei...

Estamos outra vez de Volt...

Não podemos ficar a "boia...

mais comentados
429 comentários
295 comentários
280 comentários
253 comentários
últ. comentários
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
MiguelAgradeço a participação, sempre oportuna e c...
Meu Amigo Está engana. fomos nós, sem apoio ou ace...
arquivos

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds