Segunda-feira, 15 de Março de 2010

Pedro Fonseca em 15/03/10 | comentar

A revisão dos estatutos também entrou pelo Benfica dentro. A imposição de um mínimo de 15 anos ininterruptos de sócio para poder assumir uma candidatura à liderança do clube é a norma que mais está a agitar os bastidores desta revisão.

 

A modernidade de um clube também passa por ter Estatutos, a sua verdadeira Constituição, que estejam sintonizados com a nova realidade do clube e os desafios que se colocam áqueles que têm a responsabilidade de liderar um clube de dimensão mundial.
Hoje, o Benfica continua a ser o clube de Cosme Damião, de Joaquim Bogalho, de Maurício Vieira de Brito, de Borges Coutinho, de Ferreira Queimado ou de Fernando Martins. Mas, a evolução que sofreu na última década, não só com o advento das SAD, mas com a criação de infraestruturas e projectos (Benfica TV e Fundação Benfica) que estão muito para além do relvado e entram já num domínio da mundialização perene da marca, obrigam ao estabelecimento de regras apertadas.
Ouvimos falar de “blindar” o balneário e achamos que essa é uma questão decisiva para o sucesso do futebol; ouvimos falar de “blindar” o clube evitando o “assalto” de investidores sem nome (a obrigação do clube ter um mínimo de 51% do capital da SAD) e dizemos “muito bem”, por isso é a única forma do clube ser dos sócios.
Pois bem, “blindar” o poder presidencial no Benfica é também uma forma de evitar que este caía em mãos erradas, que podem estar ao serviço de interesses estranhos, hostis ou levianos. Eu teria ido mais longe e imporia um mínimo de 18 anos de sócio ininterruptos para ser candidato a Presidente do Benfica. Liderar o Benfica obriga a requisitos exigentes. Nem todos, muito poucos aliás, estão preparados para essa missão.
Desenganem-se aqueles que julgam que com esta norma os benfiquistas passam a ser de 1ª e de 2ª. Errado. Todos os benfiquistas são de 1ª. A questão é que se todos podemos ser, ou podemos ambicionar ser, alguém no Benfica, apenas a um reduzido número deve estar aberta a possibilidade de ascender à liderança.
Esta requer características tão invulgares que só um escrutínio apertado está em condições de eleger o melhor de nós, em cada momento. Da mesma maneira que uma candidatura à Presidência da República obriga a pelo menos 35 anos de idade, isso não significa que existam cidadãos de 1ª e cidadãos de 2ª – mas apenas que se exige para determinados cargos, pela sua exigência, pela sua exposição, pela sua responsabilidade, uma dimensão cívica e mental cuja consistência advém de um percurso e experiência de vida com provas dadas.
Isso não quer dizer que não possamos errar, como erramos quando elegemos Vale e Azevedo (desconheço quantos anos de sócio tinha, então), mas certamente que esta norma limita os risco de uma escolha menos acertada.
O Benfica não tem mais tempo a perder. O Benfica não pode dar-se mais ao luxo de ser um laboratório de experiências ou uma passadeira para desfile de vaidades pessoais. O Benfica está hoje mais que nunca preparado para vencer o futuro. Mas diz o povo, com razão, que para construir são precisos muitos anos, mas para destruir basta um dia.
 



20 comentários:
De MROSA a 17 de Março de 2010 às 12:56
Já aqui dei a minha opinião e mantenho-a!
Contudo para algumas azias e cegueiras só quero expressar e alertar que para se ser um bom presidente não são precisos mais ou menos anos de associado!
Como alguém já aqui escreveu, o que é necessário é que tenha dado provas de verdadeiro Benfiquista!
Ora aqui é que está o busilis que infesta os defensores do actual presidente e as suas ego intenções. Se assim fosse ou for ele jamais seria presidente do clube e quiçá poderá continuar a sê-lo...
Sabem, eu vibro com as vitórias do Benfica e sofro as derrotas com lágrimas e sofrimento...
Jamais seria capaz de festejar uma derrota que fosse e muito menos com CHAMPAGNE!!!
Sabem do que estou a falar... Não sabem?

Saudações Benfiquistas

P.S. Disso, nem o Vale e Azevedo de má memória, alguém poderá acusar...


De Ruy Menezes a 16 de Março de 2010 às 21:54
Ora, aí está...

Até que enfim que "eles" começam a sair da toca!

Proporciona-me uma grande felicidade ler os "desabafos" abafados e/ou recalcados durante tanto tempo!

Já não era sem tempo. Desabafem, desembuchem, digam tudo o que lhes vai na alma ( antes de a venderem ao Diabo, se é que ainda o não fizeram).

Um abraço para si, Pedro Fonseca. Para si, e para todos e todas as benfiquistas! "E Pluribus unun".

Ruy Menezes

Ps: Aos inimigos do Glorioso nem um palmo de Terra!




De Gosepe a 16 de Março de 2010 às 17:31
Caro Sr. Pedro Fonseca, caros Benfiquistas,

Gostaria de deixar aqui o meu comentário sobre este post , com o qual concordo plenamente. Penso que a questão que se coloca nesta revisão de estatutos, não é a duma discriminação entre sócios antigos e sócios mais novos. O nosso clube, e digo « nosso », porque sou sócio, pertence, como muitas vezes mencionado, aos associados, que têm um papel fundamental na sua vida, de opinião, de decisão, seja por via das assembleias gerais, seja por via das eleições dos órgãos sociais. O nosso clube, é, e sempre foi, ao contrário talvez de outros clubes, gerido de maneira democrática, pelos seus associados. Se assim não fosse, teríamos assistido impotentes à sua extinção na era do Sr. Vale e Azevedo. Nós, sócios, temos também indirectamente participação na vida da SAD , por via dos 51% maioritários que o clube detém. Eu não tenho quinze anos de associado, mas sinto-me, e sei que sou, tão importante para o presente e o futuro do clube, como qualquer outro sócio de dezoito, vinte, cinquenta ou até cem anos, não baixando isso minimamente o respeito que esses merecem-me, tanto pela sua idade como pela sua antiguidade como associados.

Voltando ao assunto da questão da revisão dos estatutos, dizia eu que concordo com a necessidade de apertar com os requisitos para a elegibilidade à presidência do nosso clube. Não devemos ver essa proposta, penso eu, como uma tentativa de apropriação do clube por um círculo restrito de pessoas, mas, sim , como uma tentativa de minimização dos riscos de apropriação por interesses obscuros, ou conjunturais, sobretudo no momento actual de grande esperança que o clube vive. Nunca estaremos ao abrigo de ter um presidente como o Sr. Vale e Azevedo, ou outros, cuja gestão arruinou o nosso clube. Porém, convém minimizar os riscos de vir a ter um candidato oportunista (por exemplo com cargos directivos num canal de televisão), ou porque não, um candidato « infiltrado » por um clube rival. Sei que essa última hipótese pode relevar da paranóia, mas quando sabemos o quanto os nossos rivais « amam » o nosso clube, ao ponto de desejar a nossa extinção , não me admiraria nada que pagassem quotas a um indivíduo, só para poder vir a desempenhar funções no futuro.

Por essas razões, acho que essa revisão dos estatutos é saudável para o nosso clube, e cabe a nós, sócios de um a cem anos de antiguidade, escolher o representante que nos parece mais adequado, desde que este tenha provado a sua dedicação ao Benfica, pela sua antiguidade como sócio. O clube pertence-nos, e temos de ser rigorosíssimos na escolha de quem deve presidi-lo.

Um abraço de um Benfiquista estrangeiro


De FranciscoB a 16 de Março de 2010 às 16:55
Caro Pedro Fonseca,

Discordo globalmente do seu post.

Na minha opinião um limite de 5 ou 10 anos é suficiente. Mais de 10 anos podem excluir muita gente válida e impedem na mesma a entrada de aventureiros a soldo de interesses menos claros...

Continuo a não perceber a animosidade contra Vale e Azevedo... Aqueles que contra ele mobilizaram uma campanha mediática sem precedentes no nosso país são seguramente mais vigaristas do que ele... São os mesmos que, diariamente, continuam a tudo fazer para prejudicar o nosso clube. A própria Juíza que o condenou referiu no acordão não haver provas para o condenar! Muitos dos projectos e ideias que ele tinha para o Benfica ou estão realizadas ou continuam válidos...

Saudações Benfiquistas.


De Sintetizás-te a coisa de forma Gloriosa a 16 de Março de 2010 às 11:15
Eu acho que se tem de ir mais além em relação aos requsitos para se ser presidente. Porque os 15 anos não chegam para se provar ser bom benfiquista.
Por exemplo Luis F Vieira já deve ser sócio do clube dos andrades Há mais de 15 anos e não consta que seja um bom candidato para a presidência deles.

Em relação ao glorioso... boas medidas seriam:
1-Limitar as candidaturas a quem se chamar Luís
2- Se for Luis Filipe ainda seria melhor
3- ... e se além disso se chamar Vieira, então seria "ouro sobre azul"!

Um clube que é centenário nunca teve problemas destas limitações tão grandes, porquê agora? Acho um exagero. Acho que não seria por isso deixariam de passar candidatos como "Vale e Azevedo".


De António a 16 de Março de 2010 às 10:28
Opinião douta e objectiva sobre uma realidade inevitável, a actualização, profissionalização e competência de uma Instituição centenária com as responsabilidades financeiras e sociais que implica este BENFICA, não se pode dar ao luxo de ser cobiçado apenas pelo protagonismo ou fogo de vaidade e mediatismo, quem quiser assumir os comandos desta Nau, tem que ter a paixão, o saber, a vontade e a idoneidade, ser desde logo aplaudido e reconhecido pelo apoio popular e esmagadora massa adepta, os tempos são de mudança, as vitórias ajudam à maturação de ideias, planeamento atempado, projecto motivador, congregação de pessoas e desenvolvimento harmonioso; mas, vamos com calma, um passo de cada vez, é importante este ano agarrarmos com unhas e dentes, com determinação, essa possibilidade, que está ao nosso alcance, de sermos campeões! Só consegue ser humilde quem está seguro de si próprio!

bem-me-quer-benfica.blogspot.com


De Marco Gonçalves a 16 de Março de 2010 às 03:21
Bom post. Gostei da forma como colocou os factos. Quando falou em 15 anos, não esperava que de seguida, escrevesse que o melhor era serem 18 anos. Justo. Apoiado.
Só pecou num lado. Quando meteu Vale e Azevedo ao barulho exemplificando um erro, e esquecendo-se de um melhor exemplo, o de um escriba deste blog que no último Verão tentou tomar o clube de assalto.


De Luis Pedro Bandarra a 15 de Março de 2010 às 22:50
Caro Pedro,
Concordo plenamente com o seu post. Só gostava que me explicassem uma coisa. Sou sócio desde 1994 (tinha 14 anos) e nunca ninguém me explicou que sócio correspondente não podia pertencer ou concorrer aos órgãos sociais do clube. Só há relativamente pouco tempo entendi e interessei me por essa questão. Agora com essa alteração aos estatutos terei de esperar 15 anos, caso mude para sócio efectivo, para poder integrar alguma lista. Não concordo.


De Anónimo a 16 de Março de 2010 às 16:29
Não sabia???

Devia interessar-se mais pelo seu contributo ao Grande Benfica.
Essa é a diferença entres aqueles que estão aptos e os que não estão.
Devia conhecer os estatutos do Clube, seria o minimo não? menos que isso não sei.O benfica existe 24 horas por dia não é só quande se ganha.
Saudações


De Luis Pedro Bandarra a 17 de Março de 2010 às 11:06
Caro anónimo,
Nem sei porque lhe vou responder, porque para mim anónimos são "pessoas" sem eles nos sítios
Permita-me que lhe diga que na minha inocência dos 14 anos, só queria era que o Benfica ganhasse e a minha ideia ao tornar-me sócio foi a de contribuir com o pouco dinheiro que ia guardando da minha semanada, nos graves problemas financeiros que o clube começava a sentir. (Caso não se lembre foi no ano a seguir a Paulo Sousa e Pacheco terem fugido para o rival). Na altura era a minha única forma de ajudar. Agora conheço os estatutos. Tenho 32 anos e há muito que me interesso por tudo o que se passa no meu Clube.
Não me fale em amor ao meu clube. Posso lhe dizer que deixei de ganhar cerca de 500 euros por mês a treinar um clube da 3ª divisão nacional para poder acompanhar o meu clube este ano. Vivo a cerca de 250km de Lisboa já fui 10 vezes ao estádio da Luz este ano. Só isto deve bastar para não porem em causa o meu amor ao clube. Mas há mais. Pago a cota suplementar das modalidades. Sou sócio de uma casa do Benfica. O meu filho é sócio do Benfica (tem 4 anos). Mudei de operadora da tv cabo para poder ter o canal Benfica. Chega?? Ainda há mais mas não vale a pena dizer, até porque os meus dirigentes, sim meus porque votei com 20 votos nestes órgãos sociais, são as pessoas a quem devo satisfações e eles não mas pedem.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Caro anónimo, <BR>Nem sei porque lhe vou responder, porque para mim anónimos são "pessoas" sem eles nos sítios <BR>Permita-me que lhe diga que na minha inocência dos 14 anos, só queria era que o Benfica ganhasse e a minha ideia ao tornar-me sócio foi a de contribuir com o pouco dinheiro que ia guardando da minha semanada, nos graves problemas financeiros que o clube começava a sentir. (Caso não se lembre foi no ano a seguir a Paulo Sousa e Pacheco terem fugido para o rival). Na altura era a minha única forma de ajudar. Agora conheço os estatutos. Tenho 32 anos e há muito que me interesso por tudo o que se passa no meu Clube. <BR>Não me fale em amor ao meu clube. Posso lhe dizer que deixei de ganhar cerca de 500 euros por mês a treinar um clube da 3ª divisão nacional para poder acompanhar o meu clube este ano. Vivo a cerca de 250km de Lisboa já fui 10 vezes ao estádio da Luz este ano. Só isto deve bastar para não porem em causa o meu amor ao clube. Mas há mais. Pago a cota suplementar das modalidades. Sou sócio de uma casa do Benfica. O meu filho é sócio do Benfica (tem 4 anos). Mudei de operadora da tv cabo para poder ter o canal Benfica. Chega?? Ainda há mais mas não vale a pena dizer, até porque os meus dirigentes, sim meus porque votei com 20 votos nestes órgãos sociais, são as pessoas a quem devo satisfações e eles não mas pedem. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Saudaçoes</A>


De herr von bolas a 15 de Março de 2010 às 19:20
Concordo com o post.

O Benfica já deu abebias a mais. E está acima dessas merdas de democracia e/ou ditadura, que alguns tentam impingir para atingirem fins pessoais. Bardamerda para esta gente.


De Joseph Lemos a 15 de Março de 2010 às 18:43
A nova alteração inviabiliza aventureirismos e oportunismos do tipo Bruno Carvalho, "movimentos" mercenários etc. e, tal como escreve, "...evitando o “assalto” de investidores sem nome (a obrigação do clube ter um mínimo de 51% do capital da SAD) e dizemos “muito bem”, por isso é a única forma do clube ser dos sócios."

Já corremos o risco da delapidação e morte do GLORIOSO às mãos do foragido Vale e Azevedo e temos de estar vigilantes para novas e possíveis arremetidas.

Na verdade, as novas medidas não impedem, conforme diz, mas freia o ímpeto de novas e menos escrupulosas tentações.


De MROSA a 16 de Março de 2010 às 12:57
Diz o caro Josepf Lemos que:

"A nova alteração inviabiliza aventureirismos e oportunismos do tipo Bruno Carvalho"

Perante os golpes consecutivos protagonizados pelo actual presidente e que ninguém pode negar tal a evidência, e que pelos vistos têm sido tão do agrado da maioria dos Benfiquistas - 91% - só posso concluir que a tal maioria se desdobra em demonstrar o que não viu - ninguém pode comprovar o tal aventureirismo e oportunismo de quem nunca esteve no cargo! - assobiando para o lado e aceitando passivamente os desmandos de quem já deu provas que quer o clube, que pensa que o clube é seu e que só ele é que sabe e pode.
Estamos perante uma questão fantástica: LFV tem o aval para todo o tipo de "crime"!
Esperemos para ver quando o reinado acabar - ainda faltam muitos anos pois o homem quer à viva força imitar o seu amigo do norte e a cegueira dos tais 91% vai facilitar-lhe a ambição - qual a situação em que o palácio se encontrará!
Oxalá não nos deparemos todos com uma situação em que a solução seja o toque a finados!
Saudações Benfiquistas


De Ruy Menezes a 17 de Março de 2010 às 22:59
Segundo MROSA, 91% dos benfiquistas são mongolóides!!!
O que é irrefutável, inegável, incontestável, é que se não fossem Manuel Vilarinho e L.F.Vieira hoje estaríamos pelas ruas da amargura, pior ainda que os viscondes falidos.

De uma coisa tenho a absoluta certeza: Nunca estarei do mesmo lado da barricada dos que durante anos nos achincalharam; nos tentaram sujar na lama putrefacta dos compadrios e da corrupção. Estarei sempre do mesmo lado de Eusébio, Rui Costa, Coluna, e de muitas, muitas glórias do passado que apoiam o caminho traçado por Vilarinho e Vieira.

Jamais me atreverei a propor LFV para os altares do Vaticano, pois não sou católico mas sou benfiquista há 60 anos, desde os meus 7, numa aldeia de Penafiel onde existiam então apenas uns 10 benfiquistas!

E, felizmente, ainda tenho Memória, a Memória que muito prezo!

LFV não é santo? Mas, por favor, que os seus críticos me apontem, entre muitos papagaios que aparecem de quando em vez "a botar palavra" nas Tvs deste país, um, um só, nem digo santo, mas tão-somente um candidato à beatificação!

É isso: A tal Memória a que me referia há pouco!

Um abraço a toda a Nação Benfiquista, espalhada pelos 4 cantos do Mundo!

Ruy Menezes





Comentar post

bloggers
António de Souza-Cardoso (perfil)
Bruno Carvalho (perfil)
Eduardo Sá (perfil)
José Esteves de Aguiar (perfil)
Miguel Álvares Ribeiro (perfil)
Paulo Ferreira (perfil)
Pedro Fonseca (perfil)
Raul Lopes (perfil)
visitantes em linha
posts recentes

Temos Benfica!

Venha o Porto!

As grandes noites europei...

Estamos outra vez de Volt...

Não podemos ficar a "boia...

mais comentados
429 comentários
295 comentários
280 comentários
253 comentários
últ. comentários
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
MiguelAgradeço a participação, sempre oportuna e c...
Meu Amigo Está engana. fomos nós, sem apoio ou ace...
arquivos

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds