Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

Pedro Fonseca em 21/12/09 | comentar

Abençoada chuva diluviana que não afastou nenhuma alma da catedral da Luz. Abençoado Manuel José, que em entrevista recente disse que o Benfica era uma equipa assustada e, assim, acabou por confirmar a razão do seu despedimento por incompetência. Abençoado clube que tem adeptos como aquelas dezenas de milhares que foram à Luz, apesar da equipa ter sido antecipadamente derrotada pelos comentadores encartados: uns porque disseram que as ausências eram demais para confrontar o todo-poderoso fcporto; outros porque vaticinaram que o “general Inverno” iria colocar um ponto final naquela cavalgada triunfal de goleadas por uma equipa de classe mas “excessivamente tecnicista e leve”.

Ponto final assim no mito de que chegando o Inverno ia ser o descalabro. Não foi. Foi Glorioso. Ou, como dizia hoje “A Bola”, numa fantástica capa, foi “Grandioso”. Queriam terreno pesado? Queriam chuva a potes? Tiveram tudo isso e tiveram uma equipa de luta, sofrimento, carácter, classe, talento.

Faltam adjectivos para explicar os 90 minutos. Mas aqueles milhões que viram o espectáculo Benfica, esmagador nos primeiros 45 minutos, fazendo do fcporto um parceiro menor como nunca nenhum equipa esta época, Chelsea incluído, tinha feito, sabiam que sabia a pouco aquele 1-0 ao intervalo.

Urreta? Fabuloso, como o tínhamos pressentido há dias no “O Inferno da Luz”., em cujo post a 13 de Dezembro escrevi "para o lugar de Di Maria, Urreta", como podem confirmar .Carlos Martins, soberbo, desmentido os arautos da desgraça que o veêm como irregular e um pouco afastado da realidade. David Luiz? Imperial, mas sabíamos todos, sabia ele também, que a campanha encomendada era para levar o amarelo por nada. Não chegou.

Javi Garcia? Portentoso, como só ele sabe ser – encheu o campo de classe e generosidade. E Maxi? Luisão? Peixoto? Mais Saviola – que génio!!! E Cardozo, magnífico. 1-0, está bem chega, são três pontos e quatro de avanço. Mas aquele penálti do tamanho da Torre dos Clérigos fez-nos lembrar os célebres “roubos de igreja”. Rodriguez tentou o andebol ou o voleibol, porque percebeu que no futebol o banho estava dado.

Um banho de futebol? Nem pensar. Três banhos. O banho da chuva diluviana. O banho de futebol. O banho táctico que Jorge Jesus deu a Jesualdo Ferreira. E que chega um Bom Natal para todos vós!




14 comentários:
De Anónimo a 28 de Dezembro de 2009 às 13:35
AHAH continuas o mesmo palhaço de sempre, tens um campeonato em 10anos ( seculo xxi) e ainda tens a lata de falar em banhos loll banhos a seco já levas tu e muitos iguais a ti desde 1990. Faz as contas

Lampiao cabrao sauda o CAMPEAO


De Bruno Lourenço a 30 de Dezembro de 2009 às 09:01
um tipo cobardolas anonimo nem merecia que se responde-se ao comentario mas sendo um adepto do clube corrupto do porto (bastião maximo do gamanço e dos cafezinhos com chocolatinhos) vou apenas te dizer uma frasezinha ao nivel da tua:

corrupto cabrão este ano ves o campeonato por um canudo... Não rima, mas sabe tão bem como ouvir a ganir a puta da tua mãe quando lhe meti o caralho no cu.


De Luis Pedro Bandarra a 27 de Dezembro de 2009 às 20:00
Mais uma vez, a minha profecia confirmou-se.. Ida a Lisboa ver o Benfica ao vivo e nunca o ter visto perder. Eu sei que o número de jogos que vi é reduzido (cerca de 20) mas não deixa de ser verdade. O primeiro jogo que vi foi o celebre Benfica Arsenal nos anos 90 e lembro me bem de nessa altura cantarem no Estádio o "cheira bem cheira a Lisboa " e ficou me na memoria ver o estádio todo a cantar e o Benfica não perder.
Mais recentemente, nos últimos anos deixaram de por essa musica no estádio e parece que faltava algo. Qual não foi o meu espanto no Domingo quando estava a entrar na Luz ouvir o Cheira bem cheira a Lisboa e virei me para o lado e disse a um adepto do Benfica que além de continuar a ver o Benfica a não perder ao vivo iríamos ganhar o jogo de certeza.
No final do mesmo abraçamos nos um ao outro sem nos conhecermos de lado nenhum e festejamos em grande ali a minha profecia.
Vi poucos jogos ao vivo em Lisboa, pq além de viver a cerca de 250 km tenho jogos ao Fim de semana das minhas equipas..


De OBSERVADOR ATENTO a 23 de Dezembro de 2009 às 20:05
Caro Pedro,

Foi um banho de futebol. Mas também assistimos ao desmascarar do "grande" líder, que prometeu grandes revelações e a prenda de Natal que teve, aparentemente, foi o Hulk e Sapunaru apanhados em flagrante , e logo agora que não há P Sousa nem V Loureiro. Já não era sem tempo. Este senhor foi mal habituado, mas parece que os tempos estão a mudar, e no que ao futebol respeita não há dúvidas que a nossa equipa é melhor e o plantel também.
Bom Natal a todos e saudações benfiquistas


De JASPC a 22 de Dezembro de 2009 às 15:42
No meu comentário é óbvio que quando escrevo XAVI, me quero referir ao enorme JAVI GARCIA.


De JASPC a 22 de Dezembro de 2009 às 15:38
Sobre o jogo já foi tudo dito. E quero agora trazer à discussão o que ouvi ontem no inenarrável programa da SIC onde vomitam fel duas personagens de opereta bufa, uma delas (o Aguiar) ligada directamente, diria mesmo, intrinsecamente ligada, a muitas das escandaleiras que têm acontecido no futebol português, não só enquanto dirigente do CRAC como também da Liga de clubes. Só tenho pena que o Silvio Cervan tenha que aguentar com aquele "coiro" de anti-benfiquitas (não podemos nem devemos fazer falta de comparência) e que pela sua formação de homem não consiga descer ao baixo nível daquelas duas personagens, apara aí sim, transformar o dito programa numa verdadeira peixeirada, que é o que eles mereciam.
Disse o pivô, Paulo Garcia, que o critério editorial decidido, era o de passar os "lances que marcaram" o jogo. E quais foram esses lances, segundo o tal critério, fazendo inclusivé zooms com uma qualidade técnica miserável, passando até à exaustão as imagens mais convenientes, por forma a obrigar os mais incautos a concluir o que os decisores do critério editorial queriam que fosse concluído, numa absurda manobra de manipulação, com uma desvantagem clara do Silvio Cervan porque queira-se ou não, dois burros a zurrar fazem um enorme barulho de fundo.
Vamos então analisar os casos.
Lance do golo. 15 a 20 segundos antes, cruzamento para área. Urreta e Saviola em posição regular, os dois, arrancar e deixam pregados os defesas do CRAC. Saviola falha o toque para a baliza e Urreta que acompanha a jogado, toca de calcanhar para trás. Duvido que Saviola tenha tocado na bola, pela trajectória da mesma, nem os famosos zooms conseguiram demonstrar isso. A bola acaba por chegar a David Luiz que volta a cruzar, novamente sem nenhum fora de jogo, e toma lá e embrulha.
2 minutos de jogo, O jogador "passarinho" sofre um encosto do Luisão. Falta a bola sobra para Xavi e este toca, repito toca, a bola na direcção daquele jogador que estava no chão. E toca com tanta violência que a bola fica "embrulhada" praticamente no mesmo sitio. Aqui del rei que foi agressão. Risos.
Jogada do Carlos Martins, leva o pé à frente com a sola da bota, mas joga apenas e só a bola. Falta ponto final.
Suposto penalti do Peixoto, corte limpo. Coloca o pé primeiro, desvia a bola e rodopia de imediato para seguir com a bola jogável. A trajectória da bola e o movimento do nosso jogadar não deixam margem para dúvias.
Falta e amarelo para o David Luiz. Só para rir. Estava encomendado o cartão por via da campanha que tem vindo a ser montada. Resultado uma e só uma falta do nosso jogador e ficas a descansar no próximo jogo.
Sobre o penalti do cebola. As imagens são tão evidentes que ....
Afinal não houve canto nenhum e se não houvesse o canto não tinha havido penalti ..... Imagens. Nem vê-las. São os critérios.
Cartão amarelo ao Saviola. É de chorar a rir.
Lance do defesa esquerdo que lesiona o Ramires e o obriga a sair. Casual (dizem eles). O jogador do CRAC está mais perto da bola e o Ramires não tem nada que lá ir. Devia deixar cruzar e esconder a perna. É preciso ter lata.
Agressão do cebola ao Xavi. Não se passou nada. O Xavi se tivesse sido expulso a agressão não tinha acontecido.
E pronto. à falta de melhor são estes os programas que temos.
Paciência Silvio Cervan. Muita paciência.
Quanto ao programa da TVI24, nem vale a pena falar.
Mas isto não acaba aqui.
Hoje vai prosseguir o andor. Ai vai, vai.


De A queda da águia a 22 de Dezembro de 2009 às 15:33
O Porto perdeu por culpa própria, o Benfica jogou melhor, o Jesus esteve melhor que o Jesualdo, mas... dizer que foi um banho de futebol, diz bem ao futebol que estão habituados. Quanto à arbitragem, a lata do costume. Foi penaltie a mão do Rodriguez ?, foi é claro, mas o canto existiu ?, quem viu as imagens sabe que nâo. E os outros penalties não contam ? Do César Peixoto e do cardozo ? O golo do Benfica, foi precedido de um fora de jogo gigantesco do Urreta, que foi completamente apagado da televisão e dos jornais, mas está lá para quem quer ver a verdadeira "verdade desportiva" !


De João Soares a 23 de Dezembro de 2009 às 18:41
Ainda bem que consideram que o BENFICA ganhou por causa do árbitro.................Espero mesmo bem que todos os adeptos do clube assumidamente corrupto pensem dessa forma!!!!!!!


De iBenfiquista a 23 de Dezembro de 2009 às 21:53
Estamos a observar e a viver uma MUDANÇA DE PARADIGMA no futebol português. Aqueles que foram beneficiados pelos árbitros nos últimos 25 anos a queixarem-se - sem razão - da arbitragem, nos mesmos moldes em que os benfiquistas o têm feito durante o mesmo período de tempo, mas com toda a razão, acrescento eu.

Por isso, a minha mensagem aos andrades é a mesma que eles diziam aos benfiquistas quando estes se queixavam - com toda a razão - das arbitragens: "Joguem mas é a bola, seus calimeros, e deixem de fazer queixinhas".

É verdade, o mundo dá muitas voltas, mas ainda vai dar mais. Atentem nisto:

"Os andrades, no último resultado trimestral, que foi positivo em 24,6 M€, se lhes retirarmos os valores das vendas de jogadores (resultados extraordinários) de 39M€ e as receitas da Champions, 3M€, teriam tido um resultado negativo de -17,5 M€!!. Isto apenas em 3 (três!!) meses! Extrapolado para o ano inteiro daria um resultado negativo de -70 M€!! O que constitui um verdadeiro desastre!.

Aqui se vê a grande dependência dos andrades das receitas da Champions e acima de tudo da venda de jogadores para a sua sobrevivência. Aliás, é o clube em Portugal mais dependente de receitas extraordinárias. Sem elas, faliam num abrir e fechar de olhos. Ou então tinham de fazer um downscale gigantesco.

Por aqui se vê que se não fossem à Champions não conseguiriam vender tão bem nem teriam as receitas de que precisam como pão para a boca. Mas eles estão bem conscientes deste facto. Daí o desespero.

Agora há uma coisa. NEM TUDO DURA PARA SEMPRE. E as árvores não crescem até ao céu. Lá virá o dia em que isto irá acabar. Tão certo como dois e dois serem quatro. E nessa altura dar-se-á aquilo a que eu chamo de, "THE TIPPING POINT". Para aqueles que não sabem o que é, é o que acaba de acontecer ao Sporting. É apenas uma questão de tempo. Nós cá estaremos para ver.

O Benfica já é o clube que actualmente mais vence em Portugal. Contando todas as modalidades. E a tendência é para essas vitórias aumentarem. Penso que não será necessário prová-lo com números. A seguir virá o futebol profissional. É apenas uma questão de tempo. Repito, UMA QUESTÂO DE TEMPO.

Mais, vamos ganhar no domingo. E essa é a minha sincera convicção".

Esta peça foi escrita 4 dias antes do jogo.

Saudações Benfiquistas

PS. Estou completamente convencido que a tirada do Peidolas, um dia antes do jogo, anunciando revelações mirabolantes, que iria fazer estremecer os alicerces do futebol português, comprometendo não se sabe bem quem - embora saibamos muito bem a quem ele se referia - demonstra não só o medo, a roçar o pânico, em que navegam, como foi, na minha perspectiva, uma mensagem para dentro.

Foi uma mensagem para as tropas, para as animar, para as estimular e instigar, pressentindo já alguma perda de fulgor ou de confiança, desde que o Benfica este ano começou a jogar melhor futebol, a atrair as atenções dos media, a levar multidões aos estádios em todo o país, e a estar imune a grande parte (não a todas) das rasteiras e jogadas de bastidores que lhe foram colocadas, de que o futebol português tem sido fértil neste ano que está a acabar.



De Pastor a 23 de Dezembro de 2009 às 23:10
Fora de jogo...

Depois dos jogadores do clube de Contumil terem tocado na bola 3/4 vezes????
OK então se o árbitro não apitasse para começar o jogo não perdiam.


De Viriato de Viseu a 21 de Dezembro de 2009 às 18:45
Nunca mais nos aparece uma equipa do TOP para nos por à prova.

Assim, fico sempre com duvidas.


De papoila saltitante a 21 de Dezembro de 2009 às 17:23
Eu estive lá. Molhei-me, passei frio, mas no final vim para casa aconchegado com uma grande exibição feita de raça e querer. è de jogos como estes que se fazem os campeões. Agora só temos que repetir em Vila do Conde e no Funchal.
Já agora, para que precisa de números, vejam a estatística dos remates publicada pela Bola. vejam aqui no meu blog: http://embirracao.blogs.sapo.pt/22828.html
Mais palavras para quê?


De António a 21 de Dezembro de 2009 às 16:12
Foi realmente uma despedida em grande apoteose do Outono, maravilhosa estação invernal que nos abençoa desde logo com a calorosa festa do Natal...

Realmente, é como diz, na 1ª parte, o Porto foi irreconhecível, por especiasl mérito da soberba exibição do Benfica, que só Jesualdo não soube reconhecer e engolir (deve estar com amigdalite), só um número é suficiente, a posse de bola 59 contra 41% - esmagadora e absoluta...

Depois, com a entrada do Varela, e porque era impossível manter o mesmo ritmo durante 90m, naquelas condições climatéricas e de terreno, o Porto teve algum ascendente, mas sem chegar a incomodar verdadeiramente...

Enfim, a imagem dos adeptos portistas, sempre indisciplinados e arrogantes, boquiabertos e completamente derrotados, perante tal manifestação de poderio, dentro e fora do campo, foi elucidativa, e mais não digo para não massacrar...

VIVA O PAI NATAL vermelho, pelas ruas do Porto, VIVA O NATAL em todos os Lares, espalhemos o calor pelos mais oprimidos e carenciados, façamos tudo por um mundo melhor. Ah, e viva o Benfica!


De Andesman a 21 de Dezembro de 2009 às 14:44
Os comentadores de meia tigela ficaram esgasgados durante o jogo e assim continuam.

Este resultado que nada garante para já, mas que pode ser um grande passo, é para já uma boa prenda de Natal para todos nós benfiquistas.

Boas festas e um feliz Natal para todos os benfiquistas em toda a parte do mundo.


Comentar post

bloggers
António de Souza-Cardoso (perfil)
Bruno Carvalho (perfil)
Eduardo Sá (perfil)
José Esteves de Aguiar (perfil)
Miguel Álvares Ribeiro (perfil)
Paulo Ferreira (perfil)
Pedro Fonseca (perfil)
Raul Lopes (perfil)
visitantes em linha
posts recentes

Temos Benfica!

Venha o Porto!

As grandes noites europei...

Estamos outra vez de Volt...

Não podemos ficar a "boia...

mais comentados
429 comentários
295 comentários
280 comentários
253 comentários
últ. comentários
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
Quem é o melhor guarda-redes do Benfica depois de ...
MiguelAgradeço a participação, sempre oportuna e c...
Meu Amigo Está engana. fomos nós, sem apoio ou ace...
arquivos

Setembro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds